Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
Empresas

DSM busca liderança na área de nutrição animal na América Latina
São Paulo, SP, 03 de Fevereiro de 2017 - Quase quatro anos após adquirir a Tortuga, líder do mercado brasileiro de nutrição de bovinos, a holandesa DSM lançará uma ofensiva avançar na América Latina, principalmente na Argentina, México e Colômbia. Os três países têm, juntos, 100 milhões de cabeças de gado.

A chilena Silvia Lopez, gerente de novos negócios da DSM para a América Latina, disse que a empresa almeja ter 10% do mercado latino-americano de suplementação mineral. Ao ano, esse segmento movimenta cerca de US$ 600 milhões na região, conforme a executiva.

A DSM quer atingir a meta até 2020. A companhia não inclui o Brasil, país onde a empresa já tem mais de 10% do mercado — no sistema de confinamento, a fatia é ainda maior.

De acordo com cálculos da DSM a partir dos dados oficiais de cada país, o rebanho bovino da América Latina — excluindo o Brasil, que tem um rebanho de mais de 200 milhões de cabeças — é de 180 milhões de animais. Desse total, em 40 milhões de animais são tratados com suplementos minerais. É esse o mercado que a empresa vai disputar, ao menos no primeiro momento.

“Mas o potencial é maior porque o grau de mineralização [da América Latina] é baixo”, afirmou a executiva. De acordo com ela, no Brasil em torno de 50% do rebanho é tratado com suplementos minerais, em menor ou maior intensidade. No América Latina, essa taxa é de apenas 20%.

De acordo com Silvia, a ofensiva na América Latina deve se concentrar principalmente na Argentina, México e Colômbia, que possuem metade do rebanho não brasileiro da região. No Uruguai e Paraguai, que também tem pecuária tradicional, a companhia já atua desde a aquisição da Tortuga, em abril de 2013.

Para acessar os novos mercados latino-americanos, a DSM tem duas alternativas: exportar diretamente do Brasil ou fazer a mistura dos produtos nos países onde as vendas acontecerão. A DSM tem unidades nos três países-chave da nova ofensiva, disse.

Além da área de nutrição animal para bovinos, a DSM produz vitaminas e enzimas para aves e suínos e atua em especialidades químicas para nutrição humana, insumos para cosméticos, plásticos de engenharia, resinas para tintas e fibra de polietileno.

Com ações listadas na bolsa de Amsterdã, a empresa holandesa tem vendas anuais de 9 bilhões de euros (o equivalente a R$ 30 bilhões). Na América Latina, o faturamento da DSM é superior a US$ 1 bilhão — a área de nutrição animal no Brasil é a principal responsável pela geração de receita.
(Valor Econômico) (Luiz Henrique Mendes)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sexta-Feira, 24/11
Bayer é parceira da Aurora em evento com produtores de matrizes e incubatórios (11:31)
FACTA promove curso sobre salmonella e campylobacter na avicultura, com a participação da Biocamp (11:17)
Anec eleva previsão de exportação de milho do Brasil para 33 mi t em 2017 (11:05)
O agro é pop. E os ruralistas? (09:12)
Quinta-Feira, 23/11
Encontro com empresários espanhóis acontece em Porto Alegre (11:30)
Asgav e Ovos RS apoiam atleta de Triathlo para uma prova de destaque mundial (11:25)
AB Vista amplia time de serviços técnicos e apresenta nova contratação para área de engenharia (10:27)
Após impasse, BRF confirma Drummond como CEO (09:04)
PR e MS querem pôr os grãos nos trilhos (09:02)
Quarta-Feira, 22/11
Cargill Nutrição Animal reúne avicultores para discutir minimização do impacto das micotoxinas (15:28)
Workshop Vaccinar Fábrica de Rações acontece em novembro com sete palestras impactantes (11:49)
Gastos com nutrição sobem e custos de produção de suínos e de frangos de corte têm nova alta em outubro (11:36)
Projeto aprovado na CAE disciplina repasse de recursos para defesa agropecuária (11:34)
V Workshop Sindiavipar: Setor avícola comemora expectativa de crescimento de 2% em exportações em 2017 (11:30)
Governo Trump pode entregar de bandeja 115 milhões de consumidores para o Brasil (09:02)
Indústria de frango tem cenário favorável para pôr "casa em ordem", diz Itaú BBA (08:51)
Apesar de embargos, Rússia depende de carnes do Brasil (08:48)
Queda da oferta de milho pode superar expectativas (08:46)
Terça-Feira, 21/11
MSD Saúde Animal entra no mercado de postura comercial com nova contratação (16:03)
BioCamp passa por momento especial com nova campanha de marketing (10:48)
Oferta agrícola gera tensão em países da UE (08:43)
Rússia confirma embargo a quatro frigoríficos de carne suína (08:42)
Segunda-Feira, 20/11