Segunda-feira, 18 de Junho de 2018
Matérias-Primas

Milho em Chicago fecha a 6ª em alta, mas negativo na semana
Campinas, SP, 11 de Junho de 2018 - Ao fechamento da sexta-feira (8) na Bolsa de Chicago (CBOT), o milho esfriou um pouco do esforço de alta maior que foi visto horas antes, depois de abrir o dia em leve queda. As margens perdidas deixaram a commodity próxima da estabilidade, mas ainda pesando as incertezas do comércio dos Estados Unidos nas disputas comerciais.

As variações positivas ficaram no intervalo de 1,5 a 1,25 ponto, com o julho a US$ 3,77, o setembro a US$ 3,86 e o dezembro a US$ 3,98.

Como reforçou Ted Seifried, analista da Zaner Ag Hedge, à Reuters, “temos boas condições e uma previsão relativamente não ameaçadora, por isso retiramos muito do prêmio climático. Isso foi agravado pela incerteza sobre o comércio”.

As chuvas previstas ajudaram a retirada da precificação climática, apesar do risco de precipitações fortes em áreas do Cinturão do Milho, além do que os índices de condição da safra, do USDA, estão entre positivos para o milho.

E o USDA traz novo relatório na terça (12), com um panorama mundial, o que deixa o mercado de sobreaviso.

A alta desta última sessão da semana não tirou do negativo o acumulado na CBOT desde o dia 1º de junho, em todos os vencimentos – mas todos relativamente dentro da margem de estabilidade.

BM&F Bovespa

Na BM&F Bovespa, as cotações futuras do milho encerraram o pregão desta sexta-feira (8) em campo negativo. As principais posições da commodity recuaram entre 0,59% e 1,76%. O vencimento julho/18 era cotado a R$ 42,00 a saca e o setembro/18 fechou o dia a R$ 39,87 a saca.

As cotações acompanharam a queda registrada no dólar, que mesmo após a atuação do Banco central, caiu 5% nesta sexta-feira e fechou o pregão a R$ 3,7065 na venda. A queda é a maior desde 13 de outubro de 2008, quando o câmbio recuou 7,74%.

"A atuação mais firme do Banco Central no mercado de câmbio e o lembrete do presidente da autoridade, Ilan Goldfajn, de que há outros instrumentos que pode usar para ampliar a liquidez surtiu efeito e o dólar despencou mais de 5,5 por cento nesta sexta-feira, voltando ao patamar de 3,70 reais, maior tombo em quase dez anos", informou a Reuters.
(Notícias Agrícolas) (Redação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 18/06
Sexta-Feira, 15/06
Em sua 59ª edição, Festa do Ovo de Bastos tem espaço ampliado e dia específico para o entretenimento (14:35)
II Encontro ASGAV/SIPARGS sobre energia alternativa e complementar (10:02)
Pedro Parente assume como CEO Global da BRF na próxima semana (08:49)
Pressão derruba diretor de inspeção do Ministério da Agricultura (08:46)
Korin decide ampliar foco dos negócios (08:41)
Creche de Água Clara (MS) conta com o apoio da Cobb-Vantress (08:33)
Wisium lança aplicativo que ajuda empresas do setor avícola melhorarem rentabilidade (08:30)
Agroceres Multimix participa de mais uma edição do Avicultor e mostra que o setor conta com as melhores soluções em nutrição animal (08:25)
IBGE: produção de ovos cresceu 7,1% (08:12)
Abate de frangos caiu 1,2% frente no 1° trimestre de 2018 (08:11)
Preços agrícolas sobem 2,17% em maio, afirma IEA (08:09)
Milho: mesmo com o nervosismo da disputa EUA X China, queda de até 13 pts em Chicago surpreende (08:03)
Soja: mercado brasileiro com poucas referências (07:59)
Soja: com foco na China e na safra dos EUA, mercado recua pelo 2º dia consecutivo em Chicago (07:50)
Quinta-Feira, 14/06
Conselho indica Parente como CEO da BRF (10:13)
Oferta e preços dos alimentos in natura voltam ao 'normal' (10:11)
Concurso de Qualidade de Ovos de Bastos 2018 amplia a representatividade da Comissão Julgadora (09:00)
Conab vai remover 140 mil toneladas de milho com cota para autônomos (08:59)
Exportações do agronegócio cresceram para US$ 10 bi em maio (08:30)
Milho: Mercado encerra 4ª feira com leves desvalorizações em Chicago (08:04)
Soja: Com China no radar, mercado tem forte queda nesta 4ª na CBOT e toca menor nível em nove meses (08:00)
Quarta-Feira, 13/06
Programa Ovos RS e SENAI avançam nos preparativos para atendimento ao SIF (16:35)
Carne de frango e Suína brasileiras marcam presença na Copa do Mundo (16:08)
Relação com União Europeia vai endurecer, afirma Maggi (10:47)
Comitê formado por CNA, Agricultura e ABPA discutirá revisão de normas técnicas (09:38)
Saiba qual é o frango que o Brasil quer levar para o país da Copa (09:37)
Seca afeta produção mundial, diz USDA (08:37)
BRF está fazendo “o possível e o impossível” para não fechar fábricas (08:16)
Suíno Vivo: altas em SP, RS e SC (08:12)
CNA protocola ação no STF contra tabelamento de frete (08:06)
Safrinha de milho deverá recuar 14% (08:05)
Mercado interno da soja permanece com poucas movimentações (08:00)
Terça-Feira, 12/06
Preço do frango congelado no atacado tem alta de 44,5% em São Paulo (10:27)
Sequência de crises leva avicultura do país do céu ao inferno em pouco tempo (09:16)
Aviagen incentiva programa local de música jovem no Brasil (08:44)
Yamasa compõe o time de apoiadores do Avicultor 2018 (08:40)
Ministro Blairo Maggi vai à Comissão de Agricultura do Senado (08:38)
Conab registra destaque histórico para produção de 230 mi t e área de 61,6 mi ha (08:36)
Mapa é autorizado a contratar 300 médicos veterinários concursados (08:35)
Uma safrinha de milho ainda mais magra (08:22)
Exportações de carne bovina caíram 0,6% em maio, para US$ 462 milhões (08:15)
USDA indica queda de 1% no índice de lavouras de soja e milho em boas condições nos Estados Unidos (08:02)
Mercado interno da soja apresenta leves movimentações na abertura da semana (08:00)