Sexta-feira, 28 de Julho de 2017
Empresas

DSM busca liderança na área de nutrição animal na América Latina
São Paulo, SP, 03 de Fevereiro de 2017 - Quase quatro anos após adquirir a Tortuga, líder do mercado brasileiro de nutrição de bovinos, a holandesa DSM lançará uma ofensiva avançar na América Latina, principalmente na Argentina, México e Colômbia. Os três países têm, juntos, 100 milhões de cabeças de gado.

A chilena Silvia Lopez, gerente de novos negócios da DSM para a América Latina, disse que a empresa almeja ter 10% do mercado latino-americano de suplementação mineral. Ao ano, esse segmento movimenta cerca de US$ 600 milhões na região, conforme a executiva.

A DSM quer atingir a meta até 2020. A companhia não inclui o Brasil, país onde a empresa já tem mais de 10% do mercado — no sistema de confinamento, a fatia é ainda maior.

De acordo com cálculos da DSM a partir dos dados oficiais de cada país, o rebanho bovino da América Latina — excluindo o Brasil, que tem um rebanho de mais de 200 milhões de cabeças — é de 180 milhões de animais. Desse total, em 40 milhões de animais são tratados com suplementos minerais. É esse o mercado que a empresa vai disputar, ao menos no primeiro momento.

“Mas o potencial é maior porque o grau de mineralização [da América Latina] é baixo”, afirmou a executiva. De acordo com ela, no Brasil em torno de 50% do rebanho é tratado com suplementos minerais, em menor ou maior intensidade. No América Latina, essa taxa é de apenas 20%.

De acordo com Silvia, a ofensiva na América Latina deve se concentrar principalmente na Argentina, México e Colômbia, que possuem metade do rebanho não brasileiro da região. No Uruguai e Paraguai, que também tem pecuária tradicional, a companhia já atua desde a aquisição da Tortuga, em abril de 2013.

Para acessar os novos mercados latino-americanos, a DSM tem duas alternativas: exportar diretamente do Brasil ou fazer a mistura dos produtos nos países onde as vendas acontecerão. A DSM tem unidades nos três países-chave da nova ofensiva, disse.

Além da área de nutrição animal para bovinos, a DSM produz vitaminas e enzimas para aves e suínos e atua em especialidades químicas para nutrição humana, insumos para cosméticos, plásticos de engenharia, resinas para tintas e fibra de polietileno.

Com ações listadas na bolsa de Amsterdã, a empresa holandesa tem vendas anuais de 9 bilhões de euros (o equivalente a R$ 30 bilhões). Na América Latina, o faturamento da DSM é superior a US$ 1 bilhão — a área de nutrição animal no Brasil é a principal responsável pela geração de receita.
(Valor Econômico) (Luiz Henrique Mendes)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sexta-Feira, 28/07
Simpósio OvoSite trará análises sobre o setor de postura durante o Siavs (09:45)
Rio Grande do Sul intensifica prevenção à Influenza Aviária (09:15)
OVOS/CEPEA: com equilíbrio entre oferta e demanda, preços seguem estáveis (09:00)
20ª Corrida da Galinha e Feira de Avicultura do Nordeste movimentam São Bento do Una, no Agreste de Pernambuco (08:38)
PS Soluções apresenta o NQO31, neutralizador de maus odores (08:17)
Mercado interno do milho apresenta estabilidade (08:05)
Apoio à sustentação do preço do milho no Centro-Oeste é 100% negociado (08:03)
Soja: altas em Chicago e do dólar puxam preços no Brasil e estimulam novos negócios (08:00)
Quinta-Feira, 27/07
JBS começa a receber ofertas pela Moy Park (11:22)
Condomínios de frangos vão sustentar frigorífico no Rio Grande do Sul (09:23)
Mudanças no sistema de inspeção de granjas geram preocupação no RS (09:17)
Consumo de carne fica estável, mas evolução demográfica eleva volume (08:15)
Milho: dia de leves movimentações (08:07)
Mercado interno da soja apresenta estabilidade nas cotações (08:00)
Quarta-Feira, 26/07
Cobb-Vantress recebe clientes durante o Rio Preto Country Bulls, em Rio Preto (SP) (16:06)
Alckmin veta projeto de lei e libera uso de animais em faculdades (16:01)
Itália confirma novos casos de gripe aviária (10:15)
Fiscais agropecuários retomam mobilização por contratações e não descartam greve (10:14)
Mapa implementa programa de avaliação da qualidade dos serviços veterinários oficiais (10:12)
Pioneiro e Avenorte: parceria para verticalização (09:58)
Boehringer Ingelheim Saúde Animal impacta mais de 500 avicultores com o Road Show Aves 2017 (08:15)
Milho: dia de leve movimentação no mercado interno (08:00)
Soja: mercado tem leves altas em Chicago nesta 4ª, mas trabalha com cautela frente ao clima dos EUA (07:53)
Terça-Feira, 25/07
Ingredientes alternativos na alimentação de poedeiras comerciais (10:06)
Inovações no abate e processamento de aves e suínos são destaques no SIAVS (10:02)
Phileo reposiciona Safmannan no Brasil (09:01)
APA anuncia XVI Congresso de Ovos de 20 a 22 de março, em Ribeirão Preto (08:42)
Exportação de milho acelera, mas a preço menor (08:15)
MT vai ampliar participação na produção de milho e soja (08:10)
Milho: mercado brasileiro apresenta leves movimentações (08:05)
Soja: preços no Brasil permanecem estáveis neste início de semana (08:00)
Segunda-Feira, 24/07
PR: receitas da exportação avícola crescem 8,6% em comparação ao 1º semestre de 2016 (13:34)
Pesquisa da Embrapa investe em boas práticas na produção de ovos (11:12)
Setor de produção de ovos do RS poderá enfrentar dificuldades com mudanças no Serviço de Inspeção (10:52)
Vetanco realiza treinamento técnico e sobre manutenção de atomizadores (08:49)
Incoerência no comércio agrícola (08:20)
MILHO/CEPEA: vendedor recua e liquidez diminui em plena colheita (08:07)
Mercado interno do milho apresenta semana de queda nas cotações (08:03)
SOJA/CEPEA: mesmo com dólar em queda, indicador tem maior média mensal desde jan/2017 (08:00)