Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
Empresas

Pesquisa reforça eficácia da Poulvac® ST no controle da Salmonella Heidelberg

A vacinação é uma ferramenta importante para os programas integrados de controle da Salmonella em aves, doença que causa impacto negativo na economia e traz riscos à saúde pública
Cascavel, 15 de Dezembro de 2017 -

A equipe técnica da Zoetis, o professor de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Vladimir Pinheiro do Nascimento, e o laboratório Mercolab, de Cascavel (PR), realizaram juntos uma avaliação de eficácia e segurança da vacina viva Poulvac® ST, da Zoetis, em frangos de corte desafiados com Salmonella Heidelberg (SH). O estudo reforçou a eficácia da Poulvac ST, especialmente no grupo de aves que receberam as duas doses recomendadas pela Zoetis.

“A Salmonella é uma das principais doenças em aves e é responsável por grandes perdas econômicas e riscos relacionados à saúde pública. Por isso, o principal objetivo do estudo foi avaliar a proteção cruzada fornecida pela Poulvac ST no controle da doença, que é muito frequente nas aves de corte”, explica Eduardo Muniz, Gerente de Serviços Técnicos da Zoetis.

Para esse estudo foram utilizadas 80 aves separadas em 4 grupos (T1,T2,T3 e T4) de 20 animais cada. O grupo T1 foi vacinado e desafiado aos 3 dias de idade, o T2 por sua vez não foi vacinado e o desafio ocorreu aos 3 dias de idade também (controle positivo).

As aves do T3 foram vacinadas e receberam o desafio aos 21 dias de idade. O último grupo, T4, não foi vacinado e só recebeu o desafio aos 21 dias de idade (controle positivo).

Nos grupos vacinados, as aves receberam duas doses da Poulvac ST: a primeira no dia do alojamento e a segunda com 14 dias de idade, de acordo com a recomendação da bula. O desafio foi ver o efeito da doença em animais mais precoces e outros mais tardios que já tinham obtido a segunda dose da vacina. A bactéria usada no experimento foi de uma cepa brasileira de campo, o que torna os resultados mais concretos para o produtor.

No final desse estudo, as amostras de fígado e baço foram coletadas para análise quantitativa e qualitativa de SH. A análise mostrou que o grupo T3, que recebeu as duas doses da vacina, foi o que mais apresentou resultados satisfatórios.

“Os estudos mostraram que as vacinas vivas geneticamente modificadas podem ser uma ferramenta útil e segura para controlar SH em aves. A vacinação com Poulvac® ST foi capaz de diminuir parcialmente a carga bacteriana de SH tanto no ceco quanto no fígado e no baço após o desafio oral”, relata o especialista da Zoetis.

“De acordo com os resultados desta pesquisa, a eficácia da proteção cruzada para SH depende de, pelo menos, duas aplicações da vacina, ou seja, as aves devem ser imunizadas o mais rapidamente possível durante os primeiros dias de vida, para que tenham tempo para desenvolver imunidade e receber a segunda dose”, conclui.

 A Poulvac ST, vacina viva contra as Salmonella Typhimurium e Salmonella Heildelberg para poedeiras e frangos de corte, ajuda a estimular a imunidade mediada por células e, assim, contribui para o desenvolvimento do sistema imunológico das aves.

Acesse a pesquisa na íntegra: Evaluation of the effectiveness and safety of a genetically modified live vaccine in broilers challenged with Salmonella Heidelberg

(Zoetis) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 10/12
Justiça paulista afasta taxa de sobre-estadia de contêiner (08:37)
Fórum do sistema Ocepar vai debater sustentabilidade na agroindústria (08:30)
Peste suína africana na China valoriza exportação do Brasil (08:20)
Milho: Após dia de estabilidade, Bolsa de Chicago fecha sexta-feira com leves altas (08:10)
SOJA/CEPEA: possível menor demanda externa preocupa agentes; preços recuam (08:05)
Soja: mercado internacional especula sobre demanda da China e fecha em alta nesta 6ª feira (08:00)
Sexta-Feira, 07/12
Cresce mobilização de caminhoneiros por nova paralisação (16:15)
Conferência FACTA WPSA-Brasil 2019 já tem data e temas definidos (12:52)
Qualidade de água é tema de palestra da Vetanco (09:50)
Cobb-Vantress premia melhores lotes da região Nordeste (09:07)
NUCLEOVET apresenta planejamento 2019 em evento em SP (09:03)
FRANGO/CEPEA: exportações recuam, mas valores da carne sobem em novembro (08:14)
Início de dezembro apresenta maior firmeza nas cotações do boi gordo (08:04)
Milho: Bolsa de Chicago fecha quinta-feira com leves baixas (08:00)
A pedido da CNA, STF suspende multas pelo descumprimento da tabela do frete (07:37)
Paraná desburocratiza processo de licenciamento ambiental (07:30)
Depois do frango, Marrocos libera importação de carne bovina dos EUA (06:28)
Quinta-Feira, 06/12
Avicultura gaúcha sofre após desabilitação de unidades de abate (23:34)
“Conexão Aviagen” promove o crescimento e o sucesso do Ross 308 AP (08:50)
SUÍNOS/CEPEA: em novembro, média do vivo é a maior em 2018 em muitas regiões (08:28)
BOI/CEPEA: diferentes necessidades seguem resultando em oscilação do indicador (08:20)
Efeito da trégua entre EUA e China já é menor sobre commodities agrícolas (08:15)
Boi Gordo: preço sobe em São Paulo (08:10)
Milho: Bolsa de Chicago fecha quarta-feira com preços do milho estáveis (08:05)
Soja: Chicago estável e prêmios em queda levam disponível em Paranaguá aos R$ 79 nesta 4ª feira (08:00)
PIB do agronegócio do Brasil deve crescer 2% em 2019, prevê CNA (07:23)
SC aumenta exportação de frango em 14% e a de suínos em 33,6% (07:21)
Licenciamento ambiental em São Paulo para a avicultura (07:19)
Quarta-Feira, 05/12
JBS contrata Guilherme Cavalcanti como CFO (10:34)
El Niño fraco deve 'poupar' safra 2018/19 (10:26)
Vetanco promove palestra técnica junto a Cooperativa Lar (10:19)
Mês difícil para agroindústria ajudou a frear resultado de outubro (08:31)
JBS terá primeiro CEO que não é da família Batista (08:15)
Itamaraty deve reforçar foco agrícola (08:11)
Cenário positivo para o mercado do boi gordo (08:08)
Milho: Bolsa de Chicago fecha terça-feira com alta nos preços do milho (08:06)
Sem nenhum movimento que indique volta às compras dos chineses, soja em Chicago aguarda divulgação de regras definidas em trégua (08:00)
Lar Cooperativa recebe quatro troféus de Inovação (07:42)
Ponta Porã: Programa de incubadoras avança na Nova Itamarati (07:40)
JBS troca comando da empresa (07:39)
Terça-Feira, 04/12
Brasil exporta 322,1 mil toneladas de carne de frango em novembro (18:46)
A pedidos, futuro governo avalia fim da tabela de frete (08:35)
China perto de acordo para retirar antidumping do frango do Brasil (08:18)
Trégua entre China e EUA pouco muda o cenário para a soja brasileira (08:15)
Dezembro começa a cotação da arroba do boi gordo subindo (08:06)
Milho: preços terminam segunda-feira em alta na bolsa de Chicago (08:04)
Soja perde força ao longo do dia e fecha com altas de pouco mais de 10 pts na Bolsa de Chicago (08:00)
Cooperativa vai fortalecer produção de ovos em São Bento do Una (06:55)
Mauricéa, um sucesso vivido em família (06:52)