Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
Matérias-Primas

Milho: preços permanecem pressionados no mercado interno
Campinas, SP, 16 de Maio de 2017 - No mercado brasileiro, o início da semana foi de ligeiras movimentações aos preços do milho. Segundo levantamento realizado pelo economista André Lopes, a saca caiu 2,56% e terminou a segunda-feira a R$ 19,00, em Jataí (GO). Na região de Campinas (SP), a perda foi de 1,85%, com a saca a R$ 26,60.

Ainda em Pato Branco (PR), o dia também foi negativo, com a saca do grão a R$ 21,30 e queda de 1,39%. Em contrapartida, em Luís Eduardo Magalhães (BA), o valor subiu 2,22%, com a saca de milho a R$ 23,00. Nas demais praças o dia foi de estabilidade.

Os preços do cereal permanecem pressionados negativamente internamente em meio ao baixo ritmo de negociação no mercado spot nacional, de acordo com dados do Cepea. De um lado, os vendedores ainda estão retraídos no mercado e aguardam melhores oportunidades para comercializar.

"Do lado comprador, muitos realizam pequenas aquisições apenas para o abastecimento de curto prazo, à espera da entrada do milho segunda safra", ressaltou o Cepea.

Já na BM&F Bovespa, as cotações apresentaram ligeiras altas nesta segunda-feira. As principais posições do cereal subiram entre 0,26% e 0,99%. O maio/17 era cotado a R$ 28,05 a saca e o setembro/17 era negociado a R$ 26,81 a saca. Apenas o março/18 caiu levemente, com perda de 0,10%, com a saca a R$ 29,70.

Os preços subiram apesar das perdas registradas no mercado internacional e também no câmbio. A moeda norte-americana caiu pelo 5º pregão seguido e terminou a segunda-feira a R$ 3,1060 na venda, com recuo de 0,58%. O patamar de fechamento é o menor desde 17 de abril, quando o dólar tocou o nível de R$ 3,1044.

Conforme dados da agência Reuters, o dólar foi pressionado pela animação dos investidores diante do andamento das reformas no Congresso Nacional e também com influência do cenário externo.
(Notícias Agrícolas) (Fernanda Custódio)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 22/11
Cargill Nutrição Animal reúne avicultores para discutir minimização do impacto das micotoxinas (15:28)
Workshop Vaccinar Fábrica de Rações acontece em novembro com sete palestras impactantes (11:49)
Gastos com nutrição sobem e custos de produção de suínos e de frangos de corte têm nova alta em outubro (11:36)
Projeto aprovado na CAE disciplina repasse de recursos para defesa agropecuária (11:34)
V Workshop Sindiavipar: Setor avícola comemora expectativa de crescimento de 2% em exportações em 2017 (11:30)
Governo Trump pode entregar de bandeja 115 milhões de consumidores para o Brasil (09:02)
Indústria de frango tem cenário favorável para pôr "casa em ordem", diz Itaú BBA (08:51)
Apesar de embargos, Rússia depende de carnes do Brasil (08:48)
Queda da oferta de milho pode superar expectativas (08:46)
Terça-Feira, 21/11
MSD Saúde Animal entra no mercado de postura comercial com nova contratação (16:03)
BioCamp passa por momento especial com nova campanha de marketing (10:48)
Oferta agrícola gera tensão em países da UE (08:43)
Rússia confirma embargo a quatro frigoríficos de carne suína (08:42)
Segunda-Feira, 20/11
Sexta-Feira, 17/11
Valor da Produção Agropecuária de 2017 é de R$ 533,5 bilhões (09:55)
Quinta-Feira, 16/11
Matrizes de valor (16:09)
AB Vista destaca o NIR como ferramenta ideal para nutrição de precisão (11:14)
CHICK Program garante eficácia na vacinação em Incubatórios (10:19)
Rússia eleva tom de ameaças a carnes do Brasil (08:51)
Mudanças em MP dobram renúncia com Funrural (08:50)
Favorito de Abilio ganha força na BRF (08:42)