Domingo, 17 de Fevereiro de 2019
Mercado

Mês difícil para agroindústria ajudou a frear resultado de outubro
São Paulo, SP, 05 de Dezembro de 2018 - O desempenho de alguns setores da agroindústria, sobretudo da produção de açúcar, pesou no comportamento da indústria de outubro na comparação com setembro. Fruto de um clima adverso à produção e da estratégia das usinas sucroalcooleiras de priorizar o etanol, a fabricação e o refino de açúcar sofreram retração de 28,1% entre setembro e outubro, de acordo com a Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A produção de bens intermediários, categoria em que se encaixa a produção de açúcar, teve retração de 0,3% no mês.

Outubro foi marcado por chuvas acima da média histórica no Centro-Sul, onde a maior parte das usinas está concentrada. Isso provocou a interrupção do trabalho das colhedoras nos canaviais e, consequentemente, da moagem de cana.

Entre as usinas associadas à União das Indústrias de Cana-de-Açúcar (Unica), no Centro-Sul, a moagem de cana em outubro ficou em 50,4 milhões de toneladas, um volume 19,6% menor do que no mesmo período da safra passada - ou 12,258 milhões de toneladas a menos.

Outro segmento da agroindústria que teve retração em outubro foi o da indústria de carnes. Principal responsável pela queda de 0,2% da produção de bens semiduráveis e não duráveis na passagem de setembro para outubro, o setor foi afetado pelos abates de frango. Em setembro, o alojamento de pintos de corte (indicador antecedente de produção de carne de frango) totalizou 488,9 milhões, queda de 7,56% na comparação com agosto, segundo a Associação Brasileira dos Produtores de Pintos de Corte (Apinco). Trata-se do menor patamar mensal desde a greve dos caminhoneiros, no fim de maio.

A ave alojada no início de cada mês nas granjas é abatida a partir de meados do mês seguinte - os animais levam menos de 45 dias para atingir o peso de abate. Os alojamentos mais fracos de setembro refletiram-se na produção de outubro. Algum impacto também pode ter se estendido para novembro.

Ao longo deste ano, os frigoríficos brasileiros de frango cortaram a produção para tentar recompor margens corroídas pela alta do preços da ração (farelo de soja e milho). Problemas específicos de empresas como a BRF - a dona das marcas Sadia e Perdigão foi proibida de exportação para a União Europeia - também afetaram a produção de aves. Diversos abatedouros de aves da BRF tiveram operações suspensas temporariamente.
(Valor) (Camila Souza Ramos e Luiz Henrique Mendes)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Domingo, 17/02
Sexta-Feira, 15/02
Frango: Cepea aponta que poder de compra vem registrando mais um mês de queda (09:32)
Ovos: preços de fevereiro são os maiores desde junho/2018, destaca Cepea (09:30)
China anuncia tarifas de até 32,4% ao frango brasileiro por 5 anos (08:21)
Para cobrir rombo, Estados elevam tributação sobre agronegócio (08:11)
Suíno Vivo: altas em SP, PR, MG e GO (08:08)
Boi Gordo: mercado em ritmo lento (08:06)
Boi Gordo: volume de animais abatidos no BR se eleva em 2018 (08:05)
Milho: mercado estável (08:04)
Soja: preços registram alta (08:00)
MSD Saúde Animal patrocina Congresso de Ovos e debate complexo respiratório em espaço empresarial (07:43)
Quinta-Feira, 14/02
Mercado será foco dos debates na abertura do Simpósio Brasil Sul de Avicultura (13:52)
2ª Conbrasul Ovos abre período de inscrições online (13:38)
Indústria de alimentos prevê avanço de até 4% (09:34)
Etanol de milho avança (09:32)
Nova regra incentiva emissão de letras de crédito do agronegócio (08:50)
Pilgrim’s Pride registra prejuízo de US$ 8,2 milhões no 4º trimestre (08:40)
Recall da BRF expõe falha e transparência (08:38)
IOB segue sua campanha em São Paulo (08:26)
Vetanco homenageia Cooperitaipu (08:22)
Suíno Vivo: estabilidade nas cotações (08:16)
Boi: em SP, preço da arroba está estável (08:12)
Milho: estabilidade domina o dia (08:05)
Preços da soja sobem no Brasil nesta 4ª feira (08:00)
Quarta-Feira, 13/02
VAXXITEK® já imunizou 100 bilhões de aves contra Marek e Gumboro (11:53)
Santa Catarina começa o ano com alta nas exportações de carnes (11:23)
Por salmonela, BRF faz recall de lotes de frango no Brasil e exterior (08:22)
Exportações do agronegócio sobem 6% em 12 meses e somam US$ 102,14 bilhões (08:07)
Suíno Vivo: alta de 5,12% em SC (08:05)
Boi gordo: oferta restrita dificulta a compra pelos frigoríficos (08:03)
Mercado Interno do milho permanece estável (08:00)
Brasil proíbe uso de antibióticos promotores de crescimento (07:51)
Clima adverso faz Conab e IBGE reduzirem projeções para safra (07:50)
SP: produção de grãos deve superar sete milhões de toneladas (07:49)
Terça-Feira, 12/02
IBGE: Cai o abate de frangos, sobe o de bovinos e suínos (10:51)
Prêmio Lamas de pesquisa avícola está com inscrições abertas (08:22)
NUCLEOVET faz evento de lançamento dos Simpósios 2019 em Chapecó (08:20)
Suíno Vivo: alta de 2,94% no PR (08:09)
Mercado do boi gordo retoma fôlego (08:06)
Mercado interno do milho apresenta pouca movimentação (08:04)
Produção de soja poderá ser a menor em três anos (08:02)
Preços da soja no Brasil apresentam poucas mudanças (08:00)
Por que ainda não sou vegetariano (07:57)
Após suspensão, exportadores de frango do Brasil vão a Riad (07:56)
No centro de inovação da BRF, um olhar sobre o futuro da embalagem (07:55)