Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017
Empresas

Bom desempenho nos EUA levou JBS a lucro de R$ 422 milhões no 1º tri
São Paulo, SP, 16 de Maio de 2017 - Impulsionada pelo desempenho nos EUA a JBS conseguiu compensar as adversidades no Brasil e fechou o primeiro trimestre do ano com lucro líquido de R$ 422,3 milhões, bem acima do registrado no mesmo período de 2016, quando as despesas com derivativos levaram a empresa a um prejuízo de R$ 2,7 bilhões.

Assim como aconteceu no segundo semestre de 2016, o negócio de carne bovina nos EUA foi determinante, com recuperação das margens, embora em menor intensidade que a vista nos trimestres anteriores. Em contrapartida, os negócios na América do Sul foram bastante afetados pela apreciação do real no trimestre.

"Iniciamos 2017 mantendo a boa performance nas unidades de negócio das nossas operações internacionais. Nossas operações na América do Sul, por sua vez, continuaram enfrentando um cenário desafiador", disse o CEO da JBS, Wesley Batista, em nota que acompanha o balanço.

Devido ao real apreciado, a receita líquida da JBS, que tem a maior parte das vendas atreladas ao dólar - seja via exportação ou operações no exterior -, caiu 14,3% no trimestre, para R$ 37,6 bilhões. Na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, o real se valorizou mais de 20%, notou a JBS.

Também por isso, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado registrou um crescimento modesto de 0,2% na comparação anual, a R$ 2,140 bilhões. A margem Ebitda ajustada avançou 0,8 ponto percentual, para 5,7%.

De maneira geral, a melhora da margem da JBS se deve, sobretudo, aos negócios de carne bovina nos EUA, que representaram em torno de 40% da receita líquida e pouco mais de 25% do Ebitda. Na comparação com o primeiro trimestre de 2016, o Ebitda ajustado da JBS USA Carne Bovina teve sensível melhora, de US$ 214,8 milhões negativos para US$ 183,4 milhões positivos. Assim, a margem Ebitda ajustada saiu de 4,6% negativos para 3,7%.

Segundo a JBS, a maior disponibilidade de boi aliviou o custo da indústria de carne bovina americana. Do outro lado, a queda do preço do produto estimulou o consumo e, como essa redução foi inferior à vista no preço do gado bovino, os frigoríficos ganharam margens.

A JBS apresentou resultados piores na América do Sul, sobretudo no Brasil. A Seara, que reúne as operações de aves, suínos e alimentos processados, teve um Ebitda ajustado de R$ 215,8 milhões, queda de 62,8% na comparação anual. Segundo a JBS, a Seara foi afetada pela valorização do real, o que diminuiu a rentabilidade das exportações de carne de frango, e também pela crise brasileira, onde a migração para produtos mais baratos resultou em preço médio menor. Na JBS Mercosul, que reúne as operações de carne bovina, o Ebitda ajustado caiu 92%, para R$ 59,4 milhões. Na área financeira, a JBS aumentou o índice de alavancagem, de 4,16 vezes em março para 4,2 vezes.
(Valor Econômico) (Luiz Henrique Mendes)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 25/09
Sexta-Feira, 22/09
Zoetis comemora 25ª edição do Curso de Sanidade Avícola (15:45)
APINCO elege nova Diretoria Executiva (10:49)
Proposta prevê terceirização da defesa (10:18)
Conab negocia apoio ao escoamento de 397,6 mil de t de milho de MT (10:11)
Ovos/Cepea: Oferta elevada mantém pressão sobre cotações (09:56)
Sorriso liderou valor da produção agrícola do país em 2016, indica IBGE (09:47)
Quinta-Feira, 21/09
ABPA e PEIXE BR debatem questões dos setores de aves, suínos, ovos e peixes (15:45)
Cooperativa Central Aurora Alimentos é a maior exportadora do Sul do Brasil (14:44)
Big Dutchman aposta no potencial produtivo da América Latina e anuncia novo Diretor Regional (11:43)
Semana dedicada ao ovo destaca saúde e bem-estar (11:33)
Cooperativa C.Vale abre vagas de trainee (10:48)
Congresso Latinoamericano de Avicultura homenageia Nestor Freiberger e Paulo Martins (10:02)
Formada comissão científica que dará consultoria em tecnologia da Inspeção (09:44)
Agronegócio brasileiro sofre com crise na Venezuela (08:14)
Milho: pequena alta em Chicago (08:07)
Soja realiza lucros em Chicago nesta manhã de 5ª feira e sente pressão do dólar (08:00)
Quarta-Feira, 20/09
Grupo Pão de Açúcar e IOB unidos na Semana do Ovo 2017 (14:00)
Cargill Nutrição Animal orienta como melhorar a rentabilidade com formulação de precisão na produção de aves (10:47)
Paraná lidera produção de proteína animal no País (09:21)
Nutriad nomeia Business Development Manager (08:48)
Por unanimidade, João Martins é eleito Presidente da CNA (08:22)
Resolução sobre Funrural adiciona lentidão a mercados de grãos do Brasil (08:15)
Soja em Chicago trabalha com leves altas nesta 4ª feira à espera de novidades fortes (08:06)
Soja em Chicago trabalha com leves altas nesta 4ª feira à espera de novidades fortes (08:06)
Safra 2017/18 pode ter maior colheita de soja já registrada em Santa Catarina (08:00)
Terça-Feira, 19/09
Gilberto Tomazoni vira COO (11:43)
Cobb-Vantress e Prefeitura de Água Clara inauguram creche para 280 crianças (09:20)
Governo aposta em exportação recorde de milho neste ano (08:15)
Mercado brasileiro do milho apresenta leves valorizações nas cotações (08:06)
Soja dá continuidade à estabilidade na Bolsa de Chicago nesta manhã de 3ª feira (08:00)