Segunda-feira, 29 de Maio de 2017
Empresas

DSM busca liderança na área de nutrição animal na América Latina
São Paulo, SP, 03 de Fevereiro de 2017 - Quase quatro anos após adquirir a Tortuga, líder do mercado brasileiro de nutrição de bovinos, a holandesa DSM lançará uma ofensiva avançar na América Latina, principalmente na Argentina, México e Colômbia. Os três países têm, juntos, 100 milhões de cabeças de gado.

A chilena Silvia Lopez, gerente de novos negócios da DSM para a América Latina, disse que a empresa almeja ter 10% do mercado latino-americano de suplementação mineral. Ao ano, esse segmento movimenta cerca de US$ 600 milhões na região, conforme a executiva.

A DSM quer atingir a meta até 2020. A companhia não inclui o Brasil, país onde a empresa já tem mais de 10% do mercado — no sistema de confinamento, a fatia é ainda maior.

De acordo com cálculos da DSM a partir dos dados oficiais de cada país, o rebanho bovino da América Latina — excluindo o Brasil, que tem um rebanho de mais de 200 milhões de cabeças — é de 180 milhões de animais. Desse total, em 40 milhões de animais são tratados com suplementos minerais. É esse o mercado que a empresa vai disputar, ao menos no primeiro momento.

“Mas o potencial é maior porque o grau de mineralização [da América Latina] é baixo”, afirmou a executiva. De acordo com ela, no Brasil em torno de 50% do rebanho é tratado com suplementos minerais, em menor ou maior intensidade. No América Latina, essa taxa é de apenas 20%.

De acordo com Silvia, a ofensiva na América Latina deve se concentrar principalmente na Argentina, México e Colômbia, que possuem metade do rebanho não brasileiro da região. No Uruguai e Paraguai, que também tem pecuária tradicional, a companhia já atua desde a aquisição da Tortuga, em abril de 2013.

Para acessar os novos mercados latino-americanos, a DSM tem duas alternativas: exportar diretamente do Brasil ou fazer a mistura dos produtos nos países onde as vendas acontecerão. A DSM tem unidades nos três países-chave da nova ofensiva, disse.

Além da área de nutrição animal para bovinos, a DSM produz vitaminas e enzimas para aves e suínos e atua em especialidades químicas para nutrição humana, insumos para cosméticos, plásticos de engenharia, resinas para tintas e fibra de polietileno.

Com ações listadas na bolsa de Amsterdã, a empresa holandesa tem vendas anuais de 9 bilhões de euros (o equivalente a R$ 30 bilhões). Na América Latina, o faturamento da DSM é superior a US$ 1 bilhão — a área de nutrição animal no Brasil é a principal responsável pela geração de receita.
(Valor Econômico) (Luiz Henrique Mendes)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 29/05
Sexta-Feira, 26/05
Quinta-Feira, 25/05
Quarta-Feira, 24/05
Ação na China traz resultados positivos para exportadores de aves e de suínos (13:08)
Roberto Montanhini Neto assume Diretoria Comercial da Safeeds (11:07)
BRF pode acionar Justiça para obter reparação por possíveis prejuízos causados por JBS (09:47)
I Encontro Técnico em Avicultura será realizado em Setembro, na Paraíba (09:34)
Boehringer Ingelheim Saúde Animal leva alta tecnologia de Vaxxitek para a Conferência Facta 2017 (08:50)
CNA e APEX-BRASIL renovam acordo de cooperação técnica (08:27)
Mercado brasileiro de milho apresenta leves movimentações (08:00)
Soja: mercado interno busca ajustes (07:54)
Terça-Feira, 23/05
CONBRASUL 2017: marketing para o consumo de ovos no Brasil é tema de palestra durante o evento (14:38)
Turra assume a presidência do Conselho Empresarial Brasil-Rússia (14:07)
Em missão na África, ABPA defende imagem da Proteína Animal do Brasil (14:05)
PR: receita de exportações de frango cresce 15% no acumulado do ano (13:24)
Agronegócio paulista exportou 3,9% a mais do que em 2016, aponta Instituto de Economia Agrícola (11:44)
Aviagen patrocina Conferência FACTA 2017 (08:53)
Impasse ainda trava MP do Funrural (08:46)
Definidos os juízes do Concurso de Qualidade de Ovos de Bastos 2017 (08:30)
Soja: preços sobem no Brasil nesta 2ª feira, mas produtor já amplia alvo para novas vendas (08:00)