Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018
Empresas

JBS na mira da CVM em caso do IPO
Rio de Janeiro, RJ, 17 de Maio de 2018 - A reorganização societária da JBS, anunciada ao mercado em maio de 2016, é alvo de processo sancionador na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Administradores e conselheiros da empresa são acusados pelo regulador de não terem divulgado o fato ao mercado de forma "tempestiva", mesmo com a oscilação atípica dos papéis após a divulgação da operação na imprensa.

No caso - anterior aos processos abertos por causa da delação premiada dos irmãos Batista -, são acusados o então vice-presidente do conselho e presidente da empresa, Wesley Batista; o diretor de relações com investidores, Jerry O´Callaghan; e os conselheiros Claudia Santos, José Batista Sobrinho, Tarek Farahat, Humberto de Farias, Sérgio Waldrich e Márcio Alves Pinto. Eles ofereceram pagar e R$ 900 mil para encerrar o caso. A proposta de termo de compromisso está sob análise da Procuradoria Federal Especializada (PFE/CVM).

A Superintendência de Relações com Empresas da CVM se concentra em fatos ocorridos no fim de novembro de 2016, após divulgação de reportagem que antecipou a retomada da reorganização societária, inicialmente divulgada em maio daquele ano pela JBS mas suspensa após veto do acionista BNDESPar.

O papel subiu 19% alguns dias depois, no início de dezembro daquele ano, após a JBS ter confirmado a retomada dos planos, a partir do pedido de IPO (oferta inicial de ações, na sigla em inglês) da subsidiária JBS Foods International.

Com a operação, a JBS pretendia transferir ativos que eram responsáveis por cerca de 80% das vendas para a subsidiária JBS Foods Internacional, com sede na Holanda. A subsidiária seria controlada pela JBS no Brasil e teria ações listadas na bolsa de Nova York. Depois que a delação premiada dos irmãos Batista veio à tona, o plano do IPO ficou em segundo plano, mas a JBS declarou mais de uma vez que pretende retomá-lo ainda neste ano.

De acordo com a área técnica da CVM, O´Callaghan foi uma das pessoas que participaram de reunião do conselho da JBS, em 23 de novembro de 2016, em que foi feita apresentação sobre a estrutura da oferta e dadas informações jurídicas sobre o tema. Para a área técnica da autarquia, ele deveria ter divulgado fato relevante após o vazamento da informação na mídia.

Entre os argumentos da defesa dos conselheiros, está o fato de que um possível IPO era conhecido pelo mercado. Também alega que apenas depois da confirmação da empresa sobre a operação é que os papéis da JBS dispararam. A defesa de Wesley diz que não é obrigação do conselho o monitoramento de informações não relevantes sobre a companhia.

Por sua vez, a defesa do diretor de relações com investidores da JBS diz que a reportagem não revelou ao mercado qualquer informação relevante ou desconhecida do mercado, se limitando a publicar fatos publicados anteriormente. Procurada pelo Valor, a JBS não quis comentar.

(Valor) (Juliana Schincariol )
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 17/10
Terça-Feira, 16/10
Da ABPA aos candidatos (09:18)
PF indicia Abilio Diniz e Pedro Faria no âmbito da Operação Trapaça (07:49)
Após relatório da PF, BRF defende tolerância zero e afasta 14 pessoas (07:48)
Milho fecha em alta na Bolsa de Chicago nesta 2a feira com clima adverso para colheita nos EUA (07:44)
Com demanda forte e clima adverso no Corn Belt, soja fecha com mais de 2%de alta em Chicago (07:40)
Plantio de soja evolui em ritmo acelerado em quase todo o país (07:39)
Brasil ganha mercado de soja na China, mas perde espaço para EUA na Europa (07:31)
MILHO/CEPEA: indicador recua quase 6% no acumulado do mês (07:30)
SOJA/CEPEA: dólar cai e pressiona valores internos da soja (07:29)
Segunda-Feira, 15/10
CBNA debate nutrição animal e produção sustentável de alimentos a partir de amanhã, no VIII CLANA, em Campinas, SP (13:29)
Programa Ovos RS: Atividades e Eventos (10:57)
Vetanco realiza Oficina de Trabalho em Carpina-PE (10:35)
Conheça a campanha Ovo Capixaba (10:32)
Da ABPA aos candidatos (09:19)
Agronegócio teme radicalismo e falta de experiência em equipe de Bolsonaro (08:15)
FRANGO/CEPEA: preços registram alta no atacado paulista (08:11)
SUÍNO/CEPEA: menor oferta para abate mantém preços estáveis na maior parte das regiões (08:07)
BOI/CEPEA: indicador oscila com força, mas acumula queda na parcial deste mês (08:05)
Projeções confirmam o peso do Brasil nas exportações de grãos (08:05)
Milho: mercado em Chicago ainda sente efeitos positivos do USDA e fecha em alta nesta 6ª feira (08:02)
Soja começa semana com estabilidade em Chicago nesta 2ª feira e foca colheita nos EUA (08:00)
Sexta-Feira, 12/10
Quinta-Feira, 11/10
Programa Ovos RS: eventos em Comemoração ao Dia Mundial do Ovo 2018 (11:56)
Globalmente, pescados batem carnes nas exportações (10:50)
Brasil poderá colher até 238 milhões de toneladas de grãos na safra 2018/19 (10:34)
ASGAV e Programa Ovos RS oficializam parceria com o Instituto do Câncer Infantil para apoio à 25ª Corrida pela Vida (09:29)
Programa Ovos RS: eventos em Comemoração ao Dia Mundial do Ovo 2018 (09:03)
Tradicional omelete do IOB faz parada na DSM (08:41)
Ceva Saúde Animal recebe palestra de nutricionista do IOB na Semana do Ovo (07:43)
Agronegócio: em setembro, vendas externas do setor somam mais de US$ 8 bilhões (07:36)
Participação maior do agro exterior passa por viés mais comercial do governo (07:34)
Milho: mercado fecha em queda na Bolsa de Chicago especulando números mais altos do USDA (07:31)
Soja: preços voltam a cair no Brasil nesta 5ª feira e travam ainda mais negócios da nova safra (07:29)