Sábado, 22 de Setembro de 2018
Empresas

Sanidade domina debate de executivos de frigoríficos
São Paulo, 31 de Agosto de 2017 - A percepção do consumidor sobre a indústria de alimentos e a realidade estão desencontradas, afirmou ontem Gilberto Tomazoni, presidente global de operações da JBS, durante debate no Salão Internacional da Avicultura e Suinocultura (Siavs).

Para o executivo, o consumidor acredita que só existem no setor grandes produtores, quando, na verdade, a cadeia é composta por mais de 130 mil pequenos criadores. O "problema" dessa divergência entre realidade e imagem, afirmou, é que o consumidor tem buscado informações em ativistas e Organizações Não Governamentais (ONGs).

Em março deste ano, a JBS teve seu nome envolvido na Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal, e que colocou em xeque a qualidade da carne brasileira. Depois dessa crise, a JBS esteve no centro de mais um furacão, com a delação de seus controladores, que admitiram esquemas de corrupção e pagamentos a políticos para conseguir facilidades na expansão dos negócios.

Após a Carne Fraca, a JBS tem buscado melhorar sua imagem do ponto de vista de sanidade de seus produtos. "Queremos ser referência em sanidade", disse Tomazoni. O executivo citou a contratação de Alfred Almanza para direção global de segurança dos alimentos e garantia de qualidade como exemplo do esforço da companhia para virar referência. Almanza trabalhou por 40 anos no Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês).

No debate, Alexandre Almeida, vice-presidente Brasil da BRF - que também foi citada na Operação Carne Fraca -, disse que a companhia tem direcionado investimentos à área de sanidade animal, como a criação de galinhas livres de gaiolas. "Hoje temos 100% das nossas matrizes de aves livres de antibióticos", afirmou.

Em uma resposta a Tomazoni, o vice-presidente da BRF disse que "não podemos fazer patrulha com quem quer que seu alimento seja produzido de maneira diferente".

Mário Lanznaster, presidente da Aurora Alimentos, evitou a discussão sobre sanidade animal e destacou o potencial de aumento de consumo de carne suína no Brasil. A média de consumo por pessoa na Europa é de 44 quilos, enquanto, no Brasil, quinto produtor mundial, é de 13 quilos por pessoa. "O brasileiro vai descobrir o prazer de comer uma costela suína", brincou.
(Valor) (Kauanna Navarro)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 22/09
Sexta-Feira, 21/09
Siemens cria centro de competências de carnes no Brasil (08:58)
Rabobank: volatilidade associada ao Brasil é desafio para o mercado global (08:46)
Açúcar leva Brasil a acionar China na OMC (08:46)
Quinta-Feira, 20/09
Gestão de estoques se torna prioridade de Pedro Parente na BRF (11:48)
Só falta o aval da Casa Civil para pesquisador assumir a presidência da Embrapa (11:43)
Multinacional De Heus finca base de logística de carne em Caruaru (11:08)
Alterion ganha prêmio Innovspace (10:58)
BRF enfrenta crescente competição por milho com indústria de etanol (08:48)
Quarta-Feira, 19/09
Indústria vê queda na produção de ração no Brasil no 1º semestre e perspectiva negativa (10:26)
Idoso de 111 anos ‘ensina’ como viver muito e com saúde (09:52)
Arroz e feijão estão entre os alimentos mais desperdiçados no Brasil (09:49)
BRF está pronta para voltar aos “velhos tempos” (09:22)
Embrapa seguirá sob comando de pesquisador (08:56)
Soja: recuo em Chicago pesa sobre preços nos portos do BR, mas dólar e prêmios limitam baixa (07:59)
Simpósio de avicultura discutirá qualidade na produção de matrizes (07:58)
Brasil reforça vigilância para barrar eventual ingresso da peste suína africana (07:56)
Plantio da soja no Paraná atinge 9% da área e colheita do milho bate em 99% (07:13)
Sem oferta, mercado do boi gordo registra alta em São Paulo (07:12)
China está redirecionando investimentos dos EUA para a Europa (07:11)
Milho: focado na colheita nos EUA, mercado recua pelo segundo dia consecutivo na Bolsa de Chicago (07:00)
Terça-Feira, 18/09
Semana do Ovo 2018 conta com patrocínio da Label Rouge (13:43)
Wisium reforça presença no Nordeste (13:36)
Com Brexit, Europa se prepara para nova logística de importação (09:11)
VIII CLANA anuncia tema "Nutrição Animal e Produção Sustentável de Alimentos" (09:06)
Florence faz Sanderson Farms perder 1,7 milhão de frangos (08:41)
Porto de Roterdã mantém o rigor na fiscalização de carnes do Brasil (08:37)
Governo reduz novamente orçamento para o seguro rural (08:25)
Tabela de frete provoca aumento nas importações brasileiras de cereais (08:23)
Surto de febre suína na China favorece criadores de frango (08:20)
Milho: em Chicago, mercado fecha pregão desta 2ª em campo negativo de olho na colheita nos EUA (08:18)
Soja tem novo dia de baixas em Chicago nesta 3ª ainda sentindo pressão da disputa EUA x China (08:07)