Sábado, 21 de Julho de 2018
Empresas

Trabalhadores da BRF aceitam suspensão de contratos por cinco meses
Chapecó, SC, 11 de Julho de 2018 - A maioria dos colaboradores aceitou, em assembleia, a contraproposta da empresa BRF negociada com o sindicato, em reestruturar suas atividades através da medida chamada de lay-off em seis meses, incluindo as férias coletivas. A votação aconteceu na tarde desta terça-feira (10), no Centro Comunitário do Loteamento Vila Manteli.

Há dez dias, a BRF anunciou a aplicação da medida que, pressupõe férias coletivas de 30 dias e suspensão do contrato em cinco meses, para 1.400 funcionários que atuam na linha de produção de frangos da Unidade de Chapecó. Em nota, a empresa informou que, a decisão leva em conta a necessidade de ajustes na produção, agravada pela recente greve dos caminhoneiros. Se a proposta não fosse aceita, os 1,4 mil funcionários seriam demitidos.

O anúncio surpreendeu o sindicato e os colaboradores. Segundo presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias das Carnes e Derivados de Chapecó (Sitracarnes), Jenir Ponciano de Paula, após várias tratativas com a empresa, os trabalhadores foram chamados para assembleia. O sindicato não aceitou a primeira proposta que era somente a lay-off”, disse Jenir. Ele considera lamentável a decisão da empresa. “Pois a gente sabe que nesse momento o desemprego está muito alto no país, então o momento agora é segurar para que o trabalhador não seja demitido”, afirma Jenir.

Os trabalhadores aceitaram a proposta onde a empresa se compromete em voltar ao trabalho no máximo em cinco meses. Diante da aprovação da categoria, o Sitracarnes assinará o Acordo Coletivo de Trabalho com a BRF.

Proposta aceita

• Data da vigência e término da suspensão de contratos e o setor abrangido;
• Vale alimentação: um kit de produtos da BRF no valor de R$ 60,00 mensal; e R$ 50,00 no cartão de vale alimentação. Durante a vigência da suspensão dos contratos.
• R$40,00 de ajuda de custos, sem natureza salarial;
• Em caso de demissão após três meses do fim da suspensão dos contratos, a empresa pagará multa adicional de 100% do salário nominal, além da multa rescisória normal;
• Vale transporte gratuito durante a suspensão dos contratos;
• Os trabalhadores abrangidos pela suspensão do contrato devem participar de um curso. Se faltar sem justificativa pode perder o salário;
• O curso acontecerá em dias consecutivos;
• Os aposentados que estiverem na suspensão de contratos receberão pela empresa o mesmo valor da bolsa do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT)
• O trabalhador que não tem doze meses da empresa a BRF pagará o valor da bolsa do FAT;
• Manutenção do plano de saúde;

A empresa repassou ao sindicato o nome de todos os trabalhadores envolvidos na suspensão de contratos. As férias coletivas de 30 dias iniciam no dia 30 de julho e encerrarão em 29 de agosto. Em seguida entra a medida de suspensão de contratos que vai até janeiro de 2019. Durante esse período, após dois meses, em um prazo de 72h de antecedência, a empresa pode chamar novamente os funcionários para retornarem ao trabalho.

Produção

Atualmente são abatidos diariamente aproximadamente 70 mil perus na unidade da BRF de Chapecó, sendo em média 32 mil de corte e 35 mil temperados.

Demissões

O presidente explica que o sindicato já foi comunicado sobre as possíveis demissões no mês de julho no setor de abate de peru. Ao todo, a empresa pretende demitir cerca de 350 funcionários e somente em Chapecó terá o abate de peru. “O número poderia ter sido até maior, mas devido ao fechamento das plantas que abatem peru, a empresa BRF de Chapecó, vai diminuir um turno de corte e, para fazer essa adequação serão necessárias as demissões”, afirmou Jenir.

O sindicato ainda tenta negociar com a empresa. “A gente ainda não sentou com a empresa. Nossa proposta para a empresa que não mande ninguém embora. Estamos vendo se há possibilidade de nós negociarmos”, comentou o presidente.
(Clic RDC) (Redação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 21/07
Sexta-Feira, 20/07
Cobb-Vantress promoverá amanhã a quarta edição da Queima do Frango (13:46)
Turra debate proteína animal e expansão agrícola durante o GAF 18 (10:54)
Biosseguridade na Avicultura entra na Programação do Canal Rural (10:52)
Granja Pinheiros bate recorde de produção em matrizes com o Ross 308 AP (AP95) no Brasil (09:49)
Embrapa lança cartilha de boas práticas de produção de postura comercial (08:50)
Inscrições abertas para o 2º Concurso de Qualidade de Ovos Capixaba (08:29)
Plano de Parente para BRF anima investidor (08:21)
Suíno segue se desvalorizando e Boi busca recuperação: acompanhe as análises de mercado do CEPEA (08:15)
CNA levanta custos de produção de grãos no PR (08:12)
Milho: mercado sobe pelo 3º dia consecutivo em Chicago (08:09)
Soja tem mais um pregão estável na Bolsa de Chicago nesta 6ª feira com traders cautelosos (08:00)
Quinta-Feira, 19/07
Instituto Ovos Brasil participa da Festa do Ovo de Bastos (09:33)
Biovet Vaxxinova anuncia nova Diretora de P&D e Assuntos Regulatórios (09:15)
FAO mostra um Brasil de importador a exportador de alimentos em duas décadas (09:00)
ABPA pede retirada de barreiras na exportação de carne de ave e de frango (08:30)
Cobb-Vantress é eleita a melhor empresa para trabalhar na região de São José do Rio Preto (08:14)
Milho: mercado inicia pregão desta 5ª feira próximo da estabilidade na CBOT (08:02)
Soja testa ligeiras baixas em Chicago nesta 5ª feira com mercado ainda bastante técnico (08:00)
Quarta-Feira, 18/07
Vetanco se faz presente em mais uma Festa do Ovo de Bastos (14:18)
Novo sistema da Secex gera dúvidas sobre dados de exportação de carne (08:30)
Alta do dólar impulsiona margem dos frigoríficos de carne bovina (08:20)
Valor Bruto da Produção Agropecuária está estimado em R$ 562,4 bilhões (08:10)
Milho: mercado testa tímidos ganhos na manhã desta 4ª feira em Chicago (08:06)
Soja tem estabilidade em Chicago nesta 4ª feira e busca manter movimento de recuperação (08:00)
Terça-Feira, 17/07
Frango fica menor e mais caro um mês e meio depois do fim da greve dos caminhoneiros (09:33)
Exportação de material genético avícola cresce 33% no semestre (09:31)
Inscrições pela internet para o Encontro Técnico Avícola terminam nesta terça-feira (09:00)
Aviagen investe estrategicamente em seu programa de melhoramento genético no Reino Unido (08:50)
Itaú BBA, Bradesco BBI e Morgan Stanley irão assessorar BRF em vendas (08:33)
5ª FAVESU já tem data e local confirmados (08:19)
Curso sobre incubação de ovos começa nesta quarta-feira 18/07, em Cascavel (PR) (08:14)
Com guerra comercial, cotação da carne suína desce a ladeira nos EUA (08:11)
Exportações de carne suína totalizam 278,3 mil toneladas no 1° semestre (08:10)
Milho: mercado tem dia correção técnica e fecha pregão desta 2ª com ligeiras valorizações em Chicago (08:06)
Soja sobe pelo 2º dia consecutivo em Chicago nesta 3ª feira com suporte nas condições das lavouras dos EUA (08:00)
USDA reduz índice de lavouras de soja e milho em boas ou excelentes condições (07:48)