Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019
Exportação

Temer deve assinar 25 acordos em visita à China
PEQUIM, 31 de Agosto de 2017 - "A relação com a China é fertilíssima", afirmou Michel Temer, na véspera de visita de Estado que fará nesta sexta-feira em Pequim, quando encontrará o presidente Xi Jinping e o primeiro-ministro Li Keqiang. O presidente do Brasil deve participar da assinaturas de 25 atos na China, entre acordos bilaterais e memorandos de entendimento, que podem envolver vários bilhões de dólares, na expectativa do lado brasileiro.

Uma hora depois de desembarcar em Pequim, Temer recebeu, em quatro sucessivas audiências de meia hora cada, os presidentes dos conglomerados StateGrid Corporation, Huawei, HNA e da China Three Gorges Corporation.

As promessas se repetiram por parte dos chineses de que vão aumentar investimentos na economia brasileira. HNA quer comprar mais aviões da Embraer e planeja abrir uma linha Rio-Lisboa-Pequim.

Com o presidente da China Three Gorges (Três Gargantas), Temer se despediu dizendo: ''Com todos esses investimentos que vocês vão ter no Brasil, a empresa deveria se chamar Quatro Gargantas''.

Ao mesmo tempo, as autorizações do governo da China para venda de 20 aviões da Embraer e para entrega de 18 aparelhos para a Hainan, apontados como um dos possíveis resultados da visita, chegou a ser tirada da agenda pelos chineses na quarta-feira. Os brasileiros tentavam retomar as discussões nesta quinta-feira. ''O suspense continua'', suspirou um negociador brasileiro.

Às 3 da manhã, em escala em Astana (Cazaquistão), Temer ouviu do presidente do grupo Eurasian Mining Group, controlador da Bahia Mineração (Bambi), a intenção de investir US$ 1 bilhão na construção do terminal portuário de Ilhéus (BA) e US$ 400 milhões na da Ferrovia de Integração Oeste Leste-FIOL, no mesmo Estado,junto com a China Railway Corporation 10.

Um dos acordos privados a serem assinados nesta sexta-feira em Pequim é o financiamento de US$ 400 milhões para o complexo portuário em São Luís, concedido pelo banco ICBC. A operação é da chinesa CCCC com a WPR, do grupo WTorre.

Acordos para facilitar comércio estão na agenda das discussões entre a China e o Brasil. Isso justamente quando Pequim praticamente fechou o mercado para as exportações brasileiras de açúcar, com uma salvaguarda que quase dobrou a tarifa de importação. E abriu uma investigação antidumping contra o frango uma semana antes da chegada de Temer. Em duas tacadas, Pequim alveja dois produtos que representam 5% das exportações do Brasil para o mercado chinês.

Para fontes brasileiras, Pequim fez isso porque certamente quer algo do lado brasileiro. Os chineses não esconderam em várias ocasiões que estavam ''furiosos'' com o acúmulo de medidas de defesa comercial aplicados pelo Brasil contra produtos da China, principalmente aço.

As exportações brasileiras de açúcar, que chegaram a US$ 1 bilhão para a China no ano passado, caíram para zero desde maio. Os exportadores de pés e asas de frango, que também embarcam US$ 1 bilhão em média por ano para o mercado chinês, temem uma aplicação temporária de sobretaxa dentro de seis meses.

Depois da visita de Temer, Jinping mergulha nos assuntos internos. Haverá o congresso do Partido Comunista antes do fim do ano e a escolha de pelo menos cinco dos sete integrantes do comitê permanente, de mais alto nível.
(Valor) (Assis Moreira)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 22/01
Arábia Saudita descredencia 33 unidades de carne de frango do Brasil que podem exportar ao país (16:26)
Arábia Saudita barra carne de frango de cinco frigoríficos brasileiros (13:18)
2019: Sindirações abre o calendário de cursos (08:27)
Movimento Frete sem Tabela critica reajustes divulgados pela ANTT (08:08)
Futuro de fiscais da Carne Fraca segue incerto (08:04)
Auster retoma plano para avançar no país (07:50)
Ovos produzidos em Pernambuco ganharão código na casca para garantir qualidade (07:47)
China aceita oferta de exportador de frango do Brasil para encerrar caso antidumping (07:46)
Mercado do boi apresenta baixa movimentação (07:40)
Milho: mercado interno registra estabilidade (07:35)
Soja: poucas variações nos preços com falta da referência de Chicago (07:30)
Segunda-Feira, 21/01
Dia de Campo da Copagril evidencia a força do cooperativismo (09:42)
China diz ter controlado surto de peste suína africana (08:47)
EUA e China negociam reabertura do mercado de frango (08:26)
China poderá reabrir seu mercado à carne de frango americana (08:26)
Exportações do agro em alta de quase 6% ultrapassam US$ 100 bilhões (08:11)
Custos de produção de frangos de corte subiram 14,21% em 2018 (08:07)
Guia Eletrônico de Nutrição Rhodimet®agora também está disponível para uso em smartphones (08:04)
MILHO/CEPEA: colheita da safra de verão se inicia no Brasil (08:02)
SOJA/CEPEA: preços internos, FOB e prêmios recuam com menor demanda internacional (08:01)
Milho: semana se encerrou com preços em alta na Bolsa de Chicago (08:00)
Sexta-Feira, 18/01
FRANGO/CEPEA: desaquecimento de negócios pressiona valores da carne (09:51)
OVOS/CEPEA: poder de compra do avicultor inicia 2019 em queda (09:50)
Milho: produtor de MT revê planos para safrinha (09:45)
Porto de Itajaí fecha o ano com melhor resultado desde 2011 (09:23)
Estudo sugere 'dieta universal' para salvar o planeta (09:22)
Ministério remove 'blindagem' de superintendências estaduais (08:22)
Boi Gordo: oferta regulada à demanda (08:09)
Milho: quinta-feira chega ao fim com preços em alta de até 6 pontos na Bolsa de Chicago (08:05)
Soja fecha a 5ª feira com altas de mais de 13 pts em Chicago com correção técnica e olhos no Brasil (08:00)
Quinta-Feira, 17/01
SUÍNOS/CEPEA: média do vivo é a menor para janeiro desde 2007 (11:06)
BOI/CEPEA: bom planejamento pode garantir margens positivas no fim de 2019 (11:03)
Balança Comercial Paulista registra superávit de US$ 11,49 bilhões, aponta IEA (11:02)
2ª Conbrasul Ovos 2019 vai reunir lideranças da avicultura de postura nacional e internacional de 16 a 19 de junho (09:28)
Presidente da ABPA se reúne governador Eduardo Leite (09:05)
Ministério tenta reabrir UE a carnes e pescados (08:28)
Milho: Bolsa de Chicago mantem tendência ao longo do dia e encerra quarta-feira em alta (08:23)
Carrefour vai monitorar fornecedores de carne por câmeras na França (08:20)
Fiscais Agropecuários gaúchos passarão por capacitação em inspeção (08:05)
STF abre investigação contra políticos na Operação Carne Fraca (08:02)
Três laboratórios têm selo Inmetro cancelado após descobertas da Operação Trapaça (08:00)
Cotação do boi gordo estável em São Paulo e frouxa em Mato Grosso do Sul (07:30)
Em mais um dia vazio de informações, soja fecha estável em Chicago nesta 4ª feira (07:18)
Quarta-Feira, 16/01
Brasil fomenta o maior projeto agropecuário da África (09:01)
ICC Brazil participa do IPPE 2019 (09:01)
Presença diária de fiscais em frigoríficos deverá ser mantida (08:56)
Quantos likes um ovo merece? (08:30)
Boi Gordo: atenção com as vacas e novilhas (08:04)
Milho: Bolsa de Chicago encerra terça-feira com quedas nos preços (08:02)
Soja trabalha em campo positivo nesta 4ª feira em Chicago em ajuste técnico depois das baixas (08:00)
Valor da Produção fecha 2018 em R$ 569,8 bilhões (07:49)