Matérias-Primas

Disputa comercial envolve a soja

A disputa comercial entre EUA e China atinge seu ponto máximo nesta sexta-feira, quando devem entrar em vigor as taxas protecionistas anunciadas pelo dois países. Caso se confirmem, as tarifas tendem a reduzir as perspectivas de exportação de soja dos EUA num momento em que as lavouras do país apresentam excelentes condições de desenvolvimento. Na quinta-feira, os contratos da oleaginosa com vencimento em agosto fecharam a US$ 8,3925 o bushel em Chicago, queda de 8,75 centavos. A China é a maior importadora mundial de soja e compra mais de 40% da produção dos EUA. No ano, a soja acumula perda de 12,74% em Chicago. No mercado interno, o indicador Esalq/BM&FBovespa para a soja em Paranaguá ficou em R$ 88,09 a saca de 60 quilos, alta de 0,97%.

(Valor) (Redação)



Visite  www.ovosite.com.br  - O Portal do Ovo na Internet