Sexta-feira, 27 de Abril de 2018
Empresas

Sanidade domina debate de executivos de frigoríficos
São Paulo, 31 de Agosto de 2017 - A percepção do consumidor sobre a indústria de alimentos e a realidade estão desencontradas, afirmou ontem Gilberto Tomazoni, presidente global de operações da JBS, durante debate no Salão Internacional da Avicultura e Suinocultura (Siavs).

Para o executivo, o consumidor acredita que só existem no setor grandes produtores, quando, na verdade, a cadeia é composta por mais de 130 mil pequenos criadores. O "problema" dessa divergência entre realidade e imagem, afirmou, é que o consumidor tem buscado informações em ativistas e Organizações Não Governamentais (ONGs).

Em março deste ano, a JBS teve seu nome envolvido na Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal, e que colocou em xeque a qualidade da carne brasileira. Depois dessa crise, a JBS esteve no centro de mais um furacão, com a delação de seus controladores, que admitiram esquemas de corrupção e pagamentos a políticos para conseguir facilidades na expansão dos negócios.

Após a Carne Fraca, a JBS tem buscado melhorar sua imagem do ponto de vista de sanidade de seus produtos. "Queremos ser referência em sanidade", disse Tomazoni. O executivo citou a contratação de Alfred Almanza para direção global de segurança dos alimentos e garantia de qualidade como exemplo do esforço da companhia para virar referência. Almanza trabalhou por 40 anos no Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês).

No debate, Alexandre Almeida, vice-presidente Brasil da BRF - que também foi citada na Operação Carne Fraca -, disse que a companhia tem direcionado investimentos à área de sanidade animal, como a criação de galinhas livres de gaiolas. "Hoje temos 100% das nossas matrizes de aves livres de antibióticos", afirmou.

Em uma resposta a Tomazoni, o vice-presidente da BRF disse que "não podemos fazer patrulha com quem quer que seu alimento seja produzido de maneira diferente".

Mário Lanznaster, presidente da Aurora Alimentos, evitou a discussão sobre sanidade animal e destacou o potencial de aumento de consumo de carne suína no Brasil. A média de consumo por pessoa na Europa é de 44 quilos, enquanto, no Brasil, quinto produtor mundial, é de 13 quilos por pessoa. "O brasileiro vai descobrir o prazer de comer uma costela suína", brincou.
(Valor) (Kauanna Navarro)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sexta-Feira, 27/04
Quinta-Feira, 26/04
Cobb-Vantress participa do IV Simpósio de Avicultura do Nordeste com palestra de especialista (16:44)
República Dominicana abre mercado para exportações de aves do Brasil (16:15)
Wisium avalia como estratégica a participação em evento de avicultura (15:31)
CVM questiona BRF e votação do novo conselho será vaga a vaga (14:43)
Conferência FACTA WPSA Brasil 2018 reúne grandes nomes do setor para debater a avicultura brasileira (11:04)
Turra confirma a passagem das funções executivas da ABPA para Ricardo Santin (10:44)
Caminho aberto para o novo conselho da BR (08:13)
Foco em Pedro Parente como solução para BRF é exagerado (08:06)
Camex autoriza início de tratativas para contencioso do frango na OMC contra UE (08:05)
Milho: mercado consolida 3ª alta consecutiva na Bolsa de Chicago (08:03)
Soja bate nos R$ 88/saca em Paranaguá com dólar em alta, prêmios fortes e melhora em Chicago (08:00)
Quarta-Feira, 25/04
Colaboradores da GTFoods recebem capacitação de especialistas da Cobb-Vantress (16:29)
ASGAV e SIPARGS, emitem nota sobre suspensão da habilitação de 20 agroindústrias exportadoras de carne de frango (14:25)
Avicultores de SC temem prejuízos altos com problemas para exportar frango para União Europeia (09:43)
Força Sindical protesta em frente à BRF contra decisão da UE sobre frango (09:42)
Blairo busca apoio de Itamaraty e MDIC para abrir painel na OMC (08:08)
Embrapa lista os desafios da agricultura do país até 2030 (08:03)
Mercado interno chinês se reativa com guerra comercial (08:01)
Milho: mercado sobe pelo 2º dia seguido na CBOT; foco segue na safra dos EUA (08:00)
Soja tem novo dia de estabilidade em Chicago e movimentação de preços e negócios no BR fica limitada (07:58)
Terça-Feira, 24/04
Zoetis participa do 19º Simpósio Brasil Sul de Avicultura (11:51)
CEO renuncia e abre caminho para guinada na gestão da BRF (09:46)
Com recuo de 5,4% na região Sul, PIB do agronegócio deve crescer só 0,7% no ano (09:30)
Milho: com atenções voltadas ao clima e a safra nos EUA, mercado encerra 2ª com leves altas na CBOT (08:06)
Soja fecha em queda nesta 2ª feira em Chicago e desaquece ainda mais ritmo das vendas no BR (08:00)
Segunda-Feira, 23/04
CEO da BRF renuncia ao cargo; diretor financeiro assume interinamente (20:14)
CNA intensifica ações para reverter crise da produção de aves e suínos (14:51)
Convenção marca a hora da virada da Vaccinar (11:30)
Cobb-Vantress realiza nova edição da Escola Técnica Evento será promovido de 23 a 27 de abril, na sede da companhia, em Guapiaçu (SP) (11:28)
Zoetis nomeia Renato Vilas Boas como novo diretor financeiro do Brasil e Sul da América Latina (09:33)
Banco do Brasil prorroga parcelas de custeio e investimento para avicultura e suinocultura (08:28)
FRANGO/CEPEA: queda no alojamento pode favorecer mercado (08:21)
OVOS/CEPEA: poder de compra do avicultor recua 40% em um ano (08:20)
SOJA/CEPEA: preços de farelo e óleo sobem, mas os do grão recuam (08:15)
Milho: diante da perspectiva de melhora no clima nos EUA, mercado recua 2% na semana em Chicago (08:05)
Soja inicia semana na tentativa de uma recuperação em Chicago nesta 2ª, mas ainda com estabilidade (08:00)