Terça-feira, 13 de Novembro de 2018
Matérias-Primas

Após perdas recentes, soja esboça tímida reação em Chicago e inicia 4ª feira com ligeiros ganhos
Campinas, SP, 30 de Agosto de 2017 - Após três pregões consecutivos de perdas, os futuros da soja iniciaram a sessão desta quarta-feira (30) com ligeiras altas, próximos da estabilidade na Bolsa de Chicago (CBOT). Por volta das 5h55 (horário de Brasília), as principais posições da oleaginosa exibiam tímidos ganhos entre 0,75 e 1,25 pontos. O contrato novembro/17 era cotado a US$ 9,38 por bushel e o janeiro/18 trabalhava a US$ 9,47 por bushel.

Segundo informações das agências internacionais, o mercado esboça uma recuperação depois das recentes desvalorizações. Contudo, as cotações ainda são pressionadas pela perspectiva de uma grande safra nos Estados Unidos, conforme reportam os especialistas.

Apesar das preocupações registradas desde o início do desenvolvimento da cultura, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) projeta uma safra de 119 milhões de toneladas nesta temporada. E os números trazidos pelo Crop Tour, na última semana, estimaram a produção em 117,8 milhões de toneladas.

E, além disso, no início dessa semana, o departamento elevou para 61% o índice de lavouras em boas ou excelentes condições nos EUA. Outro fator que segue no radar dos investidores é o Furacão Harvey no país, especialmente na região do delta do Rio Mississippi.

"Embora o plantio de soja e milho nesta região seja pequeno, as lavouras já estão em fase de colheita. No Texas, por exemplo, os produtores já colheram metade das lavouras de milho e 5% da soja. O volume, no entanto, é pequeno e não causa maiores impactos no mercado", reportou a Granoeste Corretora de Cereais.

Paralelamente, a demanda pelo produto americano permanece aquecida, de acordo com o consultor de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze. Ainda nesta terça-feira, o USDA reportou a venda de 198 mil toneladas de soja para a China.
(Notícias Agrícolas) (Fernanda Custódio)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 13/11
ABPA participa de websérie para promover a carne de frango brasileira (11:53)
Ovos registram recorde de produção em um terceiro trimestre (10:52)
Abate de frangos cai 4% no terceiro trimestre de 2018 (10:48)
Sinais de queda na oferta de boi em 2019 (08:59)
Frigoríficos ainda esperam boa disponibilidade de animais no ano que vem (08:58)
Aumenta participação de mulheres com nível superior no agronegócio (08:15)
Milho: mercado tem sessão volátil, mas alta do trigo garante leves altas nesta 2ª feira em Chicago (08:09)
Soja fecha com leve baixa em Chicago, enquanto preços têm 2ª feira volátil no Brasil (08:00)
Boi: parada técnica no mercado de reposição (07:50)
Setor de alimentos e bebidas terá rodada de negócios com importadores chineses dia 23 em SP (07:35)
Prêmio para o empreendedorismo (07:33)
Comissão de avicultura da FAEP encerra 2018 de olho no futuro (07:31)
Grão, minérios, combustíveis e Tecon 2 nos planos de Suape (07:28)
Temas ligados à produção animal serão discutidos em Toledo (07:27)
Segunda-Feira, 12/11
MILHO/CEPEA: depois de cair por quase três meses, preço sobe em algumas regiões (10:27)
SOJA/CEPEA: demanda internacional incerta reduz prêmio no Brasil e valores recuam (10:25)
Diretório Acadêmico de Medicina Veterinária da IMED homenageia Francisco Sérgio Turra (10:20)
Languiru e Dália Alimentos assinam acordo de intenções (09:03)
'Futuro governo não pode fechar portas para o agronegócio' (08:15)
Soja opera em queda na Bolsa de Chicago nesta 2ª feira e corrige altas da última semana (08:00)
Exportadores de carne temem mudança de embaixada para Jerusalém (07:36)
Sexta-Feira, 09/11
FRANGO/CEPEA: preço da carne inicia novembro em alta (09:41)
OVOS/CEPEA: oferta diminui e preços voltam a subir (09:30)
MSD Saúde Animal é reconhecida como a melhor empresa para se trabalhar no segmento de saúde animal (09:22)
"Nunca prometi prazo para virar o jogo na BRF", diz Pedro Parente (09:20)
Agora, Tyson foca expansão no exterior (09:17)
Cobb-Vantress compartilha experiência em manejo de machos no Latin American Poultry & Nutrition Congress 2018 (08:07)
Brasil e EUA vão produzir menos soja, mas estoques são recordes (07:54)
Contratação de crédito rural até outubro soma R$ 64 bilhões (07:52)
Boi: melhora da oferta colabora para queda dos preços da arroba (07:49)
Milho: USDA reduz projeção para a safra dos EUA e mercado fecha 5ª com leves altas em Chicago (07:48)
USDA tem efeito limitado e soja fecha estável na Bolsa de Chicago nesta 5ª feira (07:46)
Quinta-Feira, 08/11
Wisium intensifica atuação na Região Sul (13:29)
SUÍNOS/CEPEA: início de mês e retomada das compras russas impulsionam preços (11:42)
BOI/CEPEA: apesar da pressão da indústria, indicador se sustenta (11:40)
China se torna o maior mercado para carne suína catarinense (09:45)
Grãos: Conab estima uma produção entre 233,7 e 238,3 milhões de toneladas (08:40)
Agronegócio elogia experiência de futura ministra, mas destaca desafios (08:17)
Boi Gordo: baixa volatilidade no mercado (08:10)
Exportações de carne de frango mantém alta em outubro (08:09)
Soja brasileira com boas perspectivas para 2019, mesmo se confirmado acordo entre China e EUA (08:00)
Quarta-Feira, 07/11
Tereza Cristina é anunciada como ministra da Agricultura de Bolsonaro (19:28)
JBS vai vender carne na China pela internet (08:32)
Acionistas da BRF aprovam extensão do mandato de Pedro Parente (07:46)
Presidente da ABPA é palestrante do II Congresso Internacional de Direito Agrário e do Agronegócio (07:30)
Carne bovina tem alta e pode colaborar com retomada de preço no mercado do boi (07:18)
Importações chinesas de soja vão cair 10%, diz USDA (07:10)
Soja fecha estável em Chicago e mantém mercado lento também no Brasil nesta 3ª feira (07:00)