Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
Matérias-Primas

Estudo acompanha preços dos insumos de milho e soja

Histórico mostra que o melhor momento para comprar fertilizantes é antes da safra
Brasília, DF, 18 de Maio de 2017 - Um histórico traçado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) sobre os custos de agrotóxicos e fertilizantes nos principais estados produtores de milho e soja revela que os melhores momentos para a aquisição de insumos são os que antecedem a safra de cada região brasileira. O estudo, divulgado nesta quarta-feira (17), avalia a participação dos fertilizantes na rentabilidade do produtor por ano-safra, de 2010/11 a 2015/16.

Segundo a publicação, denominada “O Comportamento dos Preços dos Insumos Agrícolas na Produção de Milho e Soja”, os agricultores normalmente não fazem estoques de insumos. Em vez disso, adquirem tais produtos quando o ciclo de plantio de cada cultura exige. Essa demanda momentânea acaba influenciando na definição de preços dos insumos.

Apesar do produtor não participar de forma ativa no processo de formação de preços, o estudo indica que os valores, em sua maioria, se comportam de acordo com a procura e não apresentam grandes diferenças em relação à media de preços praticados nas localidades analisadas. “Isso pode ser explicado pelo acompanhamento que os próprios fornecedores fazem da safra. Os resultados da safra colhida e a perspectiva da produção futura são variáveis que afetam a composição dos preços ao produtor”, avalia o Superintendente de Informações do Agronegócio da Conab, Aroldo Oliveira Neto.

Além dessa relação entre fornecedor e produtor, a publicação destaca ainda oportunidades de investimentos, possibilidades de minimização dos custos de produção e a formulação de estratégias pelos setores diretamente envolvidos com a produção. O trabalho foi construído em duas partes: a primeira é voltada para o comportamento dos preços de insumos nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Sul; a segunda, traz um estudo de caso no município de Campo Mourão, no Paraná.

Clique aqui para acessar a íntegra da publicação.
(Conab) (Assessoria de Imprensa )
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 22/11
Cargill Nutrição Animal reúne avicultores para discutir minimização do impacto das micotoxinas (15:28)
Workshop Vaccinar Fábrica de Rações acontece em novembro com sete palestras impactantes (11:49)
Gastos com nutrição sobem e custos de produção de suínos e de frangos de corte têm nova alta em outubro (11:36)
Projeto aprovado na CAE disciplina repasse de recursos para defesa agropecuária (11:34)
V Workshop Sindiavipar: Setor avícola comemora expectativa de crescimento de 2% em exportações em 2017 (11:30)
Governo Trump pode entregar de bandeja 115 milhões de consumidores para o Brasil (09:02)
Indústria de frango tem cenário favorável para pôr "casa em ordem", diz Itaú BBA (08:51)
Apesar de embargos, Rússia depende de carnes do Brasil (08:48)
Queda da oferta de milho pode superar expectativas (08:46)
Terça-Feira, 21/11
MSD Saúde Animal entra no mercado de postura comercial com nova contratação (16:03)
BioCamp passa por momento especial com nova campanha de marketing (10:48)
Oferta agrícola gera tensão em países da UE (08:43)
Rússia confirma embargo a quatro frigoríficos de carne suína (08:42)
Segunda-Feira, 20/11
Sexta-Feira, 17/11
Valor da Produção Agropecuária de 2017 é de R$ 533,5 bilhões (09:55)
Quinta-Feira, 16/11
Matrizes de valor (16:09)
AB Vista destaca o NIR como ferramenta ideal para nutrição de precisão (11:14)
CHICK Program garante eficácia na vacinação em Incubatórios (10:19)
Rússia eleva tom de ameaças a carnes do Brasil (08:51)
Mudanças em MP dobram renúncia com Funrural (08:50)
Favorito de Abilio ganha força na BRF (08:42)