Sexta-feira, 27 de Abril de 2018
Diversos

Da panela para o carro: cientistas usam ovos para criar energia limpa
São Paulo, 12 de Março de 2018 - Do seu prato direto para o tanque de gasolina. Enquanto os médicos decidem se o ovo de galinha é herói ou vilão nas refeições, pesquisadores da Universidade da Cidade de Osaka, no Japão, desenvolveram uma maneira de usar a clara do ovo como substrato para produzir um combustível a base de hidrogênio em um processo 100% limpo.

"O hidrogênio é um meio promissor de armazenamento de energia porque não emite nenhum gás de aquecimento global quando é usado. No entanto, a geração de hidrogênio geralmente requer o uso de combustíveis fósseis, que emitem dióxido de carbono", explicou Hiroyasu Tabe, da Escola de Graduação de Engenharia da universidade japonesa. "Nosso método gera hidrogênio sem o uso desses combustíveis fósseis."

Depois de pronto, o hidrogênio pode ser usado em carros, casas, energia portátil e inúmeras outras aplicações. Mas o processo de extração de hidrogênio da água é difícil e complicado. "A conversão de moléculas da água inclui reações químicas muito especiais", disse Tabe ao site especializado "Popular Science".

As proteínas produzidas por bactérias podem desempenhar essa função, mas para isso são necessários equipamentos laboratoriais muito específicos. Os ovos de galinha, no entanto, podem servir como catalisador substituto.

Usando a energia solar como fonte de energia, os pesquisadores japoneses conseguiram fazer pequenas quantidades de hidrogênio no laboratório "usando um vaso do tamanho de um copo de café". Para isso, foi utilizado unicamente a água e a lisozima, um produto derivado da clara de ovo, rica em proteína.


Os pesquisadores usaram a lisozima, encontrada nas claras, para extrair hidrogênio da água

Embora os cientistas tenham provado o conceito - e publicado o resultado na revista científica "Applied Catalysis B" -, alguns desafios ainda existem. O principal deles é criar um método econômico para produzir tais proteínas --ou a enzima da clara de ovo-- em grande escala.

Tabe garante que pesquisadores de praticamente todas as disciplinas científicas estão envolvidos no desenvolvimento de fontes de energia renováveis e que "os químicos podem contribuir com as estratégias, desenvolvendo novos materiais que podem converter e armazenar energia". "No futuro, nossa tecnologia básica unirá disciplinas e quebrará as barreiras políticas, sociais e econômicas", completou ele. 

A animação dos pesquisadores também se deve à abundância da clara de ovo na natureza, um recurso "barato e inesgotável". Quanto às gemas, "podemos usá-las em nossas receitas", concluiu o pesquisador.

(Uol) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sexta-Feira, 27/04
Quinta-Feira, 26/04
Cobb-Vantress participa do IV Simpósio de Avicultura do Nordeste com palestra de especialista (16:44)
República Dominicana abre mercado para exportações de aves do Brasil (16:15)
Wisium avalia como estratégica a participação em evento de avicultura (15:31)
CVM questiona BRF e votação do novo conselho será vaga a vaga (14:43)
Conferência FACTA WPSA Brasil 2018 reúne grandes nomes do setor para debater a avicultura brasileira (11:04)
Turra confirma a passagem das funções executivas da ABPA para Ricardo Santin (10:44)
Caminho aberto para o novo conselho da BR (08:13)
Foco em Pedro Parente como solução para BRF é exagerado (08:06)
Camex autoriza início de tratativas para contencioso do frango na OMC contra UE (08:05)
Milho: mercado consolida 3ª alta consecutiva na Bolsa de Chicago (08:03)
Soja bate nos R$ 88/saca em Paranaguá com dólar em alta, prêmios fortes e melhora em Chicago (08:00)
Quarta-Feira, 25/04
Colaboradores da GTFoods recebem capacitação de especialistas da Cobb-Vantress (16:29)
ASGAV e SIPARGS, emitem nota sobre suspensão da habilitação de 20 agroindústrias exportadoras de carne de frango (14:25)
Avicultores de SC temem prejuízos altos com problemas para exportar frango para União Europeia (09:43)
Força Sindical protesta em frente à BRF contra decisão da UE sobre frango (09:42)
Blairo busca apoio de Itamaraty e MDIC para abrir painel na OMC (08:08)
Embrapa lista os desafios da agricultura do país até 2030 (08:03)
Mercado interno chinês se reativa com guerra comercial (08:01)
Milho: mercado sobe pelo 2º dia seguido na CBOT; foco segue na safra dos EUA (08:00)
Soja tem novo dia de estabilidade em Chicago e movimentação de preços e negócios no BR fica limitada (07:58)
Terça-Feira, 24/04
Zoetis participa do 19º Simpósio Brasil Sul de Avicultura (11:51)
CEO renuncia e abre caminho para guinada na gestão da BRF (09:46)
Com recuo de 5,4% na região Sul, PIB do agronegócio deve crescer só 0,7% no ano (09:30)
Milho: com atenções voltadas ao clima e a safra nos EUA, mercado encerra 2ª com leves altas na CBOT (08:06)
Soja fecha em queda nesta 2ª feira em Chicago e desaquece ainda mais ritmo das vendas no BR (08:00)
Segunda-Feira, 23/04
CEO da BRF renuncia ao cargo; diretor financeiro assume interinamente (20:14)
CNA intensifica ações para reverter crise da produção de aves e suínos (14:51)
Convenção marca a hora da virada da Vaccinar (11:30)
Cobb-Vantress realiza nova edição da Escola Técnica Evento será promovido de 23 a 27 de abril, na sede da companhia, em Guapiaçu (SP) (11:28)
Zoetis nomeia Renato Vilas Boas como novo diretor financeiro do Brasil e Sul da América Latina (09:33)
Banco do Brasil prorroga parcelas de custeio e investimento para avicultura e suinocultura (08:28)
FRANGO/CEPEA: queda no alojamento pode favorecer mercado (08:21)
OVOS/CEPEA: poder de compra do avicultor recua 40% em um ano (08:20)
SOJA/CEPEA: preços de farelo e óleo sobem, mas os do grão recuam (08:15)
Milho: diante da perspectiva de melhora no clima nos EUA, mercado recua 2% na semana em Chicago (08:05)
Soja inicia semana na tentativa de uma recuperação em Chicago nesta 2ª, mas ainda com estabilidade (08:00)