Sábado, 22 de Setembro de 2018
Agronegócios

Secretário de Agricultura de SP destaca potencial do agronegócio para retomada econômica
Campinas, SP, 29 de Agosto de 2017 - O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, destacou, durante o evento “Ocupação sustentável do território nacional pela ferrovia associada ao agronegócio”, realizado no Instituto de Engenharia nesta segunda-feira (28), que o agronegócio terá papel preponderante na retomada do crescimento econômico brasileira, pelo seu dinamismo na ocupação do território nacional.

De acordo com o secretário, o setor que puxa a economia deve apresentar acúmulo de capital, capacidade de inovação e de impactar os demais setores de forma rápida e virtuosa. “Durante as décadas mais recentes, isso foi uma prerrogativa do setor industrial, mas o setor agropecuário terá melhores condições de ser indutor dessa nova fase, pois tem o acúmulo de capital, o centro de decisão e a vantagem comparativa”, explicou.

Para Arnaldo Jardim, o País precisa pensar, cada vez mais, em questões estratégicas como a logística e “debates como o promovido no Instituto de Engenharia criam condições de pensar no desenvolvimento do País em médio prazo”.

O evento realizado no Instituto de Engenharia demonstrou os resultados de um projeto elaborado pelas entidades para sugerir melhorias na infraestrutura logística, no qual a ferrovia surge como uma alternativa amplamente favorável que traga uma grande redução nos custos do transporte e no impacto ambiental, em especial na menor emissão de carbono.

O projeto do Instituto prevê, como um cuidado extra com o meio ambiente, que a matriz energética deve ter alta participação das fontes solar e eólica, sem dependência total da geração hídrica e do regime das chuvas. De acordo com a entidade, é necessária uma reformulação na malha ferroviária, visto que hoje 70% dos 32 mil quilômetros instalados estão inoperantes.

De acordo com o secretário geral da Associação Latino-americana de Ferrovias (Alaf Brasil) Jean Carlos Pejo, é necessário investir na operação imediata da Ferrovia Norte-Sul, no trecho que liga as cidades de Palmas, no Tocantins e e Anápolis, em Goiás, bem como a concessão à iniciativa privada para construção e operação do trecho entre Eliseu Martins, no Piauí e Estreito, no Maranhão. “Havendo logística, a capacidade de produção e transporte de grãos certamente irá aumentar, passando a ser delimitada, então, pela capacidade ambiental”, afirmou, lembrando que é necessário investir na especialização da mão-de-obra, capaz de lidar com a automatização da produção agrícola.

Para o presidente do Instituto de Engenharia, Eduardo Lafraia, o Brasil tem todas as ferramentas para promover o desenvolvimento, “Este tema não se esgota hoje, mas será desdobrado em outras discussões do planejamento da malha ferroviária e seus acessos, a ocupação urbana associada ao agronegócio e a consolidação de seminários para criar um grupo para acompanhar e cobrar a execução deste plano”, afirmou.
(Secr. Abast. São Paulo) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 22/09
Sexta-Feira, 21/09
Siemens cria centro de competências de carnes no Brasil (08:58)
Rabobank: volatilidade associada ao Brasil é desafio para o mercado global (08:46)
Açúcar leva Brasil a acionar China na OMC (08:46)
Quinta-Feira, 20/09
Gestão de estoques se torna prioridade de Pedro Parente na BRF (11:48)
Só falta o aval da Casa Civil para pesquisador assumir a presidência da Embrapa (11:43)
Multinacional De Heus finca base de logística de carne em Caruaru (11:08)
Alterion ganha prêmio Innovspace (10:58)
BRF enfrenta crescente competição por milho com indústria de etanol (08:48)
Quarta-Feira, 19/09
Indústria vê queda na produção de ração no Brasil no 1º semestre e perspectiva negativa (10:26)
Idoso de 111 anos ‘ensina’ como viver muito e com saúde (09:52)
Arroz e feijão estão entre os alimentos mais desperdiçados no Brasil (09:49)
BRF está pronta para voltar aos “velhos tempos” (09:22)
Embrapa seguirá sob comando de pesquisador (08:56)
Soja: recuo em Chicago pesa sobre preços nos portos do BR, mas dólar e prêmios limitam baixa (07:59)
Simpósio de avicultura discutirá qualidade na produção de matrizes (07:58)
Brasil reforça vigilância para barrar eventual ingresso da peste suína africana (07:56)
Plantio da soja no Paraná atinge 9% da área e colheita do milho bate em 99% (07:13)
Sem oferta, mercado do boi gordo registra alta em São Paulo (07:12)
China está redirecionando investimentos dos EUA para a Europa (07:11)
Milho: focado na colheita nos EUA, mercado recua pelo segundo dia consecutivo na Bolsa de Chicago (07:00)
Terça-Feira, 18/09
Semana do Ovo 2018 conta com patrocínio da Label Rouge (13:43)
Wisium reforça presença no Nordeste (13:36)
Com Brexit, Europa se prepara para nova logística de importação (09:11)
VIII CLANA anuncia tema "Nutrição Animal e Produção Sustentável de Alimentos" (09:06)
Florence faz Sanderson Farms perder 1,7 milhão de frangos (08:41)
Porto de Roterdã mantém o rigor na fiscalização de carnes do Brasil (08:37)
Governo reduz novamente orçamento para o seguro rural (08:25)
Tabela de frete provoca aumento nas importações brasileiras de cereais (08:23)
Surto de febre suína na China favorece criadores de frango (08:20)
Milho: em Chicago, mercado fecha pregão desta 2ª em campo negativo de olho na colheita nos EUA (08:18)
Soja tem novo dia de baixas em Chicago nesta 3ª ainda sentindo pressão da disputa EUA x China (08:07)