Terça-feira, 22 de Maio de 2018
Empresas

Convenção marca a hora da virada da Vaccinar
Belo Horizonte, MG, 23 de Abril de 2018 - Nas palavras do Presidente da Vaccinar, Nelson Lopes, “a Convenção de Vendas: A Hora da Virada foi um sucesso”. O evento que ocorreu no período de 10 a 13 de março, no Ouro Minas Palace Hotel, em Belo Horizonte (Minas Gerais), contou com a participação de cerca de 180 pessoas, entre presidência, diretoria, gerências, promotores e representantes comerciais.

Julio Pinto, Diretor de Negócios Nutrição, explica que o tema central, A Hora da Virada, permeou todo o evento e retrata bem o cenário que a empresa constrói para conquistar os objetivos traçados num ambiente de grandes desafios. De acordo com o diretor, foram três dias de muita interação, troca de experiências, alinhamento e aprendizado.

A partir da compreensão do cenário e da disseminação dos seus objetivos, a empresa acredita na Hora da Virada como um processo natural, que alia ações de reestruturação da organização, de ampliação de investimentos e do desenvolvimento de ações estratégicas que somadas com o esforço conjunto possibilita a conquista dos objetivos. Assim, para fazer frente aos propósitos da empresa, a Convenção contou com atividades dirigidas à preparação dos participantes para o trabalho em equipe, identificação de oportunidades e superação de desafios.


Três dias de muita interação, troca de experiências e aprendizado deram o tom do encontro.

Palestras e Dinâmicas

A fim de preparar os participantes para os desafios inerentes ao segmento, a organização desenvolveu um programa interativo, compreendendo pontos necessários ao máximo aproveitamento do público.

O primeiro dia, 10 de março, foi destinado à Confraternização e Reconhecimento e incluiu o pronunciamento do presidente, no qual ele abriu o evento, agradecendo e dando as boas-vindas aos participantes. Além disso, reconheceu e promoveu o reconhecimento das pessoas que se destacaram em diversas modalidades. O momento foi importante para abrir a Convenção com energia positiva e alto-astral.

Já no dia 11, o ponto alto foi a palestra de Márcio Ballas, pioneiro e maior referência de improviso no Brasil, Ballas falou sobre improviso e criatividade, importantes ingredientes no processo de vendas e negociação. Entre outros aspectos, o palestrante ressaltou que o sucesso é uma decisão e não um acaso e que para desenvolver qualquer ação, planejamento e humor são fundamentais.

O dia seguinte foi marcado por apresentações distintas que juntas contribuíram para o alto nível da Convenção. Em primeiro lugar, a palestra Perspectivas do Mercado Mundial, proferida por Osler Desouzart, trouxe aspectos relevantes relativos às práticas comerciais adotadas no mercado mundial, apresentação e análise de resultados. Uma das conclusões apresentadas pelo palestrante é que o Brasil deve seguir liderando as exportações mundiais de carne bovina em 2026.

Outras atividades de destaque do dia foram denominadas A Hora da Virada: Construindo uma nova etapa e A Hora da Virada: Mudando Atitudes contaram com apresentações da equipe Vaccinar. Nesse momento, foram apresentadas as ações desenvolvidas para embasar a construção de diversas ações que impulsionarão o momento de virada da instituição. Apesar de todas as ferramentas e ações apresentadas, ficou evidente que o engajamento de todos é essencial para assegurar o êxito do projeto.

Do mesmo modo, A hora da virada: Uma porta que só abre por dentro, título da palestra proferida por Waldez Ludwig, contribuiu para reforçar uma importante mensagem para o fechamento do evento. A palestra motivadora foi impactante por propiciar a reflexão e levar os presentes a se indagarem sobre as suas práticas diárias. Entre os ensinamentos trazidos por ele está a compreensão de que “quando o trabalho é um prazer a vida é uma alegria”, mas, por outro lado “quando o trabalho é dever, a vida é escravidão”.

Conclusão

Em decorrência do esforço empreendido para realizar um evento impactante, esclarecedor e motivador, Lopes acredita que “A hora da virada é um marco na história da Vaccinar”. Confiante, acrescenta que a equipe está totalmente engajada com a transposição dos desafios. Segundo o Presidente, o sucesso foi confirmado por meio de relatos diretos e através da avaliação das atividades, nas quais os participantes registraram sua motivação e o entusiasmo com o momento vivido.

Diante desse cenário, a perspectiva é a transposição dos desafios e a continuidade do desenvolvimento da Companhia, uma vez que “a equipe da Vaccinar tem trabalhado de forma muito profissional e comprometida com o desenvolvimento de ações que visam preparar a empresa para esse cenário”, finaliza.
(Vaccinar) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 22/05
Greve dos caminhoneiros causa paralisação total na Aurora Alimentos (18:35)
ABPA alerta sobre os riscos de continuidade das paralisações e bloqueios nas rodovias federais e estaduais do País (10:31)
Fim do embargo russo a carnes está próximo (08:52)
Preços agropecuários em São Paulo subiram 2,14% em abril (08:24)
Rússia reabrirá seu mercado às carnes do Brasil (08:19)
Milho: mercado brasileiro apresenta leves movimentações (08:05)
MILHO/CEPEA: incertezas quanto à produtividade e alta do dólar elevam preço interno (08:02)
SOJA/CEPEA: dólar se valoriza, mas prêmio e preço externo recuam no Brasil (08:01)
Chicago x Dólar: preços da soja no BR mantêm equilíbrio após dia intenso (08:00)
Segunda-Feira, 21/05
Cobb-Vantress participa de evento Avicola & Porcinos, na Argentina (14:40)
Preços agropecuários: IEA aponta nova alta em abril de 2018 (11:07)
FRANGO/CEPEA: menor disponibilidade de carne e demanda mais firme elevam cotações (09:14)
OVOS/CEPEA: oferta diminui e preços voltam a subir (09:13)
Custos de produção de suínos e de frangos de corte acumulam mais um mês de aumento em 2018 (08:59)
Aviagen anuncia Novo Gerente Global de Serviços de Nutrição (08:43)
Consultoria reduz em mais de 15% previsão da 2ª safra de milho do Brasil por seca (08:10)
Soja: mercado sobe mais de 1% em Chicago nesta 2ª com suspensão da disputa entra China e EUA (08:00)
Sexta-Feira, 18/05
OMC vê desaceleração no comércio, que já atinge os emergentes (11:38)
Blairo Maggi anuncia abertura do mercado da Coreia do Sul para carne suína brasileira (11:36)
Vendas do campo ao Irã em risco (09:01)
Blairo pede para que China não aplique sobretaxa ao frango brasileiro (08:52)
Ceva Saúde Animal e a Associação Mundial de Medicina Veterinária premiam pesquisador brasileiro por estudos voltados ao bem-estar animal (08:47)
Nova Supervisora Regional de Serviços Técnicos da Aviagen no Brasil traz grande conhecimento em frangos de corte (08:41)
Apesar das chuvas próximas nos EUA, milho cai 4 pontos na CBOT por ajuste técnico (08:09)
Soja tem boas altas em Chicago nesta 6ª feira com correção técnica e expectativas sobre a China (08:00)
Quinta-Feira, 17/05
Aviagen expande capacidade de incubatório no Brasil (09:09)
JBS na mira da CVM em caso do IPO (06:56)
Bronquite Infecciosa: Um desafio para indústria avícola mundial (06:45)
Blairo Maggi afirma que pauta de exportações entre Brasil e China será diversificada (06:43)
Não faltam recursos para financiamento da safra, afirma Wilson Vaz de Araújo (06:39)
Sobra milho, mas há importação (06:25)
Milho: Chicago devolve parte dos ganhos da véspera e os futuros perderam até 3 pontos nesta 4ª feira (06:20)
Soja fecha com forte baixa em Chicago, mas dólar em alta limita recuo no Brasil (06:15)
Quarta-Feira, 16/05
Exportações do agronegócio garantiram superávit da balança comercial (06:54)
Safeeds apresenta programa para controle de Salmonella (06:51)
Ministro da Agricultura anuncia diálogo com a União Europeia para retomar exportação de carne de frango (06:48)
Eumar Novacki debate saúde animal com produtores do Oeste Catarinense (06:46)
Para JBS, alta dos preços dos grãos deverá perdurar (06:43)
BRF está proibida de exportar para a Europa a partir de hoje (06:39)
Milho do Paraná tem pior condição que em 2015/16, quando safra quebrou, diz Deral (06:38)
Chuvas nos EUA puxam o milho em até 5,75 pts; alta também na BM&F e em Sorriso mais de 6,5 % (06:37)
Soja: preços e negócios no Brasil são favorecidos pela disparada do dólar (06:36)