Sexta-feira, 26 de Abril de 2019
Fiscalização

Três laboratórios têm selo Inmetro cancelado após descobertas da Operação Trapaça
São Paulo, 17 de Janeiro de 2019 - O Inmetro cancelou sua validação da ISO/IEC 17025 – que atesta qualidade técnica de resultados laboratoriais – de três unidades do grupo Mérieux, no Brasil, prestadoras de serviço para a BRF. A sanção executada na última semana foi consequência das descobertas da Polícia Federal na Operação Trapaça – terceira fase da Carne Fraca, de 2017 – que apurou fraudes na produção e burla às regras do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Em três ofícios enviados ao gerente da Bioagri Ambiental Ltda., da Mérieux Nutriscience Corporation, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia informa a suspensão por três anos da “acreditação” das ISOs dessas três unidades, após conclusões de processos administrativos abertos no final de 2018, sobre as fraudes apontadas pela PF e pelo Ministério da Agricultura em testes de salmonella.

Os documentos informam que o exposto a partir da Operação Trapaça “compromete a confiança nos resultados de ensaios, ocasionando a perda da credibilidade da atividade de acreditação com prejuízos aos usuários dos serviços acreditados”. E que “pelo fato de que não foram acatadas pela Cgcre/Inmetro as considerações apresentadas, foram canceladas as acreditações” do laboratório a partir do último dia 7.

“Ressaltamos que com o cancelamento da acreditação, o laboratório Bioagri Analises de Alimentos Ltda. (CRL 0376 / CRL 0570 / CRL 0587) fica proibido de realizar serviços na condição de acreditado, assim como não pode utilizar o Símbolo de Acreditação nem fazer menção a acreditação nem ao Inmetro e deve também cessar imediatamente qualquer propaganda relacionada a acreditação em meio físico ou internet.”

Trapaça - Em relatório final do inquérito da Trapaça, a PF aponta um “cenário delituoso” e a comprovação por técnicos do Ministério da Agricultura de “não conformidades” que “configuram fraude na realização de ensaios laboratoriais, visando a produção artificial e sistemática de resultados negativos para o parâmetro Salmonella”.

A PF indiciou em outubro de 2018 os alvos da Trapaça. Foram 43 indiciados, entre eles o empresário Abílio Diniz.

O Ministério da Agricultura colaborou com a PF e cedeu servidores especializados para analisar os dados técnicos descobertos nos laboratórios usados pela BRF. O Inmetro destacou trechos do material produzido pela PF e por auditores fiscais agropecuários federais do Ministério da Agricultura, que tratam da suposta “existência de fraude operada por funcionários do Grupo Mérieux, com a finalidade de alterar substancialmente os resultados de análises microbiológicas, quando positivados para a presença de patógenos”.

Um deles é o do Laudo n.º 1634/2018 INC/DITEC/PF. “A realidade detectada nos registros dos laboratórios do grupo Mérieux investigados é totalmente diferente do esperado, uma vez que a taxa de falso-positivos é sistematicamente muito elevada.”

A Mérieux, controlada pela francesa Institut Mérieux, foi alvo da Trapaça. Em outra ocasião, informou que os “sistemas internos de rastreabilidade” indicaram que “não há evidências que suportem declaração de alta incidência de falsos positivos em testes de Salmonella” nos laboratórios de alimentos no Brasil.

A BRF, maior exportadora de frango do mundo e dona das marcas Sadia e Perdigão, tem negociado um acordo com os investigadores. O novo presidente do grupo, Pedro Parente, tenta recuperar a imagem da empresa e reorganizar procedimentos internos. A defesa da BRF tem mantido contato com Ministério Público Federal e Procuradoria-Geral da República, além do Ministério de Transparência e Advocacia-Geral da Unida (AGU).
(Estadão ) (Ricardo Brandt, Fausto Macedo e Luiz Vassallo)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sexta-Feira, 26/04
Quinta-Feira, 25/04
China: prejuízos com suíno, lucro com frango (14:38)
Seara, da JBS, recebe autorização para exportar frango para a Índia (12:24)
Empresa catarinense investe R$ 20 milhões em Apucarana (12:23)
CNA pede redução dos juros (08:25)
Soja atinge menor valor desde outubro (08:23)
Condomínio Avícola Encantado II e Sicredi formalizam contrato para viabilizar empreendimento (07:55)
Avimig participa de Audiência com governador de MG, Romeu Zema (07:44)
Em academia, nutricionista do Instituto Ovos Brasil dá dicas sobre o consumo de ovos e a prática de exercícios físicos (07:43)
Inflação que vem do campo agora tem foco nas carnes (07:36)
Copacol apresentou resultados positivos no primeiro trimestre (07:36)
Pernambuco: Lei que prevê a rastreabilidade de ovos é adiada (07:35)
Associação Paulista de Avicultura declara seu apoio à decisão do governo de SP sobre realização de feira de orgânicos (07:34)
Embrapa apresenta vídeos sobre práticas de debicagem em galinhas de postura (07:33)
Agricultura do Paraná propõe fusão de empresas a elas vinculadas (07:30)
Boi Gordo: entre a estabilidade e a queda (07:16)
Grandes estoques e ritmo de plantio deixam Bolsa de Chicago com queda de preços do milho (07:04)
Soja volta a recuar em Chicago ainda com pressão do clima e da demanda (07:00)
Quarta-Feira, 24/04
Os danos da vitória dos caminhoneiros (14:32)
Greve dos caminhoneiros: ANTT altera piso mínimo da tabela do frete (14:31)
Crise reformulará mercado global de proteínas animais (07:53)
Peste suína na China faz ações de frigoríficos dispararem (07:50)
Boi gordo: demanda em baixa, mas oferta restrita limita quedas (07:36)
Avanço do plantio americano deixa cotações do milho em baixa na Bolsa de Chicago (07:33)
Soja fecha com mais de 15 pts de baixa em Chicago e preços caem mais no Brasil (07:30)
China deve aumentar compras de frangos e suínos (07:12)
Workshop visa esclarecer adequações de instalações aduaneiras a exigências do Vigiagro (07:11)
BRF: Parece que o jogo virou, não é mesmo? (07:10)
Terça-Feira, 23/04
Negociações do Plano Safra na reta final (08:50)
Plantio de milho avança nos EUA, o que é bom para o sojicultor brasileiro (07:03)
Elanco começa trajetória independente da Eli Lilly (06:34)
AVES e CRMV-ES realizam curso para o setor de ovos do ES (06:30)
Carne brasileira pode ampliar espaço no mercado chinês, diz ministra (06:20)
Consumo calmo pressiona preços da arroba do boi (06:15)
Segunda-feira termina com milho desvalorizado em Chicago (06:09)
Soja: portos fecham em queda nesta 2ª feira com recuo em Chicago (06:07)
Preocupação na demanda por soja, peste suína africana se alastra por toda China (06:04)
Segunda-Feira, 22/04
StarYeast®, da ICC Brazil, é alternativa para crise de vitamina B2 na União Europeia (10:07)
Programa de autocontrole: cooperativas entregam carta de reivindicações ao MAPA (09:17)
Semana será decisiva para impasse entre governo e caminhoneiros (08:34)
PIB do agronegócio mineiro fecha 2018 com crescimento de 3,55% (08:32)
Serviço de Inspeção de Pernambuco passa a ter equivalência ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (08:20)
Ovos: última semana da Quaresma é marcada por preços estáveis (08:18)
Surto de peste suína africana na China altera dinâmica do mercado de carnes no Brasil (08:18)
Soja: preços sobem, mas médias mensais são as menores desde janeiro (08:15)
China terá redução de 10 mi de toneladas na oferta de carnes com peste suína (08:10)
Incerteza econômica faz agroindústria patinar (08:09)
Suínos: estabilidade nos preços na última semana (08:05)
Soja volta do feriado trabalhando com leves baixas em Chicago nesta 2ª feira (08:00)