Sexta-feira, 27 de Abril de 2018
Agronegócios

Secretário de Agricultura de SP destaca potencial do agronegócio para retomada econômica
Campinas, SP, 29 de Agosto de 2017 - O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, destacou, durante o evento “Ocupação sustentável do território nacional pela ferrovia associada ao agronegócio”, realizado no Instituto de Engenharia nesta segunda-feira (28), que o agronegócio terá papel preponderante na retomada do crescimento econômico brasileira, pelo seu dinamismo na ocupação do território nacional.

De acordo com o secretário, o setor que puxa a economia deve apresentar acúmulo de capital, capacidade de inovação e de impactar os demais setores de forma rápida e virtuosa. “Durante as décadas mais recentes, isso foi uma prerrogativa do setor industrial, mas o setor agropecuário terá melhores condições de ser indutor dessa nova fase, pois tem o acúmulo de capital, o centro de decisão e a vantagem comparativa”, explicou.

Para Arnaldo Jardim, o País precisa pensar, cada vez mais, em questões estratégicas como a logística e “debates como o promovido no Instituto de Engenharia criam condições de pensar no desenvolvimento do País em médio prazo”.

O evento realizado no Instituto de Engenharia demonstrou os resultados de um projeto elaborado pelas entidades para sugerir melhorias na infraestrutura logística, no qual a ferrovia surge como uma alternativa amplamente favorável que traga uma grande redução nos custos do transporte e no impacto ambiental, em especial na menor emissão de carbono.

O projeto do Instituto prevê, como um cuidado extra com o meio ambiente, que a matriz energética deve ter alta participação das fontes solar e eólica, sem dependência total da geração hídrica e do regime das chuvas. De acordo com a entidade, é necessária uma reformulação na malha ferroviária, visto que hoje 70% dos 32 mil quilômetros instalados estão inoperantes.

De acordo com o secretário geral da Associação Latino-americana de Ferrovias (Alaf Brasil) Jean Carlos Pejo, é necessário investir na operação imediata da Ferrovia Norte-Sul, no trecho que liga as cidades de Palmas, no Tocantins e e Anápolis, em Goiás, bem como a concessão à iniciativa privada para construção e operação do trecho entre Eliseu Martins, no Piauí e Estreito, no Maranhão. “Havendo logística, a capacidade de produção e transporte de grãos certamente irá aumentar, passando a ser delimitada, então, pela capacidade ambiental”, afirmou, lembrando que é necessário investir na especialização da mão-de-obra, capaz de lidar com a automatização da produção agrícola.

Para o presidente do Instituto de Engenharia, Eduardo Lafraia, o Brasil tem todas as ferramentas para promover o desenvolvimento, “Este tema não se esgota hoje, mas será desdobrado em outras discussões do planejamento da malha ferroviária e seus acessos, a ocupação urbana associada ao agronegócio e a consolidação de seminários para criar um grupo para acompanhar e cobrar a execução deste plano”, afirmou.
(Secr. Abast. São Paulo) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sexta-Feira, 27/04
Quinta-Feira, 26/04
Cobb-Vantress participa do IV Simpósio de Avicultura do Nordeste com palestra de especialista (16:44)
República Dominicana abre mercado para exportações de aves do Brasil (16:15)
Wisium avalia como estratégica a participação em evento de avicultura (15:31)
CVM questiona BRF e votação do novo conselho será vaga a vaga (14:43)
Conferência FACTA WPSA Brasil 2018 reúne grandes nomes do setor para debater a avicultura brasileira (11:04)
Turra confirma a passagem das funções executivas da ABPA para Ricardo Santin (10:44)
Caminho aberto para o novo conselho da BR (08:13)
Foco em Pedro Parente como solução para BRF é exagerado (08:06)
Camex autoriza início de tratativas para contencioso do frango na OMC contra UE (08:05)
Milho: mercado consolida 3ª alta consecutiva na Bolsa de Chicago (08:03)
Soja bate nos R$ 88/saca em Paranaguá com dólar em alta, prêmios fortes e melhora em Chicago (08:00)
Quarta-Feira, 25/04
Colaboradores da GTFoods recebem capacitação de especialistas da Cobb-Vantress (16:29)
ASGAV e SIPARGS, emitem nota sobre suspensão da habilitação de 20 agroindústrias exportadoras de carne de frango (14:25)
Avicultores de SC temem prejuízos altos com problemas para exportar frango para União Europeia (09:43)
Força Sindical protesta em frente à BRF contra decisão da UE sobre frango (09:42)
Blairo busca apoio de Itamaraty e MDIC para abrir painel na OMC (08:08)
Embrapa lista os desafios da agricultura do país até 2030 (08:03)
Mercado interno chinês se reativa com guerra comercial (08:01)
Milho: mercado sobe pelo 2º dia seguido na CBOT; foco segue na safra dos EUA (08:00)
Soja tem novo dia de estabilidade em Chicago e movimentação de preços e negócios no BR fica limitada (07:58)
Terça-Feira, 24/04
Zoetis participa do 19º Simpósio Brasil Sul de Avicultura (11:51)
CEO renuncia e abre caminho para guinada na gestão da BRF (09:46)
Com recuo de 5,4% na região Sul, PIB do agronegócio deve crescer só 0,7% no ano (09:30)
Milho: com atenções voltadas ao clima e a safra nos EUA, mercado encerra 2ª com leves altas na CBOT (08:06)
Soja fecha em queda nesta 2ª feira em Chicago e desaquece ainda mais ritmo das vendas no BR (08:00)
Segunda-Feira, 23/04
CEO da BRF renuncia ao cargo; diretor financeiro assume interinamente (20:14)
CNA intensifica ações para reverter crise da produção de aves e suínos (14:51)
Convenção marca a hora da virada da Vaccinar (11:30)
Cobb-Vantress realiza nova edição da Escola Técnica Evento será promovido de 23 a 27 de abril, na sede da companhia, em Guapiaçu (SP) (11:28)
Zoetis nomeia Renato Vilas Boas como novo diretor financeiro do Brasil e Sul da América Latina (09:33)
Banco do Brasil prorroga parcelas de custeio e investimento para avicultura e suinocultura (08:28)
FRANGO/CEPEA: queda no alojamento pode favorecer mercado (08:21)
OVOS/CEPEA: poder de compra do avicultor recua 40% em um ano (08:20)
SOJA/CEPEA: preços de farelo e óleo sobem, mas os do grão recuam (08:15)
Milho: diante da perspectiva de melhora no clima nos EUA, mercado recua 2% na semana em Chicago (08:05)
Soja inicia semana na tentativa de uma recuperação em Chicago nesta 2ª, mas ainda com estabilidade (08:00)