Terça-feira, 13 de Novembro de 2018
Empresas

Safeeds apresenta programa para controle de Salmonella

ProSafe une diferentes pontos de controle para reduzir contaminação e garantir segurança alimentar.
Campinas, SP, 16 de Maio de 2018 - Integradoras, produtores e também consumidores de produtos de origem animal estão sendo beneficiados com o Programa de Controle de Salmonella – o ProSafe, que une diferentes pontos de controle para garantir a segurança alimentar.

O programa de Controle de Salmonella se destaca agora pela importância que esse patógeno ganhou nos últimos dias, com a proibição da exportação de carne de frango a partir de diferentes frigoríficos brasileiros para a Europa. A Safeeds dispõe de ferramentas estratégicas para combater essa doença e investe no desenvolvimento de soluções para que os produtores de frango controlem a contaminação por Salmonella.

“Nossa missão é ajudar o nosso cliente, avaliando todos os pontos e implantando um programa que garanta a segurança em toda a cadeia, monitorando e corrigindo pontos falhos no processo produtivo”, explica o gerente de mercado da Safeeds, Juliano Trevizoli.

Sendo o Brasil o segundo maior produtor de frango no mundo, Trevizoli diz ser bastante difícil produzir aves com ausência completa de Salmonella, mas é preciso manter níveis baixos desse patógeno no campo. “O apoio do produtor é imprescindível para conseguir bons resultados nesse trabalho de combate. Todas as recomendações de limpeza, desinfecção, cama do aviário, biossegurança e demais orientações do especialista da indústria devem ser seguidas”, enfatiza.

De acordo com o gerente de mercado da Safeeds, o especialista, junto com o produtor, é quem vai garantir o controle da Salmonella.

Detalhes do Programa Controle de Salmonella

A Safeeds montou um programa completo para auxiliar as integradoras de frango a fim de monitorar os possíveis problemas no processo de produção. O trabalho ocorre nas fábricas de ração, aviários e incubatórios. O processo de análise de amostras e treinamentos de biosseguridade ocorre em todos os ambientes, inclusive nos abatedouros.
O uso estratégico de pontos de corte é determinado pela ampla monitoria, aliado a experiência da equipe técnica Safeeds.

“Com todo esse processo estamos visando a segurança alimentar dos consumidores e evitamos a contaminação nos produtos finais”, garante Juliano Trevizolli.

A Safeeds conta com equipe especializada para suporte técnico em toda a cadeia. Os trabalhos de pesquisa também auxiliam no desenvolvimento dos melhores produtos para o controle de Salmonella. Profissionais do Brasil e de outros países realizam testes diariamente com aves para buscar as melhores soluções para o problema.

Programa de Soluções Safeeds – ProSafe

O ProSafe contempla sete programas: Controle de Salmonella; Digestibilidade Monogástricos; Digestibilidade Ruminantes; Hidratação; Micotoxinas; Consumo de Alimentos; e, Conservação de Alimentos e Matérias Primas.

Cada uma dessas frentes possui várias ações, com pesquisa de campo e testes em laboratório. A partir disso, realiza-se o desenvolvimento de soluções e produtos para cada necessidade, envolvendo diferentes espécies. Para saber mais acesse: www.safeeds.com.br/prosafe
(Safeeds) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 13/11
Segunda-Feira, 12/11
MILHO/CEPEA: depois de cair por quase três meses, preço sobe em algumas regiões (10:27)
SOJA/CEPEA: demanda internacional incerta reduz prêmio no Brasil e valores recuam (10:25)
Diretório Acadêmico de Medicina Veterinária da IMED homenageia Francisco Sérgio Turra (10:20)
Languiru e Dália Alimentos assinam acordo de intenções (09:03)
'Futuro governo não pode fechar portas para o agronegócio' (08:15)
Soja opera em queda na Bolsa de Chicago nesta 2ª feira e corrige altas da última semana (08:00)
Exportadores de carne temem mudança de embaixada para Jerusalém (07:36)
Sexta-Feira, 09/11
FRANGO/CEPEA: preço da carne inicia novembro em alta (09:41)
OVOS/CEPEA: oferta diminui e preços voltam a subir (09:30)
MSD Saúde Animal é reconhecida como a melhor empresa para se trabalhar no segmento de saúde animal (09:22)
"Nunca prometi prazo para virar o jogo na BRF", diz Pedro Parente (09:20)
Agora, Tyson foca expansão no exterior (09:17)
Cobb-Vantress compartilha experiência em manejo de machos no Latin American Poultry & Nutrition Congress 2018 (08:07)
Brasil e EUA vão produzir menos soja, mas estoques são recordes (07:54)
Contratação de crédito rural até outubro soma R$ 64 bilhões (07:52)
Boi: melhora da oferta colabora para queda dos preços da arroba (07:49)
Milho: USDA reduz projeção para a safra dos EUA e mercado fecha 5ª com leves altas em Chicago (07:48)
USDA tem efeito limitado e soja fecha estável na Bolsa de Chicago nesta 5ª feira (07:46)
Quinta-Feira, 08/11
Wisium intensifica atuação na Região Sul (13:29)
SUÍNOS/CEPEA: início de mês e retomada das compras russas impulsionam preços (11:42)
BOI/CEPEA: apesar da pressão da indústria, indicador se sustenta (11:40)
China se torna o maior mercado para carne suína catarinense (09:45)
Grãos: Conab estima uma produção entre 233,7 e 238,3 milhões de toneladas (08:40)
Agronegócio elogia experiência de futura ministra, mas destaca desafios (08:17)
Boi Gordo: baixa volatilidade no mercado (08:10)
Exportações de carne de frango mantém alta em outubro (08:09)
Soja brasileira com boas perspectivas para 2019, mesmo se confirmado acordo entre China e EUA (08:00)
Quarta-Feira, 07/11
Tereza Cristina é anunciada como ministra da Agricultura de Bolsonaro (19:28)
JBS vai vender carne na China pela internet (08:32)
Acionistas da BRF aprovam extensão do mandato de Pedro Parente (07:46)
Presidente da ABPA é palestrante do II Congresso Internacional de Direito Agrário e do Agronegócio (07:30)
Carne bovina tem alta e pode colaborar com retomada de preço no mercado do boi (07:18)
Importações chinesas de soja vão cair 10%, diz USDA (07:10)
Soja fecha estável em Chicago e mantém mercado lento também no Brasil nesta 3ª feira (07:00)