Terça-feira, 20 de Novembro de 2018
Política Agrícola

Blairo Maggi lamenta decisão de Bolsonaro de fundir ministérios
Brasília, DF, 01 de Novembro de 2018 - O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, lamentou nesta quarta-feira a decisão do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), de fundir os ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente.

Ele acredita que a junção das pastas trará prejuízos ao agronegócio brasileiro, que vem sendo muito cobrados nos últimos anos por importadores como os países europeus pela preservação ambiental.

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, o Ministério da Agricultura diz que Blairo viajou por mais de dois anos divulgando a “sustentabilidade do agronegócio brasileiro” e enfatizando que os itens agropecuários do Brasil precisam ser valorizados pelos custos que seus produtores têm para manter reservas ambientais em suas propriedades.

Além disso, o ministro também entende que as agendas dos dois ministérios são “convergentes, mas no geral possuem temas próprios que necessitam de atenção”. Na visão de Blairo, o Meio Ambiente lida com questões de áreas que não são afeitas ao setor agropecuário, como energia, infraestrutura, mineração e petróleo.

“Como um ministro da agricultura vai opinar sobre um campo de petróleo ou exploração de minérios? ”, questionou, em nota divulgada por sua assessoria de imprensa.

Blairo Maggi se encontra em missão comercial nos Emirados Árabes Unidos. Dias atrás já havia se posicionado contrário à fusão dos ministérios.

(Valor) (Cristiano Zaia)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 20/11
China pode autorizar importação de carnes de até 78 unidades do Brasil (07:03)
Segunda-Feira, 19/11
Mapa e IICA lançam hotsite com estratégia internacional do agro (23:00)
Conab promove seminário sobre perdas de alimentos (22:55)
México habilita novas plantas para exportação de carne de aves Negociação externa (12:35)
Novas habilitações para o México devem incrementar exportações de frango do Brasil em 2019 (12:24)
Vetanco participa da 2nd Latin American Scientific Conference (08:15)
Milho: mercado aguarda novidades e fecha pregão desta 6ª com leves quedas na Bolsa de Chicago (08:08)
Soja: mantendo foco na disputa entre chineses e americanos, Chicago recua nesta 2ª feira (08:00)
Necta, com apoio do IOB, reúne alunos de graduação e pós gradução para falar sobre ovos (07:57)
Sexta-Feira, 16/11
FRANGO/CEPEA: carne se valoriza com aumento da procura (08:17)
OVOS/CEPEA: maior demanda eleva cotações; alta do vermelho supera 20% (08:16)
Retomada econômica poderá afetar o campo em 2019, diz analista (08:14)
SUÍNOS/CEPEA: bom ritmo de exportações e demanda interna elevam preço da carne (08:14)
BOI/CEPEA: aumento no abate mostra retomada de produtividade (08:13)
ABPA fomenta novos negócios para importações chinesas de aves e de suínos na CIIE (08:03)
Câmbio e clima nos EUA deixaram o milho na CBOT em total estabilidade (08:02)
Dólar mais alto e neve nos próximos dias nos EUA firmaram a soja em alta moderada em Chicago (08:00)
Quinta-Feira, 15/11
Quarta-Feira, 14/11
Putin ressuscita super-frango russo (20:08)
Brasil pede que Europa revise cotas após Brexit (20:01)
Paraná produzirá até 47% mais milho em 2019 (19:25)
Pilgrim’s, da JBS, concorre por ativos da BRF na Tailândia e Europa (19:22)
FAEP solicita continuidade do programa Tarifa Rural Noturna (19:21)
CNA debate normas técnicas da avicultura (19:19)
Pilgrim’s, da JBS, concorre por ativos da BRF na Tailândia e Europa (19:10)
Distribuidor da Vetanco promove Simpósio no NE (14:53)
Nova ministra terá que lidar com reflexos da Carne Fraca (11:28)
Programa técnico do Congresso de Ovos 2019 já tem principais temas definidos (09:33)
CNA protocola no STF pedido de suspensão de multas relativas a fretes (08:47)
JBS tem resultado operacional recorde, mas fica no vermelho (08:42)
Abate de bois cresceu no 3º tri, mas o de aves diminuiu (08:41)
Excesso de frango nos EUA desafia Tyson Foods (08:10)
Exportação ajuda, e produção de carnes se recupera no 3º trimestre (08:05)
Milho: perdas do trigo pesam e mercado recua mais de 1% nesta 3ª feira na Bolsa de Chicago (08:03)
Alta do dólar tem efeito limitado e preços da soja no mercado brasileiro tem 3ª feira de estabilidade (08:00)