Domingo, 24 de Março de 2019
Agronegócios

Cooperativas engajadas no desenvolvimento catarinense
Florianópolis, SC, 11 de Janeiro de 2019 - As cooperativas catarinenses estão à disposição da nova Administração Estadual para contribuir com políticas públicas destinadas ao desenvolvimento de Santa Catarina. A manifestação é do presidente da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (OCESC) Luiz Vicente Suzin.

"As cooperativas seguem princípios doutrinários de valorização do trabalho, interesse pela comunidade e cooperação com o Poder Público nos assuntos de natureza social," expôs. A colaboração a que se refere o dirigente pode ocorrer dentro das diretrizes da Política Estadual de Apoio ao Cooperativismo, estabelecida pela Lei nº 16.834, de 2015. Para Suzin, trata-se de "um instrumento essencial para fortalecer as cooperativas catarinenses e ampliar seu protagonismo social e econômico em território barriga-verde".

A Política Estadual de Apoio ao Cooperativismo (PEAC) consiste no conjunto de diretrizes e regras voltadas para o incentivo a todos os ramos cooperativistas e ao seu desenvolvimento no Estado. A lei determina que, em linhas gerais, incumbe os órgãos e entidades da administração direta e indireta do Estado, no âmbito de suas respectivas competências, dar provimento de forma integrada às ações de apoio ao cooperativismo.

O presidente assinala que o cooperativismo catarinense está estruturado no campo e na cidade através das 263 cooperativas catarinenses. Juntas, elas reúnem mais de 2,2 milhões de associados, mantêm 60,5 mil empregos diretos e faturaram R$ 32,6 bilhões de reais ao ano. "É um setor que presta relevante contribuição à sociedade catarinense".

À Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca (SAR) cabe a coordenação geral das atividades que compreendem, entre outras, a formulação de políticas públicas visando promover o desenvolvimento cooperativista, por meio da sua Diretoria de Cooperativismo e Agronegócios e suas Gerências.

Ao órgão e/ou entidade da administração direta ou indireta do Estado, afim a cada ramo do cooperativismo, cabe fornecer subsídios para a prestação de assistência educativa e técnica, bem como promover estudos e pesquisas, de forma a contribuir com o desenvolvimento da atividade cooperativista no Estado. Da mesma forma, devem estimular e instituir parcerias, acordos e celebração de convênios ou de outros instrumentos congêneres para a operacionalização e o desenvolvimento do sistema cooperativo, visando estimular o contínuo crescimento do setor, nos termos da legislação específica sobre a matéria.

Para o presidente Luiz Vicente Suzin, uma das principais inovações foi a criação do Conselho Estadual de Cooperativismo presidido por representante da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca. Cabe ao Conselho fornecer subsídios para as políticas públicas a serem adotadas pelo Estado para desenvolvimento das cooperativas. Tem como competência: coordenar as políticas de apoio ao cooperativismo; acompanhar a elaboração da proposta orçamentária do Estado para o cooperativismo; elaborar o seu regimento interno e suas normas de atuação; celebrar convênio com entidades públicas ou privadas para a execução de projetos de apoio ao desenvolvimento do sistema cooperativista.
(Organização das Cooperativas do Estado de Santa Ca) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Domingo, 24/03
Sexta-Feira, 22/03
Instituto Ovos Brasil faz parceria com academia para levar informações sobre os valores nutricionais do ovo (15:02)
Conab avalia que aumento das exportações de soja podem afetar mercado interno (13:23)
Frango: preços sobem, influenciados pelo bom ritmo de embarques (08:33)
Ovos: preços do branco e do vermelho têm movimentos distintos (08:32)
Pré-Conferência FACTA WPSA-Brasil 2019 terá Simpósio de Automação (08:00)
Taxar o agro pode trazer grandes prejuízos ao país, dizem especialistas (07:06)
Para reflexão do setor: McDonald's testa nugget vegano feito de grão de bico, milho e batata (07:05)
Suíno Vivo: procura por animal vivo segue elevada (06:22)
Demanda lenta, mas preços do boi gordo firmes (06:20)
Possível atraso nas plantações de milho americano sustentam altas em Chicago (06:18)
Mesmo com enchentes nos EUA, mercado de soja não reage (06:17)
Soja: Preços sobem até R$ 2/saca nos portos e interior do Brasil (06:16)
Mercado de frango começa a ganhar fôlego e registra crescimento no 1º bimestre do ano em SC (04:02)
Mapa publica IN sobre novos procedimentos de registro de estabelecimentos sob SIF (03:58)
Quinta-Feira, 21/03
Suínos: demanda mantém preços elevados em SP (10:04)
Boi Gordo: abates aumentam 3,5% frente à 2017; volume é o maior desde 2014 (10:01)
Para reflexão do setor: NotCo chega ao Brasil com sua maionese sem ovo (09:19)
Missão do USDA que avaliará carne bovina será agendada esta semana (08:41)
Abate de suínos aumenta 61% em 11 anos, afirma IBGE (08:18)
ECPP fecha parceria com a Gujão Alimentos (08:04)
PIB do Agro fecha 2018 com estabilidade (07:28)
Tereza Cristina diz que agro precisa de investimentos em infraestrutura (07:26)
Suíno Vivo: estabilidade nas cotações (07:07)
Cotações da arroba do boi gordo em alta (07:05)
Milho fecha a 4ª feira estável em Chicago (07:03)
Soja recua mais de 1% nos portos do Brasil (07:00)
Quarta-Feira, 20/03
Evonik lança novo método rápido e confiável para avaliar a qualidade de matérias-primas (13:42)
Cinergis Agronegócios realiza sua II Reunião Técnico-Comercial (12:41)
EUA vão informar em três dias quando virão ao Brasil inspecionar frigoríficos para liberar importação de carne bovina (12:32)
Funrural: terra de ninguém (11:47)
Proposta traz ganhos, mas adesão parece rápida demais (11:15)
Da Unitá para o mundo (10:43)
Deputados paulistas articulam bancada do agronegócio na ALESP (10:42)
SC: exportações do complexo soja aumentam 58% em 2019 (09:10)
China recusa habilitação de frigoríficos (08:20)
Estados Unidos mandarão equipe de inspeção ao Brasil para autorizar importação de carne in natura (08:15)
Suíno Vivo: altas em SP e em SC nesta terça-feira (19) (07:23)
Boi Gordo: mercado segue firme (07:22)
Em poucos dias começa o Congresso de Ovos da APA (07:17)
Milho fecha a 3ª feira com resultados misturados (07:05)
Soja fecha mais uma vez estável em Chicago (07:00)
Terça-Feira, 19/03
Exportações do agronegócio renderam US$ 7,2 bi em fevereiro (13:26)
Grupo Mantiqueira apresenta produto vegano e outras novidades na Super Rio Expofood (13:17)
Yes amplia estrutura comercial visando crescimento nos mercados nacional e internacional (13:10)
Embrapa: custos de produção de suínos e frangos de corte caem em fevereiro (12:27)
Concurso de Qualidade de Ovos 2019 acontecerá durante a 5ª FAVESU (08:23)
IEA divulga a estimativa da Produção Animal do Estado de São Paulo, em 2018 (08:21)
Nos EUA, redução de peso melhora lucro do frango (08:05)
Macedônia do Norte quer aumentar importação de frango do Paraná (08:04)
Produção paulista de frango caiu 11,1% em 2018 (08:00)
Boi Gordo: segunda quinzena começa com preços em alta (07:45)
Exportação de soja ultrapassa US$ 2,5 bi em fevereiro (07:40)
Soja tem pequenas baixas em Chicago nesta 3ª feira (07:29)
Milho desvalorizado em Chicago nesta segunda-feira (07:20)