Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018
Saúde Animal

País quer ficar livre de aftosa até 2023
Brasília, DF, 03 de Abril de 2018 - O Ministério da Agricultura reforçou ontem a intenção de alçar o Brasil ao status de país livre de febre aftosa sem vacinação até 2023 na Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), com vistas a ampliar os mercados para a carne bovina brasileira. Atualmente, Santa Catarina é o único Estado brasileiro a ter esse reconhecimento internacional.

Conforme o cronograma da Pasta, a partir de maio de 2019, Acre e Rondônia, municípios do Amazonas e Mato Grosso começarão a suspender a vacinação. A previsão é de que pecuaristas desses locais parem de vacinar o rebanho após maio de 2021, e que todo país seja reconhecido como livre de aftoPaís sa sem vacinação até maio de 2023. Antes disso, porém, a OIE vai reconhecer o Brasil como livre com vacinação, em sua reunião anual, entre os dias 22 e 23 de maio deste ano, em Paris.

Em evento no Senado, parte da Semana Brasil Livre de Febre Aftosa, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, lembrou ontem que o último foco de aftosa no Brasil foi registrado no município de Japorã (MS), em abril de 2006. O primeiro caso foi notificado na região do Triângulo Mineiro, em 1895, depois da importação de bovinos da Europa.

Após o evento, Maggi falou sobre o embargo de Rússia e União Europeia às carnes brasileiras. Apesar das negociações constantes com os serviços sanitários de Rússia e UE, ele classificou o momento de "bastante tenso". "Estamos cobrando as respostas, mas temos que aguardar. Não está nas nossas mãos qualquer definição ou qualquer atraso", disse. "É um momento bastante tenso. A oferta de carnes no mercado interno é muito grande em função das paradas nas exportações", acrescentou.

Segundo ele, nesta semana, o ministério vai encaminhar nova carta aos russos informando sobre os procedimentos já feitos, após Moscou ter alegado que detectou a presença do promotor de crescimento ractopamina em lotes de carnes bovina e suína exportadas pelo Brasil.

Blairo disse ainda que o ministério trabalha para que a UE volte a importar produtos da BRF. As vendas foram suspensas por determinação do ministério depois da Operação Trapaça, que investiga fraude, envolvendo laboratórios e a BRF, nas análises de salmonela no frango. Ele lembrou que, há duas semanas, uma equipe de técnicos da Pasta esteve em Bruxelas fornecendo informações sobre os controles sobre os testes de salmonela em frango.

(Valor) (Cristiano Zaia)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 17/10
Terça-Feira, 16/10
Da ABPA aos candidatos (09:18)
PF indicia Abilio Diniz e Pedro Faria no âmbito da Operação Trapaça (07:49)
Após relatório da PF, BRF defende tolerância zero e afasta 14 pessoas (07:48)
Milho fecha em alta na Bolsa de Chicago nesta 2a feira com clima adverso para colheita nos EUA (07:44)
Com demanda forte e clima adverso no Corn Belt, soja fecha com mais de 2%de alta em Chicago (07:40)
Plantio de soja evolui em ritmo acelerado em quase todo o país (07:39)
Brasil ganha mercado de soja na China, mas perde espaço para EUA na Europa (07:31)
MILHO/CEPEA: indicador recua quase 6% no acumulado do mês (07:30)
SOJA/CEPEA: dólar cai e pressiona valores internos da soja (07:29)
Segunda-Feira, 15/10
CBNA debate nutrição animal e produção sustentável de alimentos a partir de amanhã, no VIII CLANA, em Campinas, SP (13:29)
Programa Ovos RS: Atividades e Eventos (10:57)
Vetanco realiza Oficina de Trabalho em Carpina-PE (10:35)
Conheça a campanha Ovo Capixaba (10:32)
Da ABPA aos candidatos (09:19)
Agronegócio teme radicalismo e falta de experiência em equipe de Bolsonaro (08:15)
FRANGO/CEPEA: preços registram alta no atacado paulista (08:11)
SUÍNO/CEPEA: menor oferta para abate mantém preços estáveis na maior parte das regiões (08:07)
BOI/CEPEA: indicador oscila com força, mas acumula queda na parcial deste mês (08:05)
Projeções confirmam o peso do Brasil nas exportações de grãos (08:05)
Milho: mercado em Chicago ainda sente efeitos positivos do USDA e fecha em alta nesta 6ª feira (08:02)
Soja começa semana com estabilidade em Chicago nesta 2ª feira e foca colheita nos EUA (08:00)
Sexta-Feira, 12/10
Quinta-Feira, 11/10
Programa Ovos RS: eventos em Comemoração ao Dia Mundial do Ovo 2018 (11:56)
Globalmente, pescados batem carnes nas exportações (10:50)
Brasil poderá colher até 238 milhões de toneladas de grãos na safra 2018/19 (10:34)
ASGAV e Programa Ovos RS oficializam parceria com o Instituto do Câncer Infantil para apoio à 25ª Corrida pela Vida (09:29)
Programa Ovos RS: eventos em Comemoração ao Dia Mundial do Ovo 2018 (09:03)
Tradicional omelete do IOB faz parada na DSM (08:41)
Ceva Saúde Animal recebe palestra de nutricionista do IOB na Semana do Ovo (07:43)
Agronegócio: em setembro, vendas externas do setor somam mais de US$ 8 bilhões (07:36)
Participação maior do agro exterior passa por viés mais comercial do governo (07:34)
Milho: mercado fecha em queda na Bolsa de Chicago especulando números mais altos do USDA (07:31)
Soja: preços voltam a cair no Brasil nesta 5ª feira e travam ainda mais negócios da nova safra (07:29)