Sexta-feira, 15 de Novembro de 2019
Exportação

Blairo acompanha Temer na reunião do Brics na China

Ministro da Agricultura também participará de encontros com investidores
Brasília, DF, 31 de Agosto de 2017 - O ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) acompanha o presidente Michel Temer na 9ª reunião de Cúpula do Brics, bloco formado pelo Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, que ocorrerá de domingo (3) a terça-feira (5) da próxima semana, na cidade de Xiamen, na província de Fujian, na costa sudeste da China. O tema deste ano é Parceria mais forte para um futuro mais brilhante.

De acordo com Maggi, o encontro servirá para aprofundar a cooperação econômica entre os países do bloco, eliminando obstáculos ao livre comércio no Brics. A China, por exemplo, é hoje o maior parceiro comercial do agronegócio brasileiro. O principal produto importado pelo mercado chinês é a soja em grão. De janeiro a julho deste ano, a China importou 39,4 milhões de toneladas de soja, com receita de US$ 14,86 bilhões.

“O Brasil deverá provocar o governo chinês na questão do comércio, que precisamos ampliar para abrirmos mais espaço para vender mais para eles ”, disse o ministro. A China só aceita produtos in natura. Por isso, não compra óleo ou farelo de soja, há taxação sobre esses produtos.

Maggi considera fundamental exportar com mais valor agregado. “O Brasil tem que industrializar mais e vender produtos com maior valor agregado para eles. Então, nesse sentido, tem como avançar. Teríamos que ter uma cota de produtos para vender dentro da China.”

Na avaliação de Maggi, também é possível ampliar a participação das carnes brasileiras no mercado chinês. Atualmente, assinala o ministro, o Brasil tem limitação de plantas frigoríficas para exportar à China. “Isso pode ser ampliado para que possamos fornecer mais alimentos para eles. É nessa direção que temos que avançar.”

Seminário

A cerimônia de abertura do Fórum de Negócios dos Brics será domingo (3), das 15h30 às 16h. Na segunda-feira (4), pela manhã, está prevista a reunião dos líderes dos Brics. Na parte da tarde, ocorrerá o Diálogo dos líderes com o Fórum de Negócios dos Brics. No último dia, terça (5), de 10h10 às 11h45, haverá o Dialogo de Mercados Emergentes e Países em desenvolvimento.

A delegação brasileira também terá reuniões com autoridades chinesas e participará do Seminário de Oportunidades de Investimentos no Brasil, sexta (1º) e sábado (2), no Hotel St. Regis, em Pequim.

Os ministros Blairo Maggi, Maurício Quintella (Transportes) e Fernando Coelho Filho (Minas e Energia) participarão do painel Oportunidades de Investimento em infraestrutura, transporte, energia e agronegócio, no sábado (2), de 9h30 às 10h45.

O seminário de investimentos apresentará o potencial de investimento, em infraestrutura e logística, para o escoamento da produção agrícola brasileira.

Além disto, serão realizadas rodadas de investimentos, em reuniões one-to-one com investidores e fundos, quando será apresentado o portfólio de oportunidades nos mais variados segmentos do agronegócio brasileiro. O portfólio conta com 30 projetos que representam US$ 1,3 bilhão.

No encontro em Pequim, os participantes poderão degustar cachaças, cafés especiais, confeitos e churrasco brasileiro.

Além de Maggi, a delegação do Mapa é formada pelo secretário de Relações Internacionais do Agronegócio, Odilson Ribeiro e Silva, e pelo diretor do Departamento de Promoção Internacional do Agronegócio, Evaldo da Silva Júnior. A missão viaja nesta quarta (30/8) e retorna na próxima quinta-feira (7).
(Mapa) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sexta-Feira, 15/11
Quinta-Feira, 14/11
Guerra comercial entre EUA e China pode beneficiar o Brasil, dizem especialistas (17:07)
Boi: arroba e carne no atacado atingem patamares recordes (12:17)
A empresa de 65.000 famílias que concorre com BRF e JBS (11:24)
China suspende proibição de importação de carne de aves dos EUA (10:43)
China habilita terceirizado da BRF (10:18)
Milho será fiel da balança para colheita recorde de grãos (10:03)
JBS tem lucro líquido no 3tri19 de R$ 356,7 milhões, revertendo prejuízo (09:45)
ABPA e Apex-Brasil promovem ação em evento de autoridades sanitárias da China (09:42)
China habilita terceirizado da BRF (09:18)
Milho será fiel da balança para colheita recorde de grãos (09:04)
Frango: com maior liquidez, preço da asa atinge recorde (08:30)
Suínos: valor do leitão é recorde nominal (08:20)
Soja tem 5ª feira de pouca movimentação na Bolsa de Chicago, buscando direção (08:10)
Milho perde força em Chicago e reverte ganhos (07:39)
Soja: demanda interna paga melhor que a exportação na safra velha (07:38)
Quarta-Feira, 13/11
Investindo na avicultura latino-americana, Vaccinar patrocina VI Workshop Sindiavipar e apresenta palestra sobre performance reprodutiva de galos (14:39)
BRF avalia aquisições na Turquia para aumentar produção local (11:39)
Soja: mercado em Chicago se mantém inerte nesta 4ª feira (09:22)
Conab prevê novo recorde para safra brasileira de grãos com 246 milhões de t (08:23)
Ministra defende uso de tecnologia na agropecuária brasileira para ampliar mercado. (08:18)
Resultados comprovados impulsionam as vendas da Oceana para premixeiras, cooperativas e fábricas de rações (08:05)
Frango: mercado atacado fecha terça-feira com alta de 3,81% (07:59)
Suínos: boas notícias para o setor aquecem cotações (07:57)
Com maior oferta e consumo em queda, preços da carne suína recuam na China (07:56)
USDA: colheita da soja e do milho ficam ligeiramente acima do esperado nos EUA (07:53)
Milho: preços sobem mais de 1% na B3 e mais de 3% no interior do Brasil nesta 3ª feira (07:51)
Soja precisa de notícias fortes sobre a demanda da China para se recuperar em Chicago e formar preços melhores no BR (07:49)
Novo leilão da CONAB oferta 50 mil toneladas de milho a criadores (07:07)
Terça-Feira, 12/11
Mais 13 frigoríficos brasileiros podem exportar carne para a China (15:54)
Abate de bovinos cresce 4% no 3º tri, diz IBGE; China impulsiona carnes do Brasil (14:32)
ABPA comemora novas habilitações de frigoríficos de aves e suínos (13:23)
Em 10 meses, exportações catarinenses de carne suína superam o faturamento de 2018 (13:21)
Milho: área plantada no verão deve crescer de 2% a 4% em 2019/20, prevê Abramilho (12:00)
Habilitação de frigoríficos é sinal de maior aproximação com árabes, diz executivo (08:03)
Arábia Saudita habilita oito novos frigoríficos brasileiros para exportação de carne bovina (06:05)
Emirados compram 175% mais carne bovina do Brasil (06:02)
Frango: alta apenas no atacado marca começo da semana com cotações mornas em demais setores (05:54)
Suínos: mercado fecha sem variação nesta segunda-feira (05:52)
Boi Gordo: poucos negócios nesta segunda feira (05:50)
Boi: mercado físico abre a semana com forte especulação altista (05:49)
Milho: Bolsa de Chicago encerra sessão com baixas nesta 2ª feira (05:46)
Soja: pessimismo sobre acordo China x EUA se intensifica e Chicago tem mais de 14 pts de baixa (05:43)
Soja: pessimismo sobre acordo China x EUA se intensifica e Chicago tem mais de 14 pts de baixa (05:43)
Segunda-Feira, 11/11
Encontre o time da APC no CBNA 2019 (11:45)
Exportações do agronegócio são recordes, mas faturamento externo cai (11:39)
Milho: demanda interna aumenta e impulsiona cotações (10:49)
Soja: grão se valoriza e indústria reduz processamento (10:47)
Vetanco Brasil reforça sua equipe técnica (10:29)
Soja começa semana operando em baixa na Bolsa de Chicago de olho na guerra comercial (10:18)
Ovos: exportações aumentam; no Brasil, pressão compradora limita altas (09:39)
Mercado de frango encerra a sexta-feira sem alterações expressivas (08:15)
Na B3, vencimento Dezembro/19 para o boi gordo encerra a 6ª feira a R$ 194,50/@ (08:05)
Receita das exportações de carne suína cresce 38,4% em outubro (08:00)
Milho sobe em Chicago na 6ªfeira após USDA reduzir safra, produtividade e exportações (07:36)
UFRA-PA abre processo para contratação de professores substitutos (02:46)