Domingo, 20 de Janeiro de 2019
Saúde Animal

Paraná ganha novos equipamentos para prevenção e detecção de Influenza Aviária
Curitiba, PR, 10 de Julho de 2018 - O Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar) entregou na terça-feira, 03, dois novos equipamentos ao Centro de Diagnóstico Marcos Enrietti, administrado pela Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar). O objetivo é potencializar a prevenção da Influenza Aviária no estado, além de outras doenças. Com o investimento de aproximadamente R$ 300 mil, será possível detecção, quantificação e monitoramento em tempo real, além da ampliação da capacidade de diagnóstico do laboratório.

Parceria - De acordo com o diretor-presidente da Adapar, Inácio Kroetz, a parceria mostra a importância da defesa sanitária animal. "O setor, ao investir na defesa sanitária pública, está atribuindo valor aos próprios investimentos que já fez anteriormente em sua parte produtiva para habilitação aos países mais exigentes do mundo. É a parceria ganha ganha, o estado com a rapidez nos ensaios de monitoramento e diagnóstico e a avicultura com o compromisso que a Adapar tem em realizar este monitoramento para garantir o acesso aos mercados", destaca.

Vantagens - Entre as vantagens da modernização destacam-se a rapidez e a precisão das análises. "Com a aquisição dos equipamentos ao Centro de Diagnóstico Marcos Enrietti, que é o laboratório oficial do estado para diagnóstico de enfermidades de interesse da defesa sanitária animal, estaremos colocando o Paraná como referência nacional no diagnóstico de enfermidades avícolas, proporcionando ao produtor diagnósticos mais precisos e rápidos, beneficiando, assim, toda a cadeia produtiva", explica a médica veterinária Rosaria Richartz, gerente de laboratórios da Adapar.

Fundo - O investimento será feito por meio do Fundo de Assistência Sanitária para a Avicultura (Funasavi-PR). Instituído pelo Sindiavipar há 10 anos, fundo atualmente com o apoio de toda a cadeia avícola do estado para manter a avicultura do Paraná entre as melhores do mundo. A reserva foi criado com a finalidade de contribuir para a prevenção, controle e erradicação de doenças que atinjam o setor, além de medidas de sanidade e ações que evitem a disseminação de patologias.

Recurso - "Este é um recurso essencial para manutenção do status sanitário do Paraná e, hoje, a Influenza Aviária é a doença que mais preocupa a avicultura mundial. Nós temos status livre da doença, porém, é necessário termos equipamentos suficientes para detectar a enfermidade se for necessário. Os exames são preventivos e de avaliação, o que nos permite ainda mais segurança, um status de real sanidade das aves do estado", afirma o presidente do Sindiavipar, Domingos Martins.

Funcionamento - Através da parceria entre o Sindiavipar e a Adapar foram adquiridos dois equipamentos utilizados para diagnósticos por técnicas moleculares: o Applied Biosystems® 7500 Fast Real-Time PCR Systems e o NanoDrop One Espectrofotômetro. Segundo a médica veterinária Rosária, o primeiro consiste em uma plataforma integrada de termociclagem ultra-rápida, para detecção, quantificação e monitoramento em tempo real de produtos obtidos por amplificações de DNA in vitro, capaz de processar simultaneamente 96 amostras e fornecer os resultados em aproximadamente 35 minutos.

Capacidade de diagnóstico - Já o outro equipamento identifica contaminantes e fornece concentrações precisas das amostras, otimizando o resultado final das análises. "A capacidade de diagnóstico do laboratório será aumentada. A aquisição desses equipamentos possibilitará que novos diagnósticos sejam implantados pela técnica de PCR (reação em cadeia da polimerase) em tempo real. Hoje, o laboratório realiza, na área de saúde animal, ensaios que empregam técnicas sorológicas, a identificação de patógenos por isolamento e a detecção de patógenos por PCR convencional", finaliza Rosária.

Sobre o Sindiavipar - O Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar) representa 42 abatedouros, incubatórios e frigoríficos paranaenses. Desde sua fundação, há 25 anos, o Sindiavipar tem trabalhado para buscar o crescimento e a sustentabilidade da avicultura do estado, buscando sempre representatividade no mercado interno e externo. Atualmente, o Paraná é o maior produtor e exportador nacional, além de referência em sanidade avícola e responde por mais de 35% das exportações de carne de frango do país, embarcando o produto para mais de 160 países em todo o mundo.
(Sistema Ocepar) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Domingo, 20/01
Sexta-Feira, 18/01
FRANGO/CEPEA: desaquecimento de negócios pressiona valores da carne (09:51)
OVOS/CEPEA: poder de compra do avicultor inicia 2019 em queda (09:50)
Milho: produtor de MT revê planos para safrinha (09:45)
Porto de Itajaí fecha o ano com melhor resultado desde 2011 (09:23)
Estudo sugere 'dieta universal' para salvar o planeta (09:22)
Ministério remove 'blindagem' de superintendências estaduais (08:22)
Boi Gordo: oferta regulada à demanda (08:09)
Milho: quinta-feira chega ao fim com preços em alta de até 6 pontos na Bolsa de Chicago (08:05)
Soja fecha a 5ª feira com altas de mais de 13 pts em Chicago com correção técnica e olhos no Brasil (08:00)
Quinta-Feira, 17/01
SUÍNOS/CEPEA: média do vivo é a menor para janeiro desde 2007 (11:06)
BOI/CEPEA: bom planejamento pode garantir margens positivas no fim de 2019 (11:03)
Balança Comercial Paulista registra superávit de US$ 11,49 bilhões, aponta IEA (11:02)
2ª Conbrasul Ovos 2019 vai reunir lideranças da avicultura de postura nacional e internacional de 16 a 19 de junho (09:28)
Presidente da ABPA se reúne governador Eduardo Leite (09:05)
Ministério tenta reabrir UE a carnes e pescados (08:28)
Milho: Bolsa de Chicago mantem tendência ao longo do dia e encerra quarta-feira em alta (08:23)
Carrefour vai monitorar fornecedores de carne por câmeras na França (08:20)
Fiscais Agropecuários gaúchos passarão por capacitação em inspeção (08:05)
STF abre investigação contra políticos na Operação Carne Fraca (08:02)
Três laboratórios têm selo Inmetro cancelado após descobertas da Operação Trapaça (08:00)
Cotação do boi gordo estável em São Paulo e frouxa em Mato Grosso do Sul (07:30)
Em mais um dia vazio de informações, soja fecha estável em Chicago nesta 4ª feira (07:18)
Quarta-Feira, 16/01
Brasil fomenta o maior projeto agropecuário da África (09:01)
ICC Brazil participa do IPPE 2019 (09:01)
Presença diária de fiscais em frigoríficos deverá ser mantida (08:56)
Quantos likes um ovo merece? (08:30)
Boi Gordo: atenção com as vacas e novilhas (08:04)
Milho: Bolsa de Chicago encerra terça-feira com quedas nos preços (08:02)
Soja trabalha em campo positivo nesta 4ª feira em Chicago em ajuste técnico depois das baixas (08:00)
Valor da Produção fecha 2018 em R$ 569,8 bilhões (07:49)
Terça-Feira, 15/01
FRANGO/PERSPEC 2019: após ano difícil, cenário sinaliza recuperação para 2019 (11:27)
OVOS/PERSPEC 2019: excesso de produção pode limitar ganho; produtores devem ter cautela em 2019 (11:25)
SUÍNOS/PERSPEC 2019: exportação e custo menor podem garantir ano mais positivo (11:23)
BOI/PERSPEC 2019: após exportação recorde em 2018, setor aposta em demanda interna em 2019 (11:21)
Foto de ovo tem o maior número de “curtidas” do mundo (07:39)
Redes de fast-food não se comprometem com bem-estar de frangos, diz ONG (07:38)
eSocial: o que o empregador PF precisa saber sobre CAEPF (07:37)
Baixa demanda por carne bovina mantém mercado do boi com pouca movimentação (07:20)
Importações chinesas de soja recuaram 8% em 2018 (07:18)
Soja testa leves altas em Chicago nesta 3ª feira corrigindo as últimas baixas (07:17)