Segunda-feira, 19 de Novembro de 2018
Saúde Animal

Brasil e EUA participam de treinamento contra gripe aviária

Segundo representantes do Brasil, o país tem intensificado o controle, mas ainda precisa de mais profissionais
Brasília, DF, 10 de Agosto de 2017 - O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Serviço de Inspeção e Sanidade Animal e Vegetal dos Estados Unidos (APHIS, na sigla em inglês) realizam desta quarta, dia 8, até a
sexta-feira, 11, o treinamento “Primeira linha de resposta a um foco de influenza aviária de alta patogenicidade” , em Brasília.
Segundo a pasta, o curso internacional, que também vai repassar medidas a serem adotadas para enfrentar a doença de Newcastle, reúne representantes de países da Américas do Sul e Central.

Neste primeiro dia, foi realizada uma atividade prática no Hospital de Grandes Animais da Universidade de Brasília (UnB), com necropsia de aves, para demonstrar como é feita a coleta,
preparação e o envio de amostras quando há suspeita de foco de influenza.

De acordo com o diretor do Departamento de Saúde Animal do Mapa, Guilerme Marques, o Brasil tem intensificado as ações nas fronteiras e nos sítios de aves migratórias transmissoras da
doença para as aves comerciais. Além disso, segundo ele, o país possui um laboratório de referência mundial, o Lanagro de Campinas, capaz de diagnosticar a influenza em um curtíssimo
espaço de tempo.

“Neste treinamento, estamos abordando as ações de choque, em até 24 horas nas proximidades dos supostos locais contaminados, em caso de detecção de focos da gripe aviária no Brasil”,
ressaltou Marques.

De acordo com Marques, o Brasil precisa ampliar o número de profissionais para atuar em campo e fazer a manutenção permanente dos equipamentos necessários às ações emergenciais nos
estados, a fim de se preparar melhor para enfrentar a doença.

O diretor de área do APHIS, Conrad Estrada, disse que o desafio do Brasil para evitar a entrada da gripe aviária é garantir a biosseguridade e unir os esforços entre o serviço sanitário oficial e as indústrias de carne de aves. A resposta de emergência (24 horas), segundo ele, é fundamental quando se detecta um foco de influenza, em razão da rapidez da disseminação da doença.

“O país tem que saber como funcionam seu serviço veterinário e seus recursos humanos, além de ter disponibilidade financeira para combater as emergências”, observou Estrada. Ele reforçou ainda
a necessidade de estar preparado para as ações de emergência de enfrentamento à doença porque ela deve chegar, embora não se saiba quando.
(Canal Rural) (Redação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 19/11
México habilita novas plantas para exportação de carne de aves Negociação externa (12:35)
Novas habilitações para o México devem incrementar exportações de frango do Brasil em 2019 (12:24)
Vetanco participa da 2nd Latin American Scientific Conference (08:15)
Milho: mercado aguarda novidades e fecha pregão desta 6ª com leves quedas na Bolsa de Chicago (08:08)
Soja: mantendo foco na disputa entre chineses e americanos, Chicago recua nesta 2ª feira (08:00)
Necta, com apoio do IOB, reúne alunos de graduação e pós gradução para falar sobre ovos (07:57)
Sexta-Feira, 16/11
FRANGO/CEPEA: carne se valoriza com aumento da procura (08:17)
OVOS/CEPEA: maior demanda eleva cotações; alta do vermelho supera 20% (08:16)
Retomada econômica poderá afetar o campo em 2019, diz analista (08:14)
SUÍNOS/CEPEA: bom ritmo de exportações e demanda interna elevam preço da carne (08:14)
BOI/CEPEA: aumento no abate mostra retomada de produtividade (08:13)
ABPA fomenta novos negócios para importações chinesas de aves e de suínos na CIIE (08:03)
Câmbio e clima nos EUA deixaram o milho na CBOT em total estabilidade (08:02)
Dólar mais alto e neve nos próximos dias nos EUA firmaram a soja em alta moderada em Chicago (08:00)
Quinta-Feira, 15/11
Quarta-Feira, 14/11
Putin ressuscita super-frango russo (20:08)
Brasil pede que Europa revise cotas após Brexit (20:01)
Paraná produzirá até 47% mais milho em 2019 (19:25)
Pilgrim’s, da JBS, concorre por ativos da BRF na Tailândia e Europa (19:22)
FAEP solicita continuidade do programa Tarifa Rural Noturna (19:21)
CNA debate normas técnicas da avicultura (19:19)
Pilgrim’s, da JBS, concorre por ativos da BRF na Tailândia e Europa (19:10)
Distribuidor da Vetanco promove Simpósio no NE (14:53)
Nova ministra terá que lidar com reflexos da Carne Fraca (11:28)
Programa técnico do Congresso de Ovos 2019 já tem principais temas definidos (09:33)
CNA protocola no STF pedido de suspensão de multas relativas a fretes (08:47)
JBS tem resultado operacional recorde, mas fica no vermelho (08:42)
Abate de bois cresceu no 3º tri, mas o de aves diminuiu (08:41)
Excesso de frango nos EUA desafia Tyson Foods (08:10)
Exportação ajuda, e produção de carnes se recupera no 3º trimestre (08:05)
Milho: perdas do trigo pesam e mercado recua mais de 1% nesta 3ª feira na Bolsa de Chicago (08:03)
Alta do dólar tem efeito limitado e preços da soja no mercado brasileiro tem 3ª feira de estabilidade (08:00)
Terça-Feira, 13/11
ABPA participa de websérie para promover a carne de frango brasileira (11:53)
Ovos registram recorde de produção em um terceiro trimestre (10:52)
Abate de frangos cai 4% no terceiro trimestre de 2018 (10:48)
Sinais de queda na oferta de boi em 2019 (08:59)
Frigoríficos ainda esperam boa disponibilidade de animais no ano que vem (08:58)
Aumenta participação de mulheres com nível superior no agronegócio (08:15)
Milho: mercado tem sessão volátil, mas alta do trigo garante leves altas nesta 2ª feira em Chicago (08:09)
Soja fecha com leve baixa em Chicago, enquanto preços têm 2ª feira volátil no Brasil (08:00)
Boi: parada técnica no mercado de reposição (07:50)
Setor de alimentos e bebidas terá rodada de negócios com importadores chineses dia 23 em SP (07:35)
Prêmio para o empreendedorismo (07:33)
Comissão de avicultura da FAEP encerra 2018 de olho no futuro (07:31)
Grão, minérios, combustíveis e Tecon 2 nos planos de Suape (07:28)
Temas ligados à produção animal serão discutidos em Toledo (07:27)