Terça-feira, 17 de Julho de 2018
Bem-estar Animal

Ranking de bem-estar animal BBFAW aponta avanço de empresas brasileiras
São Paulo, SP, 14 de Março de 2018 - Práticas mais humanas e responsáveis de criação estão cada vez mais na pauta das empresas do setor alimentício. E para avaliar o comportamento destas companhias em relação ao tema, o ranking de bem-estar animal Business Benchmark on Farm Animal (BBFAW), publicado por ONGs internacionais, apresenta dados atualizados anualmente.

São informações que relatam como frigoríficos, restaurantes e agroindústrias, por exemplo, lidam com práticas mais humanas e responsáveis de criação. Ainda, o ranking de bem-estar animal relata como essas empresas se reportam quanto ao tema para o público e para a sociedade. Esta, que já é a sexta edição publicada da pesquisa, avaliou 110 grandes marcas, classificando-as entre o nível 1 (melhor) e o nível 6 (pior).

Empresas brasileiras avançaram

O Brasil se saiu bem no ranking de bem-estar animal. As companhias que representam o nosso país na lista, as gigantes BRF, JBS e Marfrig, progrediram no relatório divulgado na última semana. A Marfrig apresentou bom desempenho, subindo uma posição na pesquisa. A empresa, que havia caído para o nível 4 no ano passado, avançou para o nível 3, que abrange negócios que já realizam boas práticas de bem-estar animal mas que ainda necessitam evoluir no tema. A JBS também prosperou, passando do nível 3, em que estava estacionada por três anos, para o nível 2. Até o ano passado, a BRF era a única representante do país nesta posição. A multinacional manteve o seu lugar, continuando no nível 2.

Duas das três empresas brasileiras estão classificadas no nível 2 do ranking de bem-estar animal, atingindo um grande progresso em comparação aos dados registrados em 2016. O nível 2 significa um estágio bem próximo da liderança quando o assunto é bem-estar animal, comprovando que as companhias do país estão cada vez mais atentas sobre quanto às regras de manejo humanizado.

O BBFAW
O Business Benchmark on Farm Animal Welfare é um ranking de bem-estar animal com alcance global. O material é resultado de uma parceria entre as ONGs World Animal Protection, Compassion in World Farming e Coller Capital. As empresas são classificadas conforme a sua responsabilidade e comprometimento com boas práticas de bem-estar animal. As categorias avaliadas são: Compromisso e Política de Gestão, Governança e Implementação de Políticas, Liderança e Inovação e Relatórios de Desempenho e Impacto. Todas as informações verificadas são divulgadas pelas próprias empresas avaliadas.

O desempenho de destaque do país no ranking de bem-estar animal também pode ser explicado pelo fato de as empresas brasileiras avaliadas serem grandes exportadoras para os EUA e a Europa, locais onde já é preciso assegurar o bem-estar animal. O Brasil ainda continua com o mesmo número de empresas consideradas e sem nenhum representante no topo da lista. Estamos crescendo, mas ainda engatinhando.
(Certified Humane Brasil) (Redação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 17/07
Segunda-Feira, 16/07
Lar de Idosos de Guapiaçu recebe ajuda voluntária da Cobb-Vantress em parceria com a Prefeitura (14:24)
Marca Biovet Vaxxinova é lançada com robusto portfólio para saúde animal (09:00)
Saldo da balança do agro em junho é de US$ 8,17 bilhões (08:23)
FRANGO/CEPEA: embarques têm desempenho fraco em 2018 (08:13)
OVOS/CEPEA: impulsionada por vendas de ovo industrializado, exportação cresce em junho (08:10)
SOJA/CEPEA: consumo chinês deve recuar, mas outros países podem aumentar compras (08:08)
Milho: mercado inicia a semana com ligeiras desvalorizações na Bolsa de Chicago (08:07)
Soja inicia semana com novas baixas nesta 2ª em Chicago ainda refletindo clima e guerra comercial (08:00)
Sexta-Feira, 13/07
Festa do Ovo terá solução para codificar a casca do ovo (08:28)
Aviagen investe R$ 100 milhões no aumento da capacidade de granjas e incubatórios no Brasil (07:46)
Quinta-Feira, 12/07
Na OMC, Brasil cobra da China fim de barreiras a açúcar e frango (08:59)
Grupo Vibra, de frango, aposta em inovação e busca novo investidor (08:47)
País contesta veto a frigoríficos pela UE (08:45)
Aviagen e Cobb acirram disputa pelo mercado de genética avícola (08:42)
Vaccinar lança VacciShell no Avicultor-2018 (08:36)
Realizada reunião do Comitê Estadual de Sanidade Avícola - COESA/RS (08:31)
Granja Ono, Granja Ueyama e Granja Higashi são as grandes campeãs em qualidade de ovos em 2018 (08:23)
Boehringer Ingelheim Saúde Animal reforça seu compromisso com o segmento de postura na 59ª Festa do Ovo de Bastos 2018 (08:16)
CARNE DE FRANGO: ABPA apoia estudos de consulta na OMC sobre dumping chinês (08:13)
IOB participa da Festa do Ovo de Bastos para apresentar suas ações de fortalecimento da cadeia (08:13)
Preços dos ovos caíram 11,9% em sete dias nas granjas em São Paulo (08:09)
Milho: mercado recua mais de 2% nesta 4ª em Chicago com foco na China e no clima no Meio-Oeste (08:08)
Soja: China pode usar outras armas contra os EUA e dar novos rumos à guerra comercial (08:06)
Quarta-Feira, 11/07
Avicultores de GO temem interrupção de plantas da BRF e pedem apoio ao governo (10:50)
Senar apresenta Granja Plus a produtores rurais de 6 municípios de MS (10:10)
Trabalhadores da BRF aceitam suspensão de contratos por cinco meses (10:08)
CONAB ‘corta’ embarques de milho (09:11)
Disputa remodela mercado de commodities agrícolas (09:08)
Camex pode autorizar negociação com Cingapura (09:06)
É hoje o Concurso de Qualidade de Ovos de Bastos 2018 (08:58)
Equipe da Aviagen no Brasil acompanha clientes das Cooperativas em viagem à China (08:54)
Participação da APA na câmara de graxaria resulta em manual de ações estratégicas (08:45)
MSD Saúde Animal debate sobre sanidade na Festa do Ovo de Bastos (08:23)
Embarques de carne suína e de aves têm queda de 30% em SC (08:21)
Milho: mercado recua pelo 2º dia seguido na CBOT (08:09)
Soja perde mais de 1% em Chicago nesta 4ª feira com novas ameaças comerciais dos EUA sobre a China (08:00)