Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
Processamento

Para reflexão do setor: NotCo chega ao Brasil com sua maionese sem ovo
São Paulo, SP, 21 de Março de 2019 - Depois de conquistar, em dois anos, uma fatia de 10% do mercado de maionese no Chile com seu produto feito sem ovo e à base de grão de bico, a startup NotCo está desembarcando no Brasil.

Segundo Matias Muchnick, cofundador e presidente da companhia, as vendas começarão em abril na rede Pão de Açúcar. O preço ainda não está definido. Segundo Muchnick, no Chile (um dos maiores mercados de maionese do mundo) a maionese NotMayo custa 10% a mais que o produto vendido pela Kraft. Depois da maionese, a companhia pretende colocar à venda no Brasil leite e sorvete. Ela também tem um iogurte e um queijo cremoso.

O que faz da NotCo um caso de destaque é a aplicação de inteligência artificial para desenvolvimento de produtos que não usam ingredientes de origem animal. Batizado de Giuseppe, o sistema varre enormes bases de dados com informações sobre a composição molecular de ingredientes de origem vegetal e animal, em busca de combinações que permitam reproduzir o sabor e a textura dos alimentos tradicionais. Ao fim desse processo, ele entrega uma receita que é testada pela companhia. "Ele dá uma receita e faz um líquido que é roxo. Então você tem que ir lá e dizer pra ele que um leite não pode ser roxo", conta Muchnick.

De acordo com o executivo, o uso de inteligência artificial acelera o processo de desenvolvimento e reduz custos, fatores cruciais para um segmento que inova muito pouco. "A pesquisa e desenvolvimento no mercado de comida é muito obsoleta. O investimento é baixo porque os resultados são ruins. E isso cria um círculo vicioso", diz. A ideia de criar a companhia veio em 2015 depois de um investimento de dois anos feito por Muchnick e um sócio em uma maionese feita sem ovos.

Segundo ele, o produto chegou a ter um sucesso razoável, mas a receita, encomendada de uma empresa especializada na criação de novos alimentos, não era o que Muchnick queria. Depois de uma temporada de estudos em Berkeley e Harvard (onde conheceu Karin Pichara, outro fundador da companhia) ele decidiu aplicar o conceito de pesquisa de moléculas usado pelo segmento farmacêutico ao mercado de comida. Ele também se aproveitou do crescente interesse dos consumidores por produtos mais saudáveis e com menor impacto ambiental para criar um conceito para a marca que se encaixa nessa demanda.

A companhia ganhou destaque nas últimas semanas ao receber um aporte de US$ 30 milhões em uma rodada que contou com a participação do fundo pessoal do fundador da Amazon, Jeff Bezos, o Bezos Expeditions. O investimento liderado pelo fundo inglês The Craftory (que tem participação da GP Investimentos) contou também com o fundo argentino KasZek, que já tinha colocado US$ 3 milhões na NotCo no fim de 2017. Os recursos serão usados na expansão internacional da companhia.

Além do Brasil, o plano é chegar à Argentina, ao México e aos EUA. Na terra de Donald Trump, a startup terá como competidora a Just, companhia da Califórnia criada em 2011 que está com uma rodada de investimento de US$ 200 milhões em aberto, segundo a agência Bloomberg. A expectativa por lá é se beneficiar da rede de distribuição oferecida pela Amazon e pela rede de supermercados Whole Foods, que pertence à companhia. De acordo com Muchnick, está sendo programado para os próximos seis meses uma degustação dos produtos da companhia para Jeff Bezos. "Estamos tentando um espaço na agenda dele", diz.

Com uma equipe de 70 pessoas, a NotCo teve um crescimento de receita de seis vezes em 2018, diz Muchnick sem revelar valores. Atualmente, a companhia desenvolve e fabrica seus produtos. Mas para ganhar escala, o objetivo é encontrar parceiros que possam fazer a fabricação. A ideia é imitar o modelo da Coca-Cola, que produz a base do produto, o xarope, e deixa a produção do produto final para uma rede de envasadoras, diz Muchnick. Ontem, ele esteve no interior de São Paulo em visitas a possíveis parceiros. Sua expectativa é que entre este ano e 2020 o Brasil se torne o maior mercado da companhia.

(Valor) (Gustavo Brigatto)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 26/06
MSD Saúde Animal participa da 19ª edição do Avicultor em Belo Horizonte/MG (11:48)
Importância da utilização de minerais orgânicos em animais de alta performance (09:47)
Importações chinesas de carne suína dispararam em maio (08:52)
Alimentos ajudam, e inflação fica abaixo de 4%, mostra IPCA-15 (08:48)
Acordo entre UE e Mercosul avança e pode sair na sexta (08:44)
Canadá suspende exportações de carne para a China (08:11)
Aumenta a concorrência nas vendas de insumos (08:08)
América do Sul supera Estados Unidos na exportação de milho (08:01)
Mercado do boi segue firme na última semana de junho (07:52)
Ministério intensifica vigilância para evitar entrada da peste suína africana no Brasil (07:48)
Cotações do milho registram leves altas em Chicago (07:44)
Produtor do BR segura novas vendas de soja diante de safra incerta nos EUA (07:30)
Terça-Feira, 25/06
Evonik participa de mais uma edição do Simpósio Goiano de Avicultura (09:06)
PR: Exportação avícola para a China em maio é 110% superior ao mesmo mês de 2018 (08:31)
Frigoríficos já encaram problema na venda ao Irã (08:27)
Preço da carne suína exportada pelo Brasil dispara em junho (08:13)
Boi Gordo: mercado parado, mas firme (08:11)
Milho: cotações sobem em Chicago (08:03)
Soja fecha em campo positivo nesta 2ª feira (08:00)
Possibilidade de veto a importação agrícola divide o Mercosul em negociação (07:47)
Economia do Sul se destaca e cresce mais que média do país (06:54)
Preço da carne suína exportada pelo Brasil dispara em junho; embarques de soja têm força (06:46)
OMC vai avaliar se Indonésia mantém barreira comercial a carne de frango brasileira (06:44)
Tocantins recebe investidores dos Emirados Árabes interessados em consolidar negócios no Estado (06:43)
Segunda-Feira, 24/06
Polinutri anuncia seu novo presidente executivo (11:52)
Ovos: poder de compra deve cair pelo segundo mês seguido (10:45)
Soja: movimento de alta é interrompido (10:43)
Milho: exportação mantém preço em alta (10:42)
Wisium destacará diferenciais do Emulmix durante o Avicultor 2019 (10:37)
Custo de produção de suínos cai no mês de maio; produzir frango ficou mais caro (08:16)
Na FAO, ministra defende fim do protecionismo dos países desenvolvidos na agricultura (08:14)
Apoiado pelo Brasil, vice-ministro da Agricultura chinês é eleito novo diretor-geral da FAO (08:12)
Mercado do boi firme na volta do feriado (08:02)
Soja: mercado inicia semana intensa operando em alta na CBOT nesta 2ª feira (08:00)
Sexta-Feira, 21/06
Em Roma, Tereza Cristina afirma que vai trabalhar para eleição de candidato chinês na FAO (14:02)
Boi Gordo: preços da arroba voltam a subir no mercado paulista (13:11)
Suínos: diferença entre preço de exportação e o praticado no país diminui (13:10)
Frango: preços da carne e dos cortes estão em queda (08:02)
SC: alta de 51% nas exportações de carne suína em maio (07:48)
Avicultor 2019 será também no Espaço Cento e Quatro (07:43)
Previsão de safra recorde 'congestiona' cooperativas no Paraná (07:41)
O inverno que começa nesta sexta-feira terá influência do El Niño (07:38)
Copacol iniciou pagamento de complementação (07:36)
Preço médio do frango registrou valorização de 21,4% em MS em 2019 (07:34)
Embargo da UE de volta à pauta brasileira (07:30)
JBS desembolsa R$ 2,7 bi para amortizar dívidas com bancos no Brasil (07:21)
Soja encerra o pregão desta 5ª feira com ganhos na Bolsa de Chicago (07:17)
Mercado do milho fecha a sessão desta 5ª com com forte avanço em Chicago (07:16)
Mercado do boi retoma patamares de preços anteriores à episódio da vaca louca. (07:13)
Quinta-Feira, 20/06