Sábado, 21 de Julho de 2018
Política Agrícola

CNA pede liberação de recursos do Seguro Rural

Dos R$ 400 milhões disponibilizados para o Seguro Rural, R$ 220 milhões estão contingenciados, o que tem gerado preocupação entre os produtores
Brasília, DF, 31 de Agosto de 2017 - Em audiência pública nesta quarta (30), na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA), do Senado, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) defendeu a liberação imediata dos R$ 220 milhões destinados ao Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR), contingenciados pelo governo federal.

“Essa é a questão que mais preocupa os produtores, pois o contingenciamento dos recursos cria instabilidade no Programa e aumenta os custos do produtor rural”, afirmou o Superintendente Técnico da CNA, Bruno Lucchi, que participou da audiência.

No segundo semestre é quando o produtor mais necessita desses recursos, especialmente os cafeicultores e fruticultores.

Segundo Lucchi, a CNA está trabalhando para estabelecer uma cultura do seguro rural no país que dê segurança ao produtor e evite que o governo gaste recursos públicos com renegociação de dívidas em consequência de instabilidades climáticas.

Entre 2006 e 2015 as apólices contempladas no PSR geraram indenizações de R$ 2,92 bilhões, com a subvenção do Governo em R$ 2,79 bilhões, atendendo 420 mil produtores.

O PSR, segundo a CNA, reduz o endividamento dos produtores com as instituições financeiras, atrai investimentos privados para o setor, evita rupturas do fluxo de caixa e a descapitalização.

O orçamento do PSR para 2017 é de RS$ 400 milhões, mas o governo aplicou apenas R$ 180 milhões. A CNA e os produtores reivindicam do governo autorização ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para ampliar os limites de movimentação financeira para o PSR.

Taxa - Outra questão tratada na audiência pública foi a cobrança de taxas adicionais para análise de projetos pelos bancos públicos que são responsáveis pela gestão dos fundos constitucionais.

Esses bancos responsáveis pela gestão dos Fundos Constitucionais cobram até 1,25% para análise de projetos. Mas, alertou Bruno Lucchi, a taxa cobrada é indevida e aumenta o custo do produtor, uma vez que a Resolução 4.288/2013 faculta a cobrança ao setor agroindustrial e não ao agropecuário, o qual os produtores fazem parte.

O Banco do Nordeste, após manifestação da CNA, deixou de cobrá-la. O Banco da Amazônia e o Banco do Brasil (apenas para o Centro-Oeste) ainda mantêm a cobrança.
(CNA) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 21/07
Sexta-Feira, 20/07
Cobb-Vantress promoverá amanhã a quarta edição da Queima do Frango (13:46)
Turra debate proteína animal e expansão agrícola durante o GAF 18 (10:54)
Biosseguridade na Avicultura entra na Programação do Canal Rural (10:52)
Granja Pinheiros bate recorde de produção em matrizes com o Ross 308 AP (AP95) no Brasil (09:49)
Embrapa lança cartilha de boas práticas de produção de postura comercial (08:50)
Inscrições abertas para o 2º Concurso de Qualidade de Ovos Capixaba (08:29)
Plano de Parente para BRF anima investidor (08:21)
Suíno segue se desvalorizando e Boi busca recuperação: acompanhe as análises de mercado do CEPEA (08:15)
CNA levanta custos de produção de grãos no PR (08:12)
Milho: mercado sobe pelo 3º dia consecutivo em Chicago (08:09)
Soja tem mais um pregão estável na Bolsa de Chicago nesta 6ª feira com traders cautelosos (08:00)
Quinta-Feira, 19/07
Instituto Ovos Brasil participa da Festa do Ovo de Bastos (09:33)
Biovet Vaxxinova anuncia nova Diretora de P&D e Assuntos Regulatórios (09:15)
FAO mostra um Brasil de importador a exportador de alimentos em duas décadas (09:00)
ABPA pede retirada de barreiras na exportação de carne de ave e de frango (08:30)
Cobb-Vantress é eleita a melhor empresa para trabalhar na região de São José do Rio Preto (08:14)
Milho: mercado inicia pregão desta 5ª feira próximo da estabilidade na CBOT (08:02)
Soja testa ligeiras baixas em Chicago nesta 5ª feira com mercado ainda bastante técnico (08:00)
Quarta-Feira, 18/07
Vetanco se faz presente em mais uma Festa do Ovo de Bastos (14:18)
Novo sistema da Secex gera dúvidas sobre dados de exportação de carne (08:30)
Alta do dólar impulsiona margem dos frigoríficos de carne bovina (08:20)
Valor Bruto da Produção Agropecuária está estimado em R$ 562,4 bilhões (08:10)
Milho: mercado testa tímidos ganhos na manhã desta 4ª feira em Chicago (08:06)
Soja tem estabilidade em Chicago nesta 4ª feira e busca manter movimento de recuperação (08:00)
Terça-Feira, 17/07
Frango fica menor e mais caro um mês e meio depois do fim da greve dos caminhoneiros (09:33)
Exportação de material genético avícola cresce 33% no semestre (09:31)
Inscrições pela internet para o Encontro Técnico Avícola terminam nesta terça-feira (09:00)
Aviagen investe estrategicamente em seu programa de melhoramento genético no Reino Unido (08:50)
Itaú BBA, Bradesco BBI e Morgan Stanley irão assessorar BRF em vendas (08:33)
5ª FAVESU já tem data e local confirmados (08:19)
Curso sobre incubação de ovos começa nesta quarta-feira 18/07, em Cascavel (PR) (08:14)
Com guerra comercial, cotação da carne suína desce a ladeira nos EUA (08:11)
Exportações de carne suína totalizam 278,3 mil toneladas no 1° semestre (08:10)
Milho: mercado tem dia correção técnica e fecha pregão desta 2ª com ligeiras valorizações em Chicago (08:06)
Soja sobe pelo 2º dia consecutivo em Chicago nesta 3ª feira com suporte nas condições das lavouras dos EUA (08:00)
USDA reduz índice de lavouras de soja e milho em boas ou excelentes condições (07:48)