Sábado, 16 de Fevereiro de 2019
Exportação

Exportadores de carne temem mudança de embaixada para Jerusalém
São Paulo, 12 de Novembro de 2018 - Os exportadores brasileiros de carne estão desconfortáveis com os planos do presidente eleito Jair Bolsonaro de transferir a embaixada do país em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém.

Bolsonaro anunciou sua intenção de mudar a embaixada em uma entrevista ao jornal conservador Israel Hayom na semana retrasada, provocando um tuíte de congratulações do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

Pouco depois, o Egito decidiu adiar uma visita oficial do ministro das Relações Exteriores do Brasil.

Embora Bolsonaro nunca tenha escondido sua admiração de longa data por Israel, alguns exportadores brasileiros temem que ele não tenha dado o devido peso às implicações comerciais de sua proposta.

Embora tenha registrado déficit comercial de US$ 419 milhões com Tel Aviv, o Brasil acumulou um superávit de US$ 7,1 bilhões com as 22 nações da Liga Árabe em 2017, o que representa 10% do superávit comercial total do Brasil.

“Naturalmente, dado que temos um comércio muito importante com os mercados árabes, especialmente os mercados Halal, esse é um tema que nos causa preocupação”, afirmou Pedro Parente, CEO da BRF, o maior fornecedor de frango para as nações árabes no Conselho de Cooperação do Golfo.

O mundo árabe é o segundo maior mercado de exportação de alimentos do Brasil, depois da China, segundo Reubens Hannun, presidente da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira.
Mover a embaixada “pode gerar algumas malefícios”, disse Hannun. “Idealmente, as coisas permaneceriam do jeito que são”, disse. Uma deterioração no relacionamento também pode afetar o interesse dos fundos soberanos árabes por investimentos no Brasil, acrescentou.

O Salic, fundo ligado à família real da Arábia Saudita, é o segundo maior acionista da Minerva, maior exportadora de carne bovina da América do Sul.

Os alimentos dominam a lista das exportações brasileiras para a Liga Árabe e o país é o maior exportador mundial de carne Halal. “Os árabes querem consumir mais produtos brasileiros”, acrescentou Hannun. “Isso pode prejudicar essa pré-disposição positiva.”

O embaixador egípcio em Brasília, Alaaeldin Wagih Mohamed Roushdy, disse que a viagem do ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, ao Cairo foi adiada devido a conflitos de cronograma, mas acrescentou que tomou nota das declarações do presidente eleito sobre a embaixada.

“A posição do Egito é clara em relação à questão de Jerusalém e da questão palestina em geral”, disse ele. “Acreditamos firmemente numa solução de dois Estados e no estabelecimento de um Estado palestino com Jerusalém Oriental como sua capital.”
(Exame) (Redação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 16/02
Sexta-Feira, 15/02
Frango: Cepea aponta que poder de compra vem registrando mais um mês de queda (09:32)
Ovos: preços de fevereiro são os maiores desde junho/2018, destaca Cepea (09:30)
China anuncia tarifas de até 32,4% ao frango brasileiro por 5 anos (08:21)
Para cobrir rombo, Estados elevam tributação sobre agronegócio (08:11)
Suíno Vivo: altas em SP, PR, MG e GO (08:08)
Boi Gordo: mercado em ritmo lento (08:06)
Boi Gordo: volume de animais abatidos no BR se eleva em 2018 (08:05)
Milho: mercado estável (08:04)
Soja: preços registram alta (08:00)
MSD Saúde Animal patrocina Congresso de Ovos e debate complexo respiratório em espaço empresarial (07:43)
Quinta-Feira, 14/02
Mercado será foco dos debates na abertura do Simpósio Brasil Sul de Avicultura (13:52)
2ª Conbrasul Ovos abre período de inscrições online (13:38)
Indústria de alimentos prevê avanço de até 4% (09:34)
Etanol de milho avança (09:32)
Nova regra incentiva emissão de letras de crédito do agronegócio (08:50)
Pilgrim’s Pride registra prejuízo de US$ 8,2 milhões no 4º trimestre (08:40)
Recall da BRF expõe falha e transparência (08:38)
IOB segue sua campanha em São Paulo (08:26)
Vetanco homenageia Cooperitaipu (08:22)
Suíno Vivo: estabilidade nas cotações (08:16)
Boi: em SP, preço da arroba está estável (08:12)
Milho: estabilidade domina o dia (08:05)
Preços da soja sobem no Brasil nesta 4ª feira (08:00)
Quarta-Feira, 13/02
VAXXITEK® já imunizou 100 bilhões de aves contra Marek e Gumboro (11:53)
Santa Catarina começa o ano com alta nas exportações de carnes (11:23)
Por salmonela, BRF faz recall de lotes de frango no Brasil e exterior (08:22)
Exportações do agronegócio sobem 6% em 12 meses e somam US$ 102,14 bilhões (08:07)
Suíno Vivo: alta de 5,12% em SC (08:05)
Boi gordo: oferta restrita dificulta a compra pelos frigoríficos (08:03)
Mercado Interno do milho permanece estável (08:00)
Brasil proíbe uso de antibióticos promotores de crescimento (07:51)
Clima adverso faz Conab e IBGE reduzirem projeções para safra (07:50)
SP: produção de grãos deve superar sete milhões de toneladas (07:49)
Terça-Feira, 12/02
IBGE: Cai o abate de frangos, sobe o de bovinos e suínos (10:51)
Prêmio Lamas de pesquisa avícola está com inscrições abertas (08:22)
NUCLEOVET faz evento de lançamento dos Simpósios 2019 em Chapecó (08:20)
Suíno Vivo: alta de 2,94% no PR (08:09)
Mercado do boi gordo retoma fôlego (08:06)
Mercado interno do milho apresenta pouca movimentação (08:04)
Produção de soja poderá ser a menor em três anos (08:02)
Preços da soja no Brasil apresentam poucas mudanças (08:00)
Por que ainda não sou vegetariano (07:57)
Após suspensão, exportadores de frango do Brasil vão a Riad (07:56)
No centro de inovação da BRF, um olhar sobre o futuro da embalagem (07:55)