Agronegócios

SP: Preços Agropecuários acumulam alta de 0,43% em setembro

O índice que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas (IqPR) apresentou alta de 0,43% no fechamento do mês de setembro, informa a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Economia Agrícola (IEA/Apta). Dos produtos que compõem o IqPR, destaca-se a alta do amendoim (10,78%). Já entre os produtos que reduziram seus preços, tiveram maior variação tomate para mesa (-44,93%) e batata (-19,45%), afirmam Danton Leonel de Camargo Bini e Eder Pinatti, pesquisadores do IEA, ressaltando que, para a carne de frango e banana nanica, não foram obtidas cotações confiáveis no intervalo analisado. Acumulado dos últimos 12 meses No período de outubro de 2018 a setembro de 2019, o IqPR ficou em 13,6%. Quando comparado a outro indicador calculado pelo IEA, o Índice de Preços Pagos (IPP), que representa um termômetro dos custos de produção agropecuária no Estado, teve uma variação positiva de 3,2% nos últimos 12 meses; entende-se que os indicadores de renda no agregado (preços menos custos) estiveram positivos nesse intervalo. Contudo, individualmente, nove culturas, ao terem acúmulos de preços positivos abaixo do IPP ou negativos, dão indicativos de que obtiveram retornos contraproducentes. São elas: laranja para mesa (-29%), algodão (-23,09%), tomate para mesa (-15,27%), laranja para indústria (-11,49%), milho (-9,91%), trigo (-9,64%), soja (-7,78%), leite cru refrigerado (-2,17%) e café (+2,2%). Acima do Índice de Custos subiram nos últimos 12 meses: batata (+215,18%), amendoim (38,76%), feijão (+38,7%), carne suína (+24,39%), ovos (19,39%), carne bovina (+7,58%), arroz (+6,81%) e cana-de-açúcar (+5,93%).

(Secr. de Agr. e Abastecimento do Estado de SP) (Assessoria de Imprensa)



Visite  www.ovosite.com.br  - O Portal do Ovo na Internet