Terça-feira, 16 de Julho de 2019
Matérias-Primas

Soja fecha estável na Bolsa de Chicago nesta 5ª feira às vésperas de reunião do G20
Campinas, SP, 30 de Novembro de 2018 - Nesta quarta-feira (29), os preços da soja fecharam o dia de ontem em campo negativo na Bolsa de Chicago, porém, bem próximos da estabilidade. As cotações trabalharam durante todo o dia no vermelho, porém, amenizaram suas baixas ao longo do dia, mantendo o tom de volatilidade em que se encontra o mercado às vésperas do início da reunião do G20.

No mesmo compasso de espera, os preços da soja no mercado brasileiro também finalizaram o dia com oscilações pontuais. A movimentação limitada do dólar também contribuiu para este cenário.

No interior do Brasil, pequenas altas de 0,65% a 0,71% foram registradas em praças de comercialização como Ubiratã, Cascavel e Castro, no Paraná, e de 1,43% em São Gabriel do Oeste, no Mato Grosso do Sul, para R$ 71,00. Já em Tangará da Serra e Campo Novo do Parecis, em Mato Grosso, foram marcadas baixas de 1,54% e 1,56%, para R$ 64,00 e R$ 63,00 por saca.

Nos portos, os preços cederam, com exceção do disponível em Paranaguá, que fechou o dia com estabilidade nos R$ 83,00. A safra nova, no terminal paranaense, foi a R$ 79,00, recuando 1,25%. Em Rio Grande, R$ 83,60 no spot e R$ 84,00 para dezembro/18, com perdas de 0,24% e 0,59% no fechamento desta quinta-feira.

Estáveis também estão os prêmios pagos pela soja brasileira. Com compradores e vendedores reticentes em dar continuidade aos negócios antes do encontro entre os presidentes americano e chinês, os valores se mantêm inalterados. As posições mais curtas de entrega - novembro e dezembro - têm US$ 1,30 por bushel sobre Chicago, enquanto as mais distantes têm US$ 1,00 no fevereiro e US$ 0,70 para março/19.

Nessa espera, os produtores brasileiros têm evitado o mercado, como orientam os analistas e consultores de mercado. Segundo os especialistas, os preços deverão mudar depois do G20 e é importante que os sojicultores estejam atentos ao andamento dos negócios e, principalmente, às oportunidades que poderão surgir para a comercialização.

Mercado Internacional

Na Bolsa de Chicago, as cotações terminaram o dia perdendo pouco mais de 4 pontos nos principais contratos. O janeiro/19 segue próximo dos US$ 8,90 por bushel, enquanto o maio/19, referência para os negócios no Brasil, segue acima dos US$ 9,10.

O mercado segue na espera pelas novidades do encontro entre Donald Trump e Xi Jinping que começa amanhã, na Argentina, durante a reunião do G20. Nenhum outro fator tem tido força para mudar o direcionamento dos preços até este momento.

As expectativas sobre um acordo entre os dois líderes são as mais variadas e contribuem para manter o mercado ainda volátil. O objetivo dos traders tem sido, principalmente, o de estarem bem cobertos antes das definições.

Para especialistas, um acordo entre os dois que pudesse colocar fim à essa guerra comercial ou ao menos amenizá-la parece estar distante. O discurso dos dois presidentes se endureceram nos últimos dias e, de acordo com especialistas internacionais, a relação que já está bastante desgastada poderia ficar ainda pior.

"Fundos de gestão ativa ainda possuem a maioria dos contratos abertos no lado da venda para a soja aqui em Chicago, sendo que a mentalidade de aversão ao risco traz as intenções de reversão parcial destas posições (reverter a venda é adicionar compras!). A ARC lembra que sempre será de alta complexidade prever política, principalmente em casos que relacionam uma personalidade excêntrica como de Trump", explicam analistas da ARC Mercosul.

Além disso, as vendas semanais de soja norte-americanas vieram dentro das expectativas do mercado, que variavam de de 400 mil a 900 mil toneladas, ao totalizarem 628,8 mil toneladas. O volume é 8% menor do que o registrado na semana anterior.
(Notícias Agrícolas) (Carla Mendes)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 16/07
Yamasa participa da Festa do Ovo 2019, patrocina Concurso de Qualidade de Ovos de Bastos e Corrida da Festa do Ovo (12:04)
Boehringer Ingelheim Saúde Animal confirma presença na Festa do Ovo de Bastos 2019 e reforça seu compromisso com o segmento de postura (12:00)
Valor da Produção Agropecuária é estimado em R$ 602,8 bilhões em 2019 (11:30)
Milho: Mercado inicia sessão nesta 3ª feira com baixas em Chicago (09:34)
Plantio atrasado nos EUA estende impacto do clima sobre preço de grãos (09:22)
Mercosul acelera vigência de acordo com UE (09:19)
Levantamentos indicam que geada não comprometeu oferta de produtos (08:31)
PIB do agronegócio cresce 0,04% em abril (08:27)
Santa Catarina encerra o primeiro semestre com alta de 56% nas exportações de carnes (08:24)
Exportação de milho do Brasil no acumulado de julho já supera volume de junho (08:22)
Começo de semana parado no mercado do boi gordo (08:10)
Milho: mercado finaliza a sessão nesta 2ª feira com forte recuo na Bolsa de Chicago (08:08)
Soja fecha a 2ª feira com mais de 10 pts de queda na CBOT (08:00)
Segunda-Feira, 15/07
MSD Saúde Animal marca presença na Festa do Ovo (12:34)
SP: preços agropecuários sobem 2% em junho (12:18)
Ovos: preços têm comportamentos distintos dentre regiões (11:38)
Milho: com possível recorde em 18/19, comprador se retrai (11:37)
Soja: dólar recua e afasta vendedor, limitando liquidez (11:35)
Biovet Vaxxinova participa da Festa do Ovo em Bastos (SP) (09:19)
Concurso de Qualidade de Ovos de Bastos acontece nesta quarta-feira (07:52)
Pelo segundo ano, EUA veem Brasil na liderança mundial de soja (07:47)
Milho: mercado encerra sessão desta 6ª feira com fortes valorizações na Bolsa de Chicago (07:43)
Os perigos dos antibióticos para animais saudáveis (07:41)
Soja: clima quente e seco no Corn Belt puxam Chicago na 6ª (07:41)
Vendas externas do agro em junho somam US$ 8,34 bi (07:35)
Sexta-Feira, 12/07
Cobb-Vantress promove palestra sobre otimização na cadeia do frango no Avicultor 2019 (15:04)
Vetanco mais uma vez presente na Festa do Ovo (15:00)
ABPA leva proposta de logística setorial ao Ministro de Infraestrutura (14:56)
Fábrica dedicada de Toledo da De Heus conquista certificação (10:55)
Frango: China reduz compras, mas embarques totais do Brasil ainda sobem (10:20)
Suínos: mudança metodológica do Cepea entra em vigor a partir de 1º de agosto (10:18)
China reduz previsão de uso de milho em 2019/20 em 2 mi t por peste suína africana (10:07)
Aviagen realiza 56ª Escola Anual de Manejo de Produção em Huntsville, EUA (09:04)
Aditivos ajudam produtores de Bastos a aumentarem a rentabilidade das granjas (09:01)
Disputas entre EUA e China prejudicam resultados globais da Cargill (08:40)
Naufraga a tentativa de fusão entre BRF e Marfrig (08:38)
Carnes caminham na direção oposta à inflação (08:36)
Pelo segundo ano, EUA veem Brasil na liderança mundial de soja (08:35)
Desembolsos de crédito rural cresceram 9% em 2018/19, para R$ 176 bi (08:32)
SC busca soluções para recolhimento de carcaças nas propriedades rurais e para Rota do Milho (07:47)
Soja mantém estabilidade em Chicago nesta 6ª após USDA dentro do esperado (07:34)
Milho sobe 3% na Bolsa de Chicago após novos relatórios do USDA (07:30)
Quinta-Feira, 11/07
Avicultura mineira busca mobilizar associados para a Semana do Ovo 2019 (14:35)
Cobb-Vantress realiza nova edição do Workshop da Indústria Avícola (13:15)
Laura Villarreal é a nova gerente geral da MSD Saúde Animal Chile/Argentina (10:51)
Exportações de carne suína crescem 81% em junho (09:38)
Aviagen continua em dinâmica expansão pela América Latina (09:17)
Força da avicultura de Bastos leva IOB à Festa do Ovo (09:08)
Safra recorde de grãos deve chegar a 240,7 milhões de toneladas (08:24)
Suínos: embarques aumentam 24% e receita sobe 40% no 1º semestre (08:10)
Boi Gordo: preço do bezerro absorve aumento de produtividade (08:09)
Boi Gordo: pressão na arroba paulista na volta do feriado (08:06)
Soja tem estabilidade em Chicago nesta 5ª feira (08:04)
Milho: mercado encerra pregão desta 4ª feira com ganhos na CBOT (08:00)
Quarta-Feira, 10/07
Agronegócio responde por 70% das exportações catarinenses em 2019 (12:41)
Textos oficializam divergências entre UE e Mercosul sobre freio a importação (10:55)
CARNE DE FRANGO: exportações totais crescem 64% em junho (10:49)
Preparada para o crescimento, Cobb anuncia nova liderança sul-americana e diretor financeiro global (09:48)
A força feminina no agronegócio catarinense (09:29)
Brasileiro segue à frente do Codex Alimentarius (08:10)
América Latina mostra força na exportação agropecuária (08:00)
Terça-feira se encerra com queda nas cotações do milho em Chicago (07:51)
Soja: mercado tem 3ª feira de novas altas em Chicago (07:49)
Copacol investe R$ 32 milhões na ampliação do Incubatório de Goioerê (07:37)
Brasil e Paraguai fecham acordo para fortalecer controle sanitário na fronteira (07:36)