Matérias-Primas

Milho desvalorizado em Chicago nesta segunda-feira

Ontem, segunda-feira (18) chegou ao fim com os preços internacionais do milho futuro operando com leves baixas na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registraram desvalorizações entre 1,25 e 1,75 pontos negativos. O vencimento maio/19 foi cotado a US$ 3,71, o julho/19 valeu US$ 3,80 e o setembro/19 US$ 3,87. Segundo análise de Ben Potter da Farm Futures, os preços dos grãos foram relativamente reprimidos para começar a semana, depois que o USDA divulgou alguns dados de inspeção de exportação esta manhã, o que levou a algumas vendas técnicas. Os preços do milho e da soja caíram em torno de 0,4%, já que os contratos de trigo de inverno tiveram cortes mais acentuados de 1% ou mais. As ofertas de base de milho foram, em sua maioria, estáveis ​​para se firmar para começar a semana, subindo de 1 a 3 centavos acima em várias localizações do meio-oeste na segunda-feira. Uma usina de etanol de Illinois contrariou a tendência, afundando 4 centavos a menos hoje. Ainda nessa segunda-feira o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou que os embarques de milho somaram 795,241 mil toneladas, contra expectativas de 740 mil a 940 mil toneladas. Em todo o ano, os EUA já embarcaram 27.396,964 milhões de toneladas, contra pouco mais de 21 milhões do mesmo intervalo da temporada passada. Mercado interno Já no mercado interno, os preços do milho disponível permaneceram sem movimentações em sua maioria. Em levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas, as valorizações apareceram somente nas praça de Oeste da Bahia (0,69% e preço de R$ 36,50) e Dourados/MS (1,54% e preço de R$ 33,00) Já as desvalorizações apareceram em Cascavel/PR (1,72% e preço de R$ 28,50), Sorriso/MT disponível (2,04% e preço de R$ 24,00), Alto Garças/MT e Itiquira/MT (3,23% e preço de R$ 30,00), Primavera do Leste/MT (3,57% e preço de R$ 27,00), Assis/SP (4,35% e preço de R$ 33,00) e Sorriso/MT balcão (4,76% e preço de R$ 20,00). Para a XP Investimentos, o mercado paulista de milho abre a semana pressionado. Nos últimos dias, os estoques elevados e o bom fluxo de milho tributado (lotes de MG e MS) favoreceram testes de preço das Indústrias e Granjas paulistas no milho diferido. Ao menos por enquanto, a estratégia vem surtindo efeito e, ontem (18), existiram ofertas de compra até R$ 38,00/sc. Intermediários e Silos, assim como produtores, trabalham para regular as ofertas de diferido, mas aos poucos vão entregando seus estoques. A boa evolução das colheitas em lavouras paulistas e dos plantios de Inverno no Sul e Centro-Oeste projetam uma boa disponibilidade futura.

(Notícias Agrícolas) (Guilherme Dorigatti)



Visite  www.ovosite.com.br  - O Portal do Ovo na Internet