Empresas

BRF está proibida de exportar para a Europa a partir de hoje

A BRF oficializou que 12 unidades da empresa no Brasil foram proibidas de exportar produtos de origem animal para a União Europeia (UE). Em comunicado, a BRF ressalta que concluirá estudos e avaliações, que já estão em andamento, para o “planejamento de sua produção a fim de buscar as melhores alternativas para reequilibrar o nível de oferta de seus produtos frente ao cenário de demanda que se apresenta”. A medida da UE entrará em vigor nesta quarta-feira (16), e sua publicação pelas autoridades sanitárias brasileiras ainda está pendente, ressalta o comunicado da BRF. A União Europeia publicou nesta segunda-feira (14) a decisão de proibir importações de produtos de origem animal de 20 unidades no Brasil que antes eram autorizadas a exportar para os países europeus. A decisão da UE foi tomada como um desdobramento da Operação Carne Fraca da Polícia Federal. A BRF ressalta que a decisão da UE atinge somente as unidades localizadas no Brasil e que possuem habilitação para exportação para a União Europeia. Assim, não afeta o fornecimento para outros mercados ou, ainda, das demais plantas da BRF localizadas fora do Brasil e que exportam para o mercado europeu. A BRF reiterou também que pretende fazer valer seus direitos perante os órgãos europeus competentes para continuar a atender seus clientes na União Europeia a partir de suas instalações no Brasil. A companhia disse não concordar com a decisão, que “parece ter sido motivada pela proteção do mercado local e não por questões de saúde e qualidade, conforme recentemente anunciado pelo Ministério da Agricultura”. A empresa diz, ainda, apoiar as ações do governo brasileiro perante a Organização Mundial do Comércio (OMC).

(Gazeta do povo/ESTADÃO) (Redação)



Visite  www.ovosite.com.br  - O Portal do Ovo na Internet